Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/3146
Tipo: Dissertação
Título: Avaliação de Metas de produção eficientes e compatíveis com fatores ergonômicos de trabalhadores de silvicultura
Título(s) alternativo(s): Evaluation of production targets efficients and consistent with ergonomic factors of forestry workers
Autor(es): Marzano, Felipe Leitão da Cunha
Primeiro Orientador: Souza, Amaury Paulo de
Primeiro coorientador: Minette, Luciano José
Segundo coorientador: Machado, Carlos Cardoso
Primeiro avaliador: Silvatti, Amanda Piaia
Abstract: O crescimento do setor florestal no Brasil e no mundo torna necessário o aperfeiçoamento das técnicas utilizadas nas operações de silvicultura e colheita florestal. As metas de produção sempre foram determinadas com base em estudos de tempo e produtividade, no entanto as variáveis ergonômicas devem ser incluídas neste processo. O objetivo deste trabalho foi realizar uma análise ergonômica das atividades de alinhamento e marcação, coveamento semimecanizado e plantio e determinar metas de produção para o trabalhador compatíveis com o bemestar, a satisfação e a segurança no trabalho, minimizando o surgimento de doenças ocupacionais e visando a melhoria da eficiência do processo. As condições de trabalho foram avaliadas com a aplicação de questionários e medições em campo. O estudo de tempos foi realizado para se conhecer os tempos gastos em cada atividade e determinar a produtividade dos trabalhadores. As variáveis ergonômicas analisadas foram carga física de trabalho, ambiente térmico, exposição a ruído e vibração, repetitividade e biomecânica. As metas de produção foram determinadas em função do tempo de pausa necessário pelo fator crítico entre os analisados. Em todas as atividades analisadas o tempo de trabalho efetivo foi inferior a 50% da jornada de trabalho e o tempo não trabalhado, próximo a 40%. Na atividade de plantio não eram realizadas pausas ergonômicas. A produtividade média dos trabalhadores foi de 310 marcas por hora na atividade de alinhamento e marcação, 210 covas por hora na atividade de coveamento semimecanizado e 183 mudas por hora na atividade de plantio. A carga cardiovascular foi superior ao limite de 40% em todas as atividades. A exposição ao calor, expressa em Índice de Bulbo Úmido Termômetro de Globo (IBUTG), foi inferior ao limite no mês de Setembro, mas no mês de Outubro foi superior, exigindo até 75% de pausas na atividade de plantio. Os valores de ruído foram superiores ao limite de 85 dB(A), mas a atenuação proporcionada pelo uso do Equipamento de Proteção Individual (EPI) reduziu esses valores a níveis aceitáveis. Os valores de vibração foram superiores ao nível limite de exposição, constituindo o fator crítico na atividade de coveamento semimecanizado. O fator repetitividade estava presente em todas as tarefas analisadas. De acordo com a análise biomecânica, as articulações mais afetadas foram coxofemoral, ombro, joelho e pulso. A força de compressão do disco L5-S1 foi inferior ao limite recomendado. As metas de produção recomendadas foram de 1240 a 1740 marcas por jornada de trabalho para a atividade de alinhamento e marcação, 667 covas para a atividade de coveamento semimecanizado e de 367 a 733 mudas para a atividade de plantio.
The growth of the forest sector in Brazil and in the world necessitates the improvement of techniques used in forestry operations and forest harvesting. Production targets were always determined based on studies of time and productivity, however ergonomic variables should be included in this process. The aim of this study was the ergonomic analysis of alignment and marking activities, semi-mechanized tillage and planting and determining production targets for the employee, compatible with the well-being, satisfaction and safety, minimizing the emergence of occupational diseases and improving the efficiency of the process. The working conditions were assessed with questionnaires and field measurements. The time study was conducted to know the time spent on each activity and determine the workers productivity. The ergonomic variables analyzed were physical work load, thermal environment, exposure to noise and vibration, repetitive tasks and biomechanics. Production targets were determined as a function of pause time required between the critical factors analyzed. In all activities analyzed the effective work time was less than 50% of the working day and time not worked, close to 40%. In planting activity the ergonomic breaks were not performed. The average productivity of workers was 310 marks per hour in the activity alignment and marking 210 graves per hour in the activity of semi-mechanized tillage and 183 seedlings per hour in the planting activity. The cardiovascular load was higher than the limit of 40% in all activities. WBGT values were below the limit in September, but in October were higher, requiring up to 75% of breaks in planting activity. The noise values were higher than the limit of 85 dB (A), but the attenuation provided by the use of the personal protective equipment reduced these values to acceptable levels. The vibration values were higher than the threshold level of exposure, constituting the critical factor in the activity of semi-mechanized tillage. The repeatability factor was present in all the analyzed tasks. According to the biomechanical analysis, the most affected joints were hip, shoulder, knee and wrist. The compressive force of the L5-S1 disc was lower than the recommended limit. Production targets recommended were from 1240 to 1740 marks per working day for the activity alignment and marking 667 graves for the activity of semi-mechanized tillage and 367-733 seedlings for planting activity.
Palavras-chave: Ergonomia
Implantação Florestal
Produtividade
Ergonomics
Forest Deployment
Productivity
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::RECURSOS FLORESTAIS E ENGENHARIA FLORESTAL::MANEJO FLORESTAL
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Manejo Florestal; Meio Ambiente e Conservação da Natureza; Silvicultura; Tecnologia e Utilização de
Programa: Mestrado em Ciência Florestal
Citação: MARZANO, Felipe Leitão da Cunha. Evaluation of production targets efficients and consistent with ergonomic factors of forestry workers. 2013. 76 f. Dissertação (Mestrado em Manejo Florestal; Meio Ambiente e Conservação da Natureza; Silvicultura; Tecnologia e Utilização de) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2013.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/3146
Data do documento: 3-Jul-2013
Aparece nas coleções:Ciência Florestal

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf1,36 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.