Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/3201
Tipo: Dissertação
Título: Composição florística e estrutura de vegetação arbórea em fragmento de floresta estacional semidecidual secundária, na Zona da Mata de Minas Gerais
Título(s) alternativo(s): Floristic and structure of tree species under several physiographic conditions in a seasonal semidedicuous florest fragment in Minas Gerais, Brazil
Autor(es): Louzada, Cassiano
Primeiro Orientador: Reis, Maria das Graças Ferreira
Primeiro avaliador: Reis, Geraldo Gonçalves dos
Segundo avaliador: Garcia, Flávia Cristina Pinto
Terceiro avaliador: Pezzopane, José Eduardo Macedo
Quarto avaliador: Neves, Júlio César Lima
Abstract: Em razão de freqüentes perturbações nos remanescentes florestais da Zona da Mata de Minas Gerais e sua conseqüente degradação, há necessidade de se estabelecerem planos de gestão ambiental visando a conservação e o restabelecimento da sua biodiversidade. Para isto, é necessário entender a sua dinâmica de regeneração natural, através da análise da composição florística e da estrutura da vegetação arbórea, bem como sua relação com fatores ambientais, tais como os fisiográficos, que podem afetar o microclima nesses fragmentos. O presente estudo teve como objetivo determinar a relação entre a composição florística e a estrutura da vegetação arbórea de um fragmento florestal secundário situado na Zona da Mata Mineira, com o microambiente proporcionado pelo relevo, destacando-se a exposição do terreno. Foram estabelecidos transectos ao longo dos fragmentos, nas direções Norte-Sul e Leste-Oeste. Empregou-se o método de quadrantes para a amostragem da vegetação. Foram amostrados, para cada ponto, 12 indivíduos, sendo três por quadrante, e cada um pertencente a uma classe de tamanho de planta. Os dados de radiação fotossinteticamente ativa (PAR), índice de área foliar (IAF), declividade, acúmulo de manta orgânica, abertura de dossel e abundância de taquaras foram obtidos para cada ponto amostral. A transmissividade da PAR variou de 7,94 % (Sul) a 16,63 % (Topo) e o IAF variou de 2,43 (Topo) a 2,87 (Sul), indicando que a floresta encontra-se com dossel aberto. Os pontos amostrais foram agrupados em Topo e encostas Norte, Sul, Leste e Oeste, e a análise fitossociológica foi realizada para cada condição fisiográfica. Na análise florística foram avaliados 2280 indivíduos, pertencentes a 120 espécies e 40 famílias botânicas. O índice de diversidade de Shanon-Weaver (H ) variou de 3,22 a 3,95 nas diferentes condições fisiográficas. Mabea fistulifera Mart. (Euphorbiaceae) dominou em todas as condições fisiográficas. Cecropia hololeuca Miq. (Cecropiaceae) apresentou o segundo maior Valor de Importância (VI) sendo que, no nível 3 (árvores com DAP > 10 cm) o VI foi 10 vezes maior que no nível 1, indicando que esta espécie não está encontrando condições adequadas para regenerar-se naturalmente. A maioria das espécies arbóreas foi classificada como secundária inicial, sugerindo um estádio inicial de sucessão. A composição e a estrutura das espécies variaram com a condição fisiográfica do fragmento. Nove espécies foram restritas ao Topo do fragmento, duas à encosta Norte, três à Sul, quatro à Leste e cinco à Oeste do fragmento. As plantas na encosta Sul apresentaram menor mortalidade. Algumas espécies ocorreram em condições ambientais específicas, chegando a predominar como Cecropia hololeuca (segunda de maior VI no topo e Sul, terceira à Leste, sétima à Oeste e 13a à exposição Norte). Em geral, os resultados deste estudo demonstraram a grande variabilidade na composição e estrutura florísitica em cada condição fisiográfica estudada, indicando a necessidade de planos de manejo específicos em função dos fatores fisiográficos.
The remnant forests in the Southeastern Brazil are highly fragmented and degraded. To maintain or increase its biodiversity, management plans should be based on the understanding of the floristic and the structure of tree species and its environmental conditions. The present study was carried out in a hilly region, in Paula Cândido county (20°52´2´´ latitude South and 42°58´49´´ longitude West), Minas Gerais state, Brazil. The forest fragment studied is located on the upper third of the slope and on the top of the hills. The point quarter sampling method was used along transects in the North-Top-South and East-Top-West directions. Three different tree species sizes were sampled in each sampling point as follows: level one plants higher than 3 m with diameter at breast height (DBH) lower than 5 cm; level 2 plants with DBH between 5 and 10 cm and, level 3 plants with DBH greater than 10 cm. For each sampling point it was measured the following environmental conditions: photosynthetically active radiation (PAR), leaf area index (LAI), slope, aspect, forest floor and abundance of bamboos in the understorey. The sampling points were grouped on Top and North, South, East and West aspects and the phytosociological analysis was undertaken for each physiographic condition. The PAR varied transmissivity from 7.94% (South) to 16.63 (Top) and LAI varied from 2.43 (Top) to 2.87 (South), indicating that the forest canopy is quite open. It was sampled 2,280 individuals from 120 tree species and 40 families. The Shannon-Weaver diversity index varied from 3.22 to 3.95. Mabea fistulifera Mart. (Euphorbiaceae) dominated in all physiographic conditions. Cecropia hololeuca Miq (Cecropiaceae) presented the second highest Importance Value (IV). Its IV at the level 3 (trees over 10 cm DBH) was 10 times greater than at the level 1, indicating that the environmental condition are not adequate for its natural regeneration. The great majority of tree species were classified as initial secondary, suggesting an initial stage of succession. Species composition and structure varied with the forest fragment physiographic conditions. Nine species were restricted to the Top, two to the North, two to the South, four to the East and five to the West aspect. Some species occurred in several environmental conditions but dominated in some conditions such as Cecropia hololeuca (second highest IV on the Top and South, third on the West, seventh on the East and 13° on the North aspect). In general, the results of this study showed a great variability in species composition and structure due to physiographic conditions, indicating that management plans for the forest fragments should take them into account.
Palavras-chave: Florestas secundárias
Composição florística
Comunidades vegetais
Dinâmica de vegetação
Proteção ambiental
Forest fragment
Floristic composition
Plant communities
Vegetation dynamics
Environmental protection
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::RECURSOS FLORESTAIS E ENGENHARIA FLORESTAL::SILVICULTURA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Manejo Florestal; Meio Ambiente e Conservação da Natureza; Silvicultura; Tecnologia e Utilização de
Programa: Mestrado em Ciência Florestal
Citação: LOUZADA, Cassiano. Floristic and structure of tree species under several physiographic conditions in a seasonal semidedicuous florest fragment in Minas Gerais, Brazil. 2002. 163 f. Dissertação (Mestrado em Manejo Florestal; Meio Ambiente e Conservação da Natureza; Silvicultura; Tecnologia e Utilização de) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2002.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/3201
Data do documento: 25-Fev-2002
Aparece nas coleções:Ciência Florestal

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf893,83 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.