Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/3356
Tipo: Dissertação
Título: Arranjo produtivo de café, redes sociais e qualidade de vida: um estudo com agricultores familiares do Espírito Santo
Título(s) alternativo(s): Productive arrangement coffee, social networking and quality of life: a study with family farmers of the Espirito Santo
Autor(es): Albergaria, Alessandra Vasconcelos
Primeiro Orientador: Loreto, Maria das Dores Saraiva de
Primeiro coorientador: Ferrão, Romário Gava
Segundo coorientador: Dias, Marcelo Miná
Primeiro avaliador: Sousa, Júnia Marise Matos de
Segundo avaliador: Ferrão, Maria Amélia Gava
Abstract: No setor agrícola, o café é um dos produtos mais importantes, sendo produzido principalmente por agricultores familiares. E, o Espírito Santo, com apenas 0,5% do território brasileiro, é o segundo maior produtor de café do Brasil, com 25% da produção nacional. No entanto, apesar da evolução da cafeicultura capixaba, com destaque para o cultivo do café arábica, sobretudo, na melhoria da qualidade e da produção do café conilon, conhecido como robusta, pelo aumento da produtividade, ainda persistem sérios problemas e dificuldades neste setor da agricultura. Dessa forma, pressupõe-se que o desenvolvimento de redes e o acesso às instituições e organizações, relacionadas tanto à produção quanto reprodução das unidades familiares, podem desempenhar um papel importante na melhoria das condições de vida dessas famílias, além de mobilizar ativos, que são fundamentais para aumentar a capacidade de as famílias tornarem-se agentes de mudança. Sendo assim, este estudo teve como principal objetivo analisar a morfologia das redes sociais estabelecidas entre os pequenos agricultores rurais do arranjo produtivo cafeeiro, do município de Castelo, ES, bem como suas implicações no processo de produção e reprodução social das unidades familiares. Trata-se, então, de um estudo de caso, que possui um caráter exploratório, com uma abordagem quantitativo-qualitativa, que tem como local de estudo o município de Castelo/ES. Optou-se por esse município em função do mesmo apresentar maior representatividade em relação à produção de café na região Sul do Estado, tanto do café arábica quanto conilon. A população entrevistada compreendeu dos agricultores familiares, produtores de café, há no mínimo cinco anos. Resultados mostraram que os agricultores basicamente do sexo masculino, casados, na faixa etária de 29 a 59 anos e com ensino fundamental incompleto, residiam no meio rural, envolvendo-se com as principais práticas do arranjo produtivo cafeeiro, cujo índice tecnológico variou de regular (café arábica) a bom (café conilon). A análise da morfologia das redes sociais evidenciou que as relações não envolveram somente a esfera econômica, mas também a dimensão simbólica, que atribui sentido ao trabalho. No arranjo produtivo cafeeiro capixaba, as relações entre os elementos das redes sociais, formais e informais, envolveram interações de íntimos (principalmente familiares e amigos/vizinhos), troca de serviços e transmissão de informações, além de operações monetárias, basicamente com redes de prestação de serviços. Considera-se que as relações de reciprocidade e, principalmente, as ligações de proximidade entre os atores sociais são meios pelos quais as redes se amparam e estabelecem, contribuindo para a criação de oportunidades e promoção da solidariedade e aprendizagem. A qualidade de vida relacionada às necessidades concretas da população, e suas dimensões subjetivas, estão associadas às vivências, valores, costumes e condições do espaço físico e relacional. Por fim, utilizar o referencial teórico das redes possibilitou avanços importantes no sentido de compreender o papel das mesmas no desenvolvimento do arranjo produtivo cafeeiro. Conclui-se que as redes sociais promovem sinergias entre os atores sociais; dinamizam a economia por meio da mobilização dos recursos; favorecem a acumulação de capital humano e social e propiciam a melhoria da qualidade de vida.
In the agricultural sector, coffee is one of the most important products, being produced mainly by small farmers. And the Holy Spirit, with only 0.5% of Brazil's second largest coffee producer in Brazil, with 25% of national production. However, despite the evolution of coffee Espirito Santo, with emphasis on the cultivation of Arabica coffee, mainly to improve the quality of coffee production conilon, known as robust, increasing productivity, there are still serious problems and difficulties in this sector agriculture. Thus, it is assumed that the development of networks and access to institutions and organizations related to both the production and reproduction of family units, can play an important role in the improvement of living conditions of these families, and mobilize assets, which are fundamental to increase the capacity of the families become change agents. Thus, this study aimed to analyze the morphology of established social networks among small rural farmers coffee production arrangement, the city of Castelo/ES, and its implications in the process of social production and reproduction of family units. It is then a case study, which has an exploratory nature, with a quantitative-qualitative approach, which is to study the local municipality of Castelo/ES. It was decided by the municipality according to even have a higher representation in relation to coffee production in the southern state of both the Arabica and conilon. The population surveyed consisted of farmers, coffee growers, there are at least five years. Results showed that farmers mainly male, married, aged 29-59 years with incomplete primary education, lived in rural areas, engaging with the main coffee production practices of the arrangement, whose technological index ranged from fair (arabica coffee) to good (conilon coffee).The morphology analysis of social networks showed that the relationship did not involve only the economic sphere, but also a symbolic dimension, which gives meaning to work. Coffee production in the arrangement of Espirito Santo, the relations between the elements of social networks, formal and informal, involving intimate interactions (mostly family and friends/neighbors), exchange of services and transmission of information, and monetary transactions, primarily with networks providing services. It is considered that the relations of reciprocity and, especially, the close links between social actors are the means by which networks are founded and established, helping to create opportunities and promote solidarity and learning. The quality of life related to the specific needs of the population, and its subjective dimensions, are associated with experiences, values, customs and conditions of the physical and relational. Finally, using the theoretical network enabled significant advances towards understanding the role of the same arrangement in the development of coffee production. It is concluded that social networks promote synergies between social actors; streamline the economy through mobilization of resources, favoring the accumulation of human and social capital and provide a better quality of life.
Palavras-chave: Redes sociais
Qualidade de vida
Arranjo Produtivo Cafeeiro
Social networks
Quality of life
Coffee Production Arrangement
CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIA DOMESTICA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Economia familiar; Estudo da família; Teoria econômica e Educação do consumidor
Programa: Mestrado em Economia Doméstica
Citação: ALBERGARIA, Alessandra Vasconcelos. Productive arrangement coffee, social networking and quality of life: a study with family farmers of the Espirito Santo. 2012. 177 f. Dissertação (Mestrado em Economia familiar; Estudo da família; Teoria econômica e Educação do consumidor) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2012.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/3356
Data do documento: 27-Mar-2012
Aparece nas coleções:Economia Doméstica

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf1,14 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.