Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/3314
Tipo: Dissertação
Título: O gênero da casa: vivências masculinas no espaço doméstico
Título(s) alternativo(s): The gender of the house: male experiences in the domestic space
Autor(es): Pinheiro, Zuleika Andrade Câmara
Primeiro Orientador: Ludwig, Márcia Pinheiro
Primeiro coorientador: Lopes, Maria de Fátima
Segundo coorientador: Fiúza, Ana Louise de Carvalho
Primeiro avaliador: Silva, Neuza Maria da
Segundo avaliador: D'ávila, Sande Maria Gurgel
Terceiro avaliador: Pinto, Neide Maria de Almeida
Abstract: Esta pesquisa desenvolveu-se em torno de experiências e vivências masculinas dentro do espaço da casa, no qual descrevemos e analisamos as percepções e valores de homens urbanos de camadas popular e média da cidade de Fortaleza/Ceará, no sentido de identificarmos se há a configuração de donos de casa. O estudo problematizou as articulações simbólicas produzidas pelos processos culturais, que acabam dando significado e sentido comum à construção de práticas discursivas que atribuem o espaço da casa à mulher, deixando de fora do domínio doméstico atitudes, comportamentos e ações masculinas como se o mundo da casa não pertencesse também aos homens. O espaço doméstico, tido como predominantemente lugar da mulher, é dotado de valores e normas diferenciados do espaço público, predominantemente lugar de homem. Ambos constituem esferas distintas de ação, que encobrem tensões e embates à medida que essencializam espaços e papéis. Essa percepção é estabelecida por determinadas dinâmicas culturais para sujeitos de sexos diferenciados. Partimos do pressuposto de que a mídia tem enfatizado que a grande maioria dos homens ocidentais estaria mudando suas atitudes e concepções relacionadas à vida cotidiana doméstica e adquirindo novos hábitos de maior participação dentro de casa, do que emergem alguns questionamentos. Poderíamos afirmar que existe a categoria de homens donos de casa? Será que os homens que executam atividades domésticas se sentem constrangidos no desempenho de tais atividades? No marco dessas discussões, adotamos como estratégia metodológica o estudo de caso através de uma pesquisa qualitativa de natureza descritivo-analítica. Masculinidades, gênero e espaço doméstico formaram a linha central deste estudo. Com uma abordagem multidisciplinar e recorrendo à Antropologia e à Sociologia como ancoragem teórica, tais conceitos masculinidades/gênero/espaço doméstico possibilitaram, juntamente com outros argumentos teóricos, especificar nossa ótica no sentido de compreender a realidade estudada. A principal característica deste estudo foi o deslocamento do olhar, ou seja, problematizou-se a relação casa/homem e suas vivências da domesticidade. O resultado da pesquisa deixou claro que não podemos afirmar que existirem homens donos de casa. Ficou evidenciado, sim, que os homens que possuem discurso mais politizado e articulado num contexto de atividades sociais manifestaram posturas mais coerentes quanto às questões das atividades dentro de casa. Tais discursos ficaram aparentes nos homens cujas profissões estavam atreladas a um campo de conhecimento da área das Ciências Humanas. Alguns homens conseguem dilatar o olhar para o espaço doméstico como coisa de homens e mulheres ; e as atividades domésticas são importantes e necessárias. A maioria deixou claro que faz o trabalho doméstico com naturalidade . Ficou evidente que a natureza biológica dos sujeitos é autorizada pela natureza social , e, desse modo, homens e mulheres vão tecendo suas performances e identidades. Assim, gênero cria e expressa condição de diferença e, portanto, os sujeitos vão construindo, sublimando e identificando o que para si serão suas vestimentas para demarcar quem são. De modo geral, os argumentos e declarações dos homens ainda são carregados de valores morais e conservadores, no que se refere à masculinidade e às atividades domésticas.
This research grew around male experiences inside of the house, in which we identified, described and analyzed the perceptions and popular values of 20 urban men of different social from the city of Fortaleza / Ceará. The study problematized the symbolic articulations produced by the cultural processes, that you/they end up giving a meaning, a common sense in common in the construction of discursive practices that you/they attribute the space of the house to the woman, leaving out of the domain domestic attitudes, behaviors and masculine actions concerning their existences and experiences in the dynamics of the house. The domestic space, known as predominantly as the woman's place, is endowed with values and norms different from of the public space, predominantly man's place. Both constitute spheres different from action, that hide tensions and collisions as essencializam spaces and papers. This perception is established by certain cultural dynamics for subject of differentiated sexes. We broke of the presupposition that the media has been emphasizing that the western men would be changing their attitudes and conceptions related to the daily life, acquiring new habits of larger participation inside of house. Being like this, could we affirm the men housekeepers' category to exist? Will it be that the men that execute domestic activities are constrained in the acting of such activities? In the mark of those discussions we adopted as methodological strategy the case study through a qualitative research of descriptive-analytical nature. Manliness, gender and domestic space formed the central line of this study. Manliness, gender and domestic space formed the central line of this study. With an approach to multidiscipline falling back upon the Anthropology and Sociology as theoretical anchorage, these concepts-manliness / gender / space domestic - it made possible, together with other theoretical arguments, to specify our optics in the sense of understanding the studied reality. The main characteristic of this study is the displacement of the glance, in other words, it was problematized the relationship house/man and their existences of the domestic. The result of the research left clear that cannot affirm to exist men housekeepers. It was evidenced that the men that possess a speech more politicized and articulate in a context of social activities they manifested as the subjects of the house. Such speeches were apparent in the men whose professions were harnessed her/it a field of the area of the humanities. Some men get to dilate the glance for the domestic space as being men's thing and women ; and that the domestic activities are important and necessary, most made clear that do the domestic work with naturalness . It was manifested that the biological nature of the subjects is authorized by the social nature and this way, men and women are going weaving their performances and identity. The gender creates and expressed a condition of difference and like this the subjects are going building, exalting and identifying what you/they will be their garments to demarcate who are for itself. In general, the arguments and the men's declarations are still loaded of moral and conservative values in what refers to the manliness and the domestic activities.
Palavras-chave: Espaço doméstico
Masculinidade
Relações de gênero
Domestic space
Manliness
Gender relations
CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIA DOMESTICA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Economia familiar; Estudo da família; Teoria econômica e Educação do consumidor
Programa: Mestrado em Economia Doméstica
Citação: PINHEIRO, Zuleika Andrade Câmara. The gender of the house: male experiences in the domestic space. 2009. 179 f. Dissertação (Mestrado em Economia familiar; Estudo da família; Teoria econômica e Educação do consumidor) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2009.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/3314
Data do documento: 23-Abr-2009
Aparece nas coleções:Economia Doméstica

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf607,5 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.