Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/3174
Tipo: Dissertação
Título: Influência do acondicionamento, antioxidantes, auxinas e seus cofatores no enraizamento de miniestacas de clones de Eucalyptus grandis x E. urophylla
Título(s) alternativo(s): Influence of conditioning, antioxidants, auxins and their cofactors on the rooting of minicuttings of Eucalyptus grandis x E. urophylla clones
Autor(es): Goulart, Patrícia Bueno
Primeiro Orientador: Xavier, Aloisio
Primeiro coorientador: Dias, José Maria Moreira
Segundo coorientador: Otoni, Wagner Campos
Primeiro avaliador: Pires, Ismael Eleotério
Segundo avaliador: Paiva, Haroldo Nogueira de
Abstract: O presente trabalho teve como objetivos a avaliação da influência do acondicionamento, antioxidantes, auxinas e seus cofatores no enraizamento adventício, bem como o padrão da rizogênese de miniestacas de quatro clones de Eucalyptus grandis x E. urophylla. Foram utilizadas miniestacas de quatro clones de Eucalyptus grandis x E. urophylla coletadas em minijardim clonal, conduzido em sistema de hidroponia em canaletas. Verificou-se, quanto às características avaliadas, que os clones responderam mais eficientemente às aplicações do regulador de crescimento AIB do que às aplicações de ANA, sendo que as doses entre 500 a 2000 mg L-1 de AIB mostraram-se mais eficientes para os clones estudados. Quanto à utilização dos cofatores associados ao AIB, no tratamento das miniestacas, observou-se que o ácido clorogênico e a hidroquinona melhoraram os índices de enraizamento e de sobrevivência dos três clones; a fenilalanina e o floroglucinol melhoraram os referidos índices em dois clones; somente o ácido cafeico, o triptofano e, principalmente, a prolina melhoraram essas respostas em todos os clones estudados. As respostas dos clones em relação à aplicação dos antioxidantes foram variadas, aonde os melhores índices de enraizamento e de sobrevivência das plantas foram obtidos com a utilização do ácido ascórbico e do carvão ativado para apenas um clone, no entanto o PVP mostrou-se eficiente em todos os clones avaliados. A melhor estratégia foi o plantio das miniestacas logo após a coleta no minijardim clonal, por proporcionar os melhores índices de enraizamento e sobrevivência para os quatro clones, sendo observado efeito negativo do armazenamento dos propágulos, mesmo quando realizado por curto período de tempo. Quanto ao modo de acondicionamento das miniestacas verificou-se que os melhores resultados foram obtidos com o acondicionamento das miniestacas em posição vertical na vermiculita, podendo ser associado com PVP, em função do clone. Os resultados obtidos permitiram concluir que as respostas dos clones em relação à utilização de reguladores de crescimento, cofatores e antioxidantes foram diferenciadas quanto ao enraizamento e sobrevivência das plantas devido às diferenças genotípicas dos materiais estudados. Quanto ao conhecimento do padrão da rizogênese das miniestacas dos clones estudados foi observada a origem endógena de primórdios radiculares, a proliferação e a formação de uma massa de células desorganizadas (calos) em miniestacas com até 12 dias de idade, sendo que um clone destacou-se dos demais por apresentar primórdios radiculares a partir de 8 dias após o plantio das miniestacas.
The purpose of this study was to evaluate the influence of storage, antioxidants, auxins and their cofactors on the resulting rooting, as well as rooting rhizogenesis patterns in minicuttings of four Eucalyptus grandis x E. urophylla clones. The samples were collected from a clonal hydroponic minigarden. Regarding the evaluated characteristics, it was observed that the clones responded more effectively to the applications of IBA growth regulator than to the ANA applications, with the IBA doses ranging from 500 and 2,000 mg L-1 being more effective on the examined clones. As for the treatment of the minicuttings using cofactors associated to IBA, it was observed that chlorogenic acid and hydroquinone improved the rooting and survival indices in three clones; phenylalanine and phloroglucinol improved said indices in two of the clones; while only caffeic acid, tryptophane and especially proline improved these responses in all examined clones. The responses to the application of antioxidants varied: the best plant rooting and survival indices were obtained with the use of ascorbic acid and activated carbon with only one clone; whereas PVP showed to be effective with all the examined clones. The best technique was to plant the minicuttings immediately upon their harvest from a clonal minigarden, since it provided the best rooting and survival indices with all four clones, and avoided a negative impact on the propagators due to storage, even when stored for only a short period of time. As for the means used to store the minicuttings, it was observed that the best results were obtained by conditioning the minicuttings in a vertical position with a composite of vermiculite and PVP, possibly due to the specific use of PVP with certain types of clone. The obtained results allow the conclusion that there s a strong correlation between the genotypic differences of the analyzed materials and the plants rooting and their survival success as a response to the use of growth regulators, cofactors and antioxidants on different clones. Thanks to this study new information was brought about regarding the rhizogenesis patterns of minicuttings of the examined clones. It was observed the presence of an endogenous origin of the root primordia as well as the formation and proliferation of a disorganized mass of cells (calli) in minicuttings of up to 12 days old, with one H1 clone standing out from the others for having presented root primordia on or after the eighth day after the minicuttings were planted.
Palavras-chave: Rizogênese
Reguladores de crescimento
Mini-estaquia
Propagação vegetativa
Silvicultura
Clonagem
Antioxidantes
Rhizogenesis
Growth regulators
Minicuttings
Vegetative propagation
Eucalyptus
Cloning
Antioxidants
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::RECURSOS FLORESTAIS E ENGENHARIA FLORESTAL::SILVICULTURA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Manejo Florestal; Meio Ambiente e Conservação da Natureza; Silvicultura; Tecnologia e Utilização de
Programa: Mestrado em Ciência Florestal
Citação: GOULART, Patrícia Bueno. Influence of conditioning, antioxidants, auxins and their cofactors on the rooting of minicuttings of Eucalyptus grandis x E. urophylla clones. 2006. 125 f. Dissertação (Mestrado em Manejo Florestal; Meio Ambiente e Conservação da Natureza; Silvicultura; Tecnologia e Utilização de) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2006.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/3174
Data do documento: 15-Dez-2006
Aparece nas coleções:Ciência Florestal

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf3,44 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.