Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/3403
Tipo: Dissertação
Título: Análise do processo decisório familiar concernente à saúde bucal: fatores determinantes e implicações do tratamento ortodôntico
Título(s) alternativo(s): Analysis of the family decision making process concerning oral health: decisive factors and implications in orthodontic treatment
Autor(es): Ramos, Thais Cristina Vasconcelos
Primeiro Orientador: Loreto, Maria das Dores Saraiva de
Primeiro coorientador: Teixeira, Karla Maria Damiano
Segundo coorientador: Vargas, Andréa Maria Duarte
Primeiro avaliador: Ferreira, Efigênia Ferreira e
Segundo avaliador: Mafra, Simone Caldas Tavares
Abstract: As oclusopatias possuem alta prevalência em adolescentes brasileiros. Porém, mesmo com a Política Nacional de Saúde Bucal, que oferece à população uma rede de tratamentos odontológicos especializados, o serviço de ortodontia na saúde pública ainda é muito incipiente. Neste sentido, pressupõe- se que, a partir das diversas demandas e necessidades da família, esta deverá buscar alocação e manejo eficiente de seus recursos. Sendo assim, esta pesquisa objetivou analisar como a família percebe, estrutura e se organiza, em termos do processo de tomada de decisão relativo à saúde bucal, examinando seus fatores determinantes e implicações sobre os subsistemas pessoal e administrativo da unidade familiar. Mais especificamente, buscou-se caracterizar a saúde bucal no cenário brasileiro e mineiro, caracterizando o desenvolvimento das políticas de prevenção, promoção, recuperação e manutenção da saúde bucal, e o exercício da prática ortodôntica, em função das percepções dos ortodontistas do município de Bambuí/MG sobre o contexto de saúde bucal, bem como sobre o tratamento e o processo decisório familiar. Além disso, foram analisadas as representações sociais das mães acerca da saúde bucal e do tratamento ortodôntico, a fim de se entender qual o sentido e o significado atribuídos pelo segmento materno a estes serviços. Posteriormente, foram identificados os papéis, as etapas e os fatores intervenientes no processo decisório referente ao uso do aparelho ortodôntico pelo adolescente, bem como suas implicações sobre os subsistemas pessoal e administrativo da família. Como procedimento metodológico, foi feito uso da pesquisa documental sobre dados da Odontologia no Brasil e em Minas Gerais, como também de entrevistas semiestruturadas com ortodontistas e com mães ou responsáveis por adolescentes que são submetidos a tratamento ortodôntico, no município de Bambuí/MG. Os profissionais foram entrevistados em sua totalidade, enquanto que a amostra das mães foi definida por critério de quotas, relacionado ao número de famílias repassadas à pesquisadora por cada dentista. Os resultados mostraram uma diversificação do mercado de trabalho odontológico, porém, com o exercício predominantemente privado e com a prática clínica ainda centrada no modelo curativista e normativo. A ortodontia é a especialidade que mais desperta interesse em dentistas, sendo a região Sudeste do Brasil a que mais concentra ortodontistas. Em nível local, os odontólogos ressaltaram os avanços na Odontologia local, com maior conhecimento da população por serviços de saúde bucal. Além disso, destacaram os baixos valores cobrados pelos procedimentos clínicos, muitas vezes, fruto da baixa renda da população de Bambuí/MG e do aumento do número de profissionais. Com relação ao processo decisório, os ortodontistas identificam as mães como tomadoras de decisão quanto ao tratamento, sendo a estética ou a insatisfação com a aparência dento facial o principal motivo pela procura do serviço ortodôntico. As mães associam a saúde bucal à ausência de doença. Seu significado é traduzido em termos de cuidado, simbolizado por idas ao dentista, higiene e tratamento curativo. A aparência e a estética são consideradas essenciais para uma boa saúde bucal, sendo o tratamento ortodôntico o símbolo da conquista de dentes perfeitos . Assim, as mães revelaram-se como componente essencial para o desenvolvimento das etapas do processo decisório, sendo seus comportamentos cognitivo e afetivo determinantes das estratégias de promoção da saúde bucal. A mudança no uso dos recursos familiares, em termos de realocação e manejo, envolveu decisões por prioridades, fundamentadas na lógica da produção simbólica, com reflexos sobre o subsistema administrativo familiar, cujo orçamento sofreu reajustes e controle de gastos, com a finalidade de manter o tratamento ortodôntico dos filhos e buscar a adaptabilidade do sistema familiar.
Malocclusions have high incidence among teenagers; however, notwithstanding fact that the National Politics of Oral Health offers the population a net of specialized dental treatments, the service of orthodontics in the public health system is still very incipient. In this sense, it is estimated that, from the diverse demands and necessities of the family, this will have to look for allocation and management of its resources for the accomplishment of the orthodontic treatment. Being thus, this research aimed to analyze as the family perceives, structures and organizes itself in terms of the decision-making process regarding oral health, examining its determinative factors and implications on the personal and administrative subsystem of the familiar unit. More specifically, this paper aimed to characterize oral health in the Brazilian and Minas Gerais state scenario, taking in account the development of the politics of prevention, promotion, recovery and maintenance of oral health; the exercise of orthodontic practice, as to the perceptions of the orthodontists from Bambuí/MG regarding oral health, as well as the treatment and the familiar decision process. Moreover, mothers social representations concerning oral health and orthodontic treatment were analyzed, in order to understand the sense and meaning attributed by the maternal segment to these services. Later, were identified the roles, stages and intervenient factors on the decision process related to the use of orthodontic appliances by the adolescent, as well as its implications on the personal and administrative subsystem of the family. The methodology consisted of a documentary research on dentistry data, in Brazil and Minas Gerais, as well as half-structured interviews with orthodontists and mothers, or another responsible person, of the teenagers submitted to orthodontic treatment in the city of Bambuí. The professionals were interviewed in their totality, whereas the mothers sample was defined by quota criterion, related to the number of families indicated by each dentist. The results showed a diversification of the dentistry labor market, even though the practice is predominantly private and still centered in the curative and normative model. Orthodontics is the specialty that arouses more interest among dentists, and southeastern Brazil is the region that concentrates the highest number of orthodontists. At a local level, the orthodontists emphasized the advances of dentistry in the city, with greater knowledge of the population about oral health services. Moreover, they highlighted the low fees charged for the clinical procedures, as being due to the population low income as well as to the increasing number of professionals. When it concerns the decision process, the orthodontists identify mothers as the decision-makers of the treatment, being aesthetic or the insatifaction with the dentofacial appearance the main reason for the demand for orthodontic services. Oral health is associated, by the mothers, to the absence of diseases. Its meaning is translated into care, which is symbolized by dental appointments, hygiene and curative treatment. The appearance and the aesthetics are considered essential for a good oral health, being the orthodontic treatment the symbol of the acquisition of perfect teeth. Thus, mothers showed as essential components for the development of the stages of the decision process, being their cognitive and affective behavior determinant of the strategies for the promotion of oral health. The change in use of the familiar resources, in terms of reallocation and management, involved setting priorities, based on the logic of the symbolic production, with consequences on the familiar administrative subsystem, whose budget suffered readjustments and expenses control, with the purpose of keeping up the orthodontic treatment of their children and search for the adaptability of the familiar system, considering its social insertion.
Palavras-chave: Saúde bucal - Aspectos sociais - Bambuí (MG)
Família
Processo decisório
Ortodontia - Tratamento - Aspectos sociais
Ortodontia - Tratamento - Aspectos econômicos
Mercado de trabalho
Oral health - Social aspects - Bamburgh (MG)
Family
Decision making
Orthodontics - Treatment - Social aspects
Orthodontics - Treatment - Economic aspects
Labor market
CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIA DOMESTICA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Economia familiar; Estudo da família; Teoria econômica e Educação do consumidor
Programa: Mestrado em Economia Doméstica
Citação: RAMOS, Thais Cristina Vasconcelos. Analysis of the family decision making process concerning oral health: decisive factors and implications in orthodontic treatment. 2011. 106 f. Dissertação (Mestrado em Economia familiar; Estudo da família; Teoria econômica e Educação do consumidor) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2011.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/3403
Data do documento: 30-Mar-2011
Aparece nas coleções:Economia Doméstica

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf643,49 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.