Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/3306
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.authorRocha, Ana Ferreira
dc.date.accessioned2015-03-26T13:19:37Z-
dc.date.available2009-05-04
dc.date.available2015-03-26T13:19:37Z-
dc.date.issued2008-02-27
dc.identifier.citationROCHA, Ana Ferreira. Clientele in São Gabriel: signal of genre and feminine reciprocity. 2008. 121 f. Dissertação (Mestrado em Economia familiar; Estudo da família; Teoria econômica e Educação do consumidor) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2008.por
dc.identifier.urihttp://locus.ufv.br/handle/123456789/3306-
dc.description.abstractNeste estudo, refletimos sobre uma prática social entre mulheres de São Gabriel - BA, a qual na linguagem nativa é denominada freguesia , sendo diretamente vinculada ao ciclo da reprodução biológica. Uma dinâmica em que a solidariedade e a reciprocidade das relações estabelecem uma coesão grupal e um sentimento de pertença. Problematizar a freguesia nos propiciou entender que parte do estabelecimento de vínculos sociais dessas mulheres ancora- se no peso simbólico do resguardo. Recorremos à discussão de gênero, como perspectiva teórico-interpretativa e à tradição sócio-antropológica, junto às reflexões sobre a dádiva, por entender que essa rede é consolidada a partir de trocas, tanto materiais quanto simbólicas. A discussão sobre classe social justifica-se por ser uma prática pertinente às trabalhadoras rurais, que vivem no semi-árido baiano. Agentes que, para garantir a reprodução social do grupo, produzem diversas e distintas estratégias de convivência, contando com difíceis condições materiais para a produção e reprodução social. A pesquisa demonstra que a prática da freguesia mantém-se no tempo e no espaço ainda que com transformações, como, por exemplo, a redução de jovens predispostas a entrar no âmbito das trocas locais. Ressalta-se o fato de que a dinâmica das famílias que a praticam, bem como suas condições sócio-econômicas, sofreu grandes alterações no decorrer das últimas décadas, sem, no entanto, transgredir os significados da freguesia. O estudo dessa prática ampliou as possibilidades de entender como determinadas mulheres vivenciam coletivamente as responsabilidades relativas à maternidade. O habitus da freguesia e o sentimento comum dessas mulheres têm conseguido manter a união do grupo, sendo que as conseqüentes trocas fogem a interesses contratuais e a obrigações legais.pt_BR
dc.description.abstractIn this study it was analyzed a social practice among women from São Gabriel/BA, which is called, in the native language, clientele and takes place after events occurred during biological reproduction. The movement involves solidarity and reciprocity of the relations besides establishing group cohesion and a feeling of belonging. Questioning the clientele propitiated an understanding that the creation of social bonds of these women has, as fundamental bases, a symbolic importance of the after birth period. Our study is supported by genre relations as an interpretative theoretic perspective and by the socio-anthropologic tradition. We chose to reflect about gift for understanding that this net is consolidated with material and symbolic exchanges. The discussion on social class is justified since this net consists of agricultural workers, who live in the semi-arid area of Bahia state. To guarantee the social reproduction of the group they had to come up with survival strategies because their incomes are very low. This research demonstrates that the practice of the clientele still remains in time and space with some transformations, such as, the reduction of the number of young women willing to enter the net. It is also important to emphasize that the dynamics of the families who practice it, as well as their economic conditions have undergone major changes during the last decades. However, the meanings of the clientele continue the same. The study of this practice made it possible to extend the understanding of how those women share the responsibilities of maternity. The clientele "habitus" and the common feeling among these women have been able to maintain the group cohesion and the consequent exchanges point to other directions than contractual interests and legal obligations.eng
dc.description.sponsorship
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de Viçosapor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectDádivapor
dc.subjectGêneropor
dc.subjectRedes de ajudapor
dc.subjectMulherespor
dc.subjectGifteng
dc.subjectGenreeng
dc.subjectHelp neteng
dc.subjectWomeneng
dc.titleGênero, reciprocidade e reprodução social: o circuito da dádiva na prática da freguesia entre mulheres de São Gabriel BApor
dc.title.alternative Clientele in São Gabriel: signal of genre and feminine reciprocityeng
dc.typeDissertaçãopor
dc.contributor.authorLatteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4508320U1por
dc.contributor.advisor-co1Silva, Patrícia Fernanda Gouveia da
dc.contributor.advisor-co1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4734005Z5por
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.departmentEconomia familiar; Estudo da família; Teoria econômica e Educação do consumidorpor
dc.publisher.programMestrado em Economia Domésticapor
dc.publisher.initialsUFVpor
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIA DOMESTICApor
dc.contributor.advisor1Lopes, Maria de Fátima
dc.contributor.advisor1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4793922P1por
dc.contributor.referee1Calvelli, Haudrey Germiniani
dc.contributor.referee1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4771441E7por
dc.contributor.referee2Barletto, Marisa
dc.contributor.referee2Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4763744U6por
dc.contributor.referee3Loreto, Maria das Dores Saraiva de
dc.contributor.referee3Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4787872U2por
Aparece nas coleções:Economia Doméstica

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf2,18 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.