Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/3312
Tipo: Dissertação
Título: Os polos agroflorestais como política de desenvolvimento rural sustentável em Rio Branco no Acre: da proposição à realidade
Título(s) alternativo(s): The agroforestry poles as sustainable rural development in Rio Branco in Acre: of the proposition to the reality
Autor(es): Souza, Elyson Ferreira de
Primeiro Orientador: Pinto, Neide Maria de Almeida
Primeiro coorientador: Fiúza, Ana Louise de Carvalho
Segundo coorientador: Dias, Marcelo Miná
Primeiro avaliador: Maciel, Raimundo Cláudio Gomes
Segundo avaliador: Ludwig, Márcia Pinheiro
Abstract: A presente pesquisa analisou se a política pública de desenvolvimento rural denominada Polos Agroflorestais proporciona melhorias de vida às famílias assentadas em Rio Branco-AC, figurando como uma alternativa de sustentabilidade nos aspectos econômico, social, ambiental e político-institucional. Os principais resultados da pesquisa revelaram que, em termos econômicos, os Polos representaram oportunidade de geração de renda e importante estratégia para a subsistência das famílias. No social, o maior avanço dos Polos foi propiciar moradia às famílias. Em contrapartida, os Polos não apresentam unidades de saúde, policiamento e espaços públicos destinados ao lazer. No aspecto ambiental, a maior parte das famílias pesquisadas revelou sentir necessidade de maiores cuidados no trato com o lixo, destinação de dejetos humanos e da água usada nas casas. No aspecto político-institucional, a pesquisa revelou que as famílias tinham consciência de que o desenvolvimento em nível local poderia ocorrer de várias formas e uma delas seria por meio do acesso a políticas públicas. No entanto, a maioria das famílias assume uma postura pouco proativa, pois deixa a cargo do poder público e das associações a responsabilidade exclusiva de apresentar melhores resultados quanto aos benefícios para a comunidade . A análise das condições de vida das famílias pesquisadas apresentou algumas privações quanto ao lazer, educação, saúde, infraestrutura e outros aspectos que afetam decisivamente a maior parcela populacional dos Polos: os jovens. Tal perspectiva compromete seriamente a sucessão e a sustentabilidade dos Polos na condição de política pública. Para que haja melhoras efetivas nas condições de vida das famílias que residem nos Polos Agroflorestais, há que ampliar as práticas holísticas de desenvolvimento, nas quais são considerados não somente os aspectos econômicos, mas a correlação destes aspectos, com o acesso aos serviços sociais básicos, cuidados ambientais e engajamento político-institucional.
This research analyzed if a public rural development policy called Agroforestry Poles, offers an improvement of life for families established in Rio Branco-AC, presented as an alternative of durability in economical, social, environmental and political-institutional aspects. The main results of the research revealed that, in economical terms, the Poles could represent an opportunity for sources of income and important strategies for the subsistence of the families. In social aspects, the best progress of the Poles was to provide housing for the families. However, the Poles do not offer health units, security patrol and public areas for entertainment. Concerning the environmental aspect, the majority of the families involved in the research expressed the necessity of better care of waste disposal, disposal of human waste and used domestic water. In the political-institutional aspect, the research revealed that the families were aware that the local development could be promoted in many ways and one of these could be by the access to public policies. However, the majority of the families do not have a proactive position: they give to the public authorities and the associations, the exclusive responsibility to offer better results concerning the benefits for the community . The analysis of the families living conditions presented a deficiency in entertainment, education, health, facilities and other aspects that affect in a decisive way the main part of the population of the Poles: young people. Such a perspective seriously compromises the succession and the sustainability of the Poles, as far as the public policy is concerned. To have an effective improvement in the living conditions of the families dwelling in Agroforestry Poles, it is necessary to extend holistic practices of development, in which are considered not only economical aspects but a correlation of these aspects with the access to basic social services, environmental care and political and institutional commitment.
Palavras-chave: Acre
Condições de vida
Polos agroflorestais
Sustentabilidade
Acre
Life conditions
Agroforestry poles
Sustainability
CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIA DOMESTICA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Economia familiar; Estudo da família; Teoria econômica e Educação do consumidor
Programa: Mestrado em Economia Doméstica
Citação: SOUZA, Elyson Ferreira de. The agroforestry poles as sustainable rural development in Rio Branco in Acre: of the proposition to the reality. 2008. 187 f. Dissertação (Mestrado em Economia familiar; Estudo da família; Teoria econômica e Educação do consumidor) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2008.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/3312
Data do documento: 13-Out-2008
Aparece nas coleções:Economia Doméstica

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf2,53 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.