Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/3408
Tipo: Dissertação
Título: Análise das condições de trabalho dos educadores numa perspectiva ergonômica: o caso do Laboratório de Desenvolvimento Infantil
Título(s) alternativo(s): Analysis of the conditions of work of the educators in an ergonomic perspective: the case of the Infantile Development Laboratory
Autor(es): Alexandre, Adla Alves
Primeiro Orientador: Mafra, Simone Caldas Tavares
Primeiro coorientador: Barreto, Maria de Lourdes Mattos
Segundo coorientador: Juvêncio, José de Fátima
Primeiro avaliador: Santana, ângela Maria Campos
Segundo avaliador: Silva, Neuza Maria da
Abstract: A forma de organização do espaço de uma sala-ambiente onde são realizadas atividades pedagógicas e a dinâmica definida para a relação entre os seus diversos componentes irão refletir o cenário da aprendizagem e do processo de desenvolvimento infantil. Considerando este aspecto, o espaço deve, além de atender a seus objetivos, proporcionar conforto, bem-estar, saúde e segurança aos seus usuários para a realização do seu trabalho. Logo, problematiza-se que o fato de o trabalhador/educador atuar em um ambiente projetado para atender às crianças poderá ocasionar problemas referentes à saúde, ao bem-estar, à segurança e ao conforto, o que influenciará, diretamente, a sua qualidade de vida no trabalho. O objetivo deste estudo foi analisar as condições de trabalho e suas implicações nas atividades realizadas na sala-ambiente e sobre a qualidade de vida no trabalho (QVT) dos educadores que atuam nas instituições de educação infantil com crianças de 2 a 5 anos de idade. A pesquisa foi realizada no Laboratório de Desenvolvimento Infantil (LDI), localizado no campus da Universidade Federal de Viçosa, em Viçosa, Minas Gerais, sendo a população do estudo as educadoras da sala 3, que atendem a crianças de 3 a 4 anos de idade. Para a realização da coleta de dados foram utilizadas entrevistas com os educadores e observações das atividades realizadas na sala, utilizando-se filmagens e fotografias como instrumentos de registro. Os dados obtidos indicam que há aspectos positivos e negativos em relação à QVT das educadoras; que as funções prescritas pela instituição são condizentes com a rotina e as atividades desenvolvidas; que as educadoras adotam posturas inadequadas na realização destas, havendo necessidade de uma intervenção ergonômica nesse sentido; e que, em relação ao mobiliário, a cuba, onde é realizada a higienização das crianças, é o equipamento que mais causa prejuízo à manutenção de posturas adequadas. A análise dos dados obtidos subsidiou a estruturação de uma proposta de instrumento de avaliação das condições de trabalho dos educadores de crianças de 2 a 5 anos de idade, considerando o uso do corpo. Este instrumento é composto por três fichas de observação, relacionando-se as posturas corporais adotadas nas diferentes áreas de interesse e o tempo de permanência, a freqüência de comportamentos e a representação das posturas adotadas durante a execução do trabalho. Concluiu-se que a organização do ambiente nas salas não oferece condições de trabalho às educadoras, no que se refere à adoção de posturas laborais adequadas na realização de determinadas atividades, e que a partir da análise das suas condições de trabalho podem ser feitos um diagnóstico e uma proposta de ação para promover melhoria na sua QVT.
The form of organization of the room s space where the activities and the defined dynamics for the relation between its diverse components are carried through will reflect the scenario for the learning and the process of infantile development. Considering this aspect, the work space must, beyond taking care of its objectives, to provide comfort, well-being, health and security to its users for the realization of its work. So, the objective of this study was to analyze the implications of the activities carried through the room-environment on the Quality Work Life (QWL) of the educators who act in the institutions of Infantile Education with children from 2 to 5 years old. The present study it was carried through the Infantile Development Laboratory (LDI), located at the Federal University of Viçosa, in Viçosa, state of Minas Gerais, being the study population the educators of the room 3 that take care of children from 3 to 5 years old. For the realization of the data collection, interviews and observations of the activities had been used, using filmings and photographs as register instruments. The gotten data indicate that it has positive and negative aspects in relation to the QWL of the educators; that the functions prescribed by the institution are sintable for the routine and activities developed; the educators adopt inadequate postures in their realization, having necessity of an ergonomic intervention in this sense and relation to the furniture, the tub, where the hygienic cleaning of the children is carried through, is the equipment that more cause damage to the maintenance of adequate postures. The analysis of the gotten data subsidized the formulation of a proposal of an instrument of evaluation of the work s conditions of work of the educators of children from 2 to 5 years old, considering body s usage. This instrument is composed for observations cards relating the adopted corporal postures in the different areas of interest; the postures and the time of permanence, the frequency of behaviors and the representation of the postures adopted during the execution of the work. The organization of the environment in the rooms does not offer adequate conditions of work to the educators, as for the adoption of inadequate labor postures in the realization of determined activities and that from the analysis of the conditions of work of the same ones it can become a diagnosis and a proposal of action to promote an improvement in the QWL of them.
Palavras-chave: Professores de educação pré-escolar - Satisfação no trabalho - Viçosa (MG)
Qualidade de vida no trabalho
Ergonomia
Educação de crianças
Preschool education teachers - Job satisfaction - Viçosa (MG)
Quality of life at work
Ergonomics
Education of children
CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIA DOMESTICA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Economia familiar; Estudo da família; Teoria econômica e Educação do consumidor
Programa: Mestrado em Economia Doméstica
Citação: ALEXANDRE, Adla Alves. Analysis of the conditions of work of the educators in an ergonomic perspective: the case of the Infantile Development Laboratory. 2007. 125 f. Dissertação (Mestrado em Economia familiar; Estudo da família; Teoria econômica e Educação do consumidor) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2007.
Tipo de Acesso: Acesso Embargado
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/3408
Data do documento: 28-Jun-2007
Aparece nas coleções:Economia Doméstica

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf
  Until 2999-01-01
1,69 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir    Solictar uma cópia


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.