Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/3380
Tipo: Dissertação
Título: Repercussões do CAPS para a administração do tempo e qualidade de vida das famílias, Viçosa/MG
Título(s) alternativo(s): Effects of CAPS on the time management and quality of life of families, Viçosa/MG
Autor(es): Silva, Lucíola Lourenço da
Primeiro Orientador: Mafra, Simone Caldas Tavares
Primeiro coorientador: Teixeira, Karla Maria Damiano
Segundo coorientador: Loreto, Maria das Dores Saraiva de
Primeiro avaliador: Pereira, Eveline Torres
Segundo avaliador: Silva, Neuza Maria da
Abstract: As transformações ocorridas no campo da saúde mental no Brasil, através da busca pela extinção dos manicômios e da criação de novos serviços de caráter mais humanizado, que procuram estimular a inserção social e familiar dos portadores de transtorno mental, respeitando suas particularidades, a exemplo dos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS), possibilitaram que a família tivesse convivência cotidiana com seu familiar doente. Essa convivência fez que a família incluísse em suas tarefas diárias o cuidado ao portador de transtorno mental (PTM) e, com isso, fosse necessário administrar seu tempo para o alcance do equilíbrio do sistema familiar e, consequentemente, melhoria da qualidade de vida. Essas mudanças ocorridas no campo da saúde mental e a reinserção do doente mental no âmbito familiar suscitaram os objetivos do estudo, que são: caracterizar o perfil socioeconômico e demográfico, pessoal e familiar dos usuários do CAPS e dos seus cuidadores; identificar e analisar as mudanças enfrentadas pela família após a reintegração do PTM na residência, bem como suas estratégias para reassumir os cuidados a ele; conhecer e examinar a administração do tempo pela família do PTM, em função dos cuidados a ele despendidos; e analisar a percepção da família sobre as mudanças na administração do tempo familiar influenciadas pelo CAPS, bem como a influência do serviço em sua qualidade de vida. A pesquisa foi realizada em abordagem qualitativa, de caráter exploratório-descritivo, tendo sido adotado o estudo de caso como proposta metodológica. As técnicas de coleta de dados foram a análise documental, o questionário e a entrevista embasada em um roteiro semiestruturado, que foram aplicados a 11 familiares cuidadores dos portadores de transtornos mentais atendidos entre abril e junho de 2009, no CAPS. Foi verificado que o surgimento do transtorno mental gerou mudanças na organização e dinâmica das famílias, que se reorganizaram para as exigências do cuidado, tendo que abandonar as atividades do seu cotidiano, sem terem, muitas vezes, o conhecimento necessário para o processo de decisão diante dos cuidados exigidos. Verificou-se que a administração do tempo da família foi diretamente influenciada pelo estado de saúde do PTM que, quando se encontrava mais independente, possibilitava maior independência para a família na realização de outras atividades. O CAPS foi percebido pelas famílias como local de auxílio, apoio emocional e econômico, sendo favorável à administração do tempo e à melhoria da qualidade de vida. Assim, conclui-se que esse ambiente institucional, criado nos moldes da Reforma Psiquiátrica, que tem a família como parceira no processo de cuidado, pautado na obrigação pessoal, afetividade e reciprocidade, tem permitido melhor organização do tempo, com reflexos positivos na qualidade de vida.
The changes in the mental health field in Brazil that have occurred through the search for the extinction of asylums and the creation of new more humane services, seeking to stimulate social and family relationships of patients with mental disorders while respecting their particularities, like the Psychosocial Attention Centers (CAPS), allowed families to live daily with their sick relative. This proximity has made it so that the family includes in their daily life the care of the mentally ill (PTM) and, therefore, it becomes necessary to manage their time to achieve a balance in the family system and thus improve their quality of life. These changes that have occurred in the field of mental health and rehabilitation of mental patients in the family gave raise to the study s objectives, which are: to characterize the socioeconomic and demographic profile, personal and family lives of CAPS users and their care takers, to identify and analyze the changes faced by the family after the reinstatement of the PTM to the residence, as well as their strategies to resume caring for them, and examining the time administration of the family of the PTM, as a function of the care he expended, and to analyze the perception of the family about the changes in family time management influenced by the CAPS, as well as the influence of service in their quality of life. The survey was conducted in a qualitative approach, exploratory and descriptive, having adopted the case study as a methodological approach. The techniques of data collection were document analysis, questionnaires and interviews based on a semistructured script, which were applied to 11 family caregivers of mental patients treated between April and June 2009 in CAPS. It was found that the onset of mental disorder has led to changes in the organization and dynamics of families, which reorganize themselves to accommodate the care taking demands, having to leave their daily activities, often without the necessary knowledge to make decisions for the required care. It was found that the administration of family time was directly influenced by the health status of the PTMs which, when more independent, allowed more independence for the family in carrying out other activities. CAPS was perceived by families as a local aid, emotional and economic support, and was favored in time management and the improvement in the quality of life. Thus, it can be concluded that the institutional environment, created in the mold of the Psychiatric Reform, which has the family as a partner in the care process guided by personal obligation, affection and reciprocity, has allowed better organization of time with positive effects on the quality of life.
Palavras-chave: Administração do tempo familiar
Centro e atenção psicossocial
Qualidade de vida
Time management family
Centre and psychosocial care
Quality of life
CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIA DOMESTICA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Economia familiar; Estudo da família; Teoria econômica e Educação do consumidor
Programa: Mestrado em Economia Doméstica
Citação: SILVA, Lucíola Lourenço da. Effects of CAPS on the time management and quality of life of families, Viçosa/MG. 2010. 169 f. Dissertação (Mestrado em Economia familiar; Estudo da família; Teoria econômica e Educação do consumidor) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2010.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/3380
Data do documento: 28-Jun-2010
Aparece nas coleções:Economia Doméstica

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf828,86 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.