Locus  

O fenômeno do alcoolismo: projetos de vida e redes de apoio

Show simple item record

dc.creator Vilela, Janaína Soares
dc.date.accessioned 2015-03-26T13:19:59Z
dc.date.available 2015-01-09
dc.date.available 2015-03-26T13:19:59Z
dc.date.issued 2012-12-17
dc.identifier.citation VILELA, Janaína Soares. The alcoholism phenomenon: life projects and support networks. 2012. 177 f. Dissertação (Mestrado em Economia familiar; Estudo da família; Teoria econômica e Educação do consumidor) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2012. por
dc.identifier.uri http://locus.ufv.br/handle/123456789/3402
dc.description.abstract O álcool é uma das poucas drogas psicotrópicas que tem seu consumo admitido e incentivado pela sociedade. Estima-se que cerca de 90% da população consome álcool. De cada dez consumidores, um tem problema de alcoolismo, com repercussões tanto no âmbito da saúde pública, quanto na vida pessoal, familiar e social do dependente. Tal situação leva a que famílias a recorram à ajuda externa, no sentido de apoiá-las no processo de recuperação e tratamento de seus membros dependentes. Nesse sentido, as principais questões que esta pesquisa pretendeu responder foram: Quais são as implicações do alcoolismo nos projetos de vida dos dependentes? Como as redes de apoio formal (as comunidades terapêuticas) e informal (família, amigos, vizinhos, etc.) interferem no processo de tratamento do doente? Diante desta realidade, o objetivo geral deste trabalho concentrou-se em analisar a realidade do alcoólatra e de sua família, examinando as repercussões do alcoolismo sobre projetos de vida e redes de apoio, assim como avaliar a efetividade do programa de uma comunidade terapêutica de Minas Gerais, como rede formal concreta de apoio ao alcoólatra, considerando o estágio de dependência. Tratou-se de uma pesquisa de natureza quantitativa e qualitativa, uma vez que ambas as abordagens se complementam, de caráter exploratório- descritivo, do tipo estudo de caso. Para satisfazer os objetivos propostos, a população envolvida compreendeu as Comunidades Terapêuticas de Minas Gerais. Para o estudo in loco, foi selecionado os residentes e egressos da Casa de Acolhimento São Francisco de Assis, em Ouro Preto/MG e suas respectivas famílias, além dos responsáveis pelo funcionamento da referida comunidade. A escolha da comunidade, seus dependentes e familiares dependeu da concordância com a aceitação da pesquisa. Para a coleta de dados foi utilizado um questionário enviado por e-mail para os coordenadores das comunidades do estado e uma entrevista semi-estruturada, que foi aplicada junto aos dependentes, familiares e responsáveis técnicos. Os dados foram analisados, por meio da análise estatística e análise de conteúdo, discutidos a partir de literatura pertinente. Resultados mostraram que, em relação às metodologias utilizadas pelas comunidades terapêuticas de Minas Gerais, 60% trabalham com a metodologia dos 12 passos para o Cristão, que consiste em princípios ligados à religiosidade. As demais Comunidades Terapêuticas que não utilizam a referida metodologia consideram a espiritualidade como fundamental no tratamento da síndrome da dependência alcoólica; além da abordagem interdisciplinar, que enfatize a autoestima do dependente e o desejo de se recuperar. Com relação às redes de apoio acionadas para o tratamento do alcoolismo, as redes de íntimos, representada principalmente pelas famílias, foram as redes mais acionadas; seguidas pelas redes formais representadas pelas comunidades terapêuticas. Já, em relação à interferência do alcoolismo nos projetos de vida, ficou evidenciado que este interfere em todos os domínios da vida dos indivíduos, sejam familiares, comunitários, profissionais, financeiros, espirituais, médicos e psicológicos, mas a interferência se dá em especial no domínio familiar, levando muitas vezes à separação conjugal e degradação das relações familiares. No que se refere à efetividade do tratamento do alcoolismo, pode-se perceber que esta ocorre de forma parcial, devido à taxa de recuperação ser de apenas 30%, apesar de estar de acordo com a média nacional. Além disso, ficou claro que o bom resultado não depende somente das metodologias adotadas no tratamento, mas também da aceitação e a colaboração do indivíduo em se tratar. Neste sentido, pode-se concluir que, na avaliação das metodologias utilizadas nas Comunidades Terapêuticas de Minas Gerais, a recuperação do dependente depende da força de vontade do indivíduo em se tratar, bem como da utilização de técnicas, fundamentadas na espiritualidade, vistas como essenciais para a conquista de bons resultados. O alcoolismo pode ser considerado como uma doença social, pois atinge não apenas o indivíduo, mas todo o seu meio, interferindo de forma incisiva nos projetos de vida tanto dos dependentes quanto de suas famílias, que constituem a rede social mais acionada no tratamento e recuperação do dependente, seguida das comunidades terapêuticas (redes formais). A efetividade das metodologias adotadas pela Casa em questão possui um alcance parcial dos seus objetivos, em função da taxa de recuperação e limitações de recursos humanos especializados e de infra-estruturas adequadas. Entretanto, a influência da metodologia nas mudanças das condições de vida dos dependentes e familiares compensa o desvio entre o esperado e o realizado, em termos de recuperação e reinserção social. Sugere-se que mais trabalhos sejam desenvolvidos, especialmente tratando o alcoolismo como um problema social, e não apenas como uma doença. pt_BR
dc.description.abstract Alcohol is one of the few psychotropic drugs with consumption admitted and encouraged by society. It is estimated that about 90% of the population consume alcohol. From ten consumers, one has alcoholism problem with consequences either in the public health as in his personal, familial, and social life. This situation leads families to look for external assistance in order to assist them in the rehabilitation process and treatment of their dependent members. In this direction, the main issues that this research sought to answer were: What are the implications of alcoholism on projects of dependents' life? How the formal support networks (therapeutic communities) and informal (family, friends, neighbors) interfere with the patient's treatment process? Facing this reality, this work aims mainly to analyze the reality of the alcoholic and his family, examining the effects of alcoholism on life projects and support networks, as well as to evaluate the effectiveness of a therapeutic community program of Minas Gerais State (MG), Brazil, as formal and actual network for supporting alcoholics individuals, considering the alcohol dependence stage. This was a survey of quantitative and qualitative nature, since both approaches are complementary, exploratory, and descriptive as a case study. To meet its proposed objectives, the involved population were comprised by all Therapeutic Communities of Minas Gerais State. For studying "in loco", residents and egressed from Casa de Acolhimento São Francisco de Assis (Hospitality House São Francisco de Assis) in Ouro Preto City/MG and their respective families were selected besides the operation staff of that community. The choice for this community, its dependents, and families for this research was made on agreement and consent from them. To collect data, a questionnaire was sent by e-mail to coordinators of the state communities and a semi-structured interview was applied to dependents, relatives, and technical managers. The data were analyzed by statistical and content analysis and then they were discussed based on related literature. Results showed that, in relation to the methodologies used by therapeutic communities of Minas Gerais, 60% are adopting Christian 12-Step (Drug Rehabilitation and Recovery program), which consists of principles related to religiosity. The remaining Therapeutic Communities that do not use the above methodology consider spirituality as fundamental in the treatment of alcoholic dependence syndrome, beyond interdisciplinary approach, which involves the self-esteem and the desire to own recovery. Regarding the support networks contacted to alcoholism treatment, intimate networks represented mainly by families were the most activated, followed by formal networks represented by therapeutic communities. Concerning the life projects, it was shown that the alcoholism interferes in all areas of individuals‟ life, whether familial, communautaire, professional, financial, spiritual, medical, and psychological; the interference was evident particularly in familial domain, often leading to marital separation and breakdown of family relationships. With regard to the effectiveness, it was clear that the alcoholism treatment occurs in a partial way, considering that the recovery rate is only 30%, despite in accordance with the national average. Moreover, it was clear that the good result does not depend only on the used methodologies, but also the acceptance and cooperation of the individual in treatment. In this sense, it can be concluded that, in assessing the used methodologies in Therapeutic Communities of Minas Gerais, the dependent recovery depends on the own willpower in treatment and the use of techniques based on spirituality that were seen as essential for achieving good results. Alcoholism can be considered as a social disease because it affects not only the individual but his entire environment, interfering with an incisive way in life projects, in both the dependents and their families, which constitute the social network more activated in treatment and recovery, followed by the therapeutic communities (formal networks). The effectiveness of the methodologies adopted by the Casa de Acolhimento São Francisco de Assis reachs the goals partially, according to the recovery rate and limitations of specialized human resources and adequate infrastructure. However, the influence of methodology in changing the living conditions of dependents and relatives compensates the difference between the expected and reached results, in terms of recovery and social reintegration. It is suggested that more work must be developed, especially treating alcoholism as a social problem and not just as a disease. eng
dc.description.sponsorship Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
dc.format application/pdf por
dc.language por por
dc.publisher Universidade Federal de Viçosa por
dc.rights Acesso Aberto por
dc.subject Alcoolismo por
dc.subject Redes sociais por
dc.subject Comunidades terapêuticas por
dc.subject Alcoolismo - Tratamento por
dc.subject Alcoholism eng
dc.subject Social networks eng
dc.subject Therapeutic communities eng
dc.subject Alcoholism - Treatment eng
dc.title O fenômeno do alcoolismo: projetos de vida e redes de apoio por
dc.title.alternative The alcoholism phenomenon: life projects and support networks eng
dc.type Dissertação por
dc.contributor.advisor-co1 Ferreira, Marco Aurélio Marques
dc.contributor.advisor-co1Lattes http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4760230Y0 por
dc.publisher.country BR por
dc.publisher.department Economia familiar; Estudo da família; Teoria econômica e Educação do consumidor por
dc.publisher.program Mestrado em Economia Doméstica por
dc.publisher.initials UFV por
dc.subject.cnpq CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIA DOMESTICA por
dc.creator.lattes http://lattes.cnpq.br/2315870725905163 por
dc.contributor.advisor1 Loreto, Maria das Dores Saraiva de
dc.contributor.advisor1Lattes http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4787872U2 por
dc.contributor.referee1 Silva, Douglas Mansur da
dc.contributor.referee1Lattes http://lattes.cnpq.br/1812859470131233 por
dc.contributor.referee2 Reis, Lílian Perdigão Caixêta
dc.contributor.referee2Lattes http://lattes.cnpq.br/2710436780723053 por


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

  • Economia Doméstica [281]
    Teses e dissertações defendidas no Programa de Pós-Graduação em Economia Doméstica

Show simple item record

Search DSpace


Browse

My Account