Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/3417
Tipo: Dissertação
Título: A emigração sob o olhar de quem fica: uma análise das experiências de famílias do município de Ipaba-MG
Título(s) alternativo(s): Emigration in the eyes of those who stay behind: analysis of family experiences in Ipaba - MG
Autor(es): Coelho, Luciane Germano Simões
Primeiro Orientador: Pinto, Neide Maria de Almeida
Primeiro coorientador: Fiúza, Ana Louise de Carvalho
Segundo coorientador: Doula, Sheila Maria
Primeiro avaliador: Teixeira, Karla Maria Damiano
Segundo avaliador: Soares, Jeferson Boechat
Abstract: A migração internacional de brasileiros ganha destaque nas últimas décadas. O Brasil, historicamente conhecido como destino de diversas correntes migratórias, especialmente a partir de 1980, presencia um volume expressivo de brasileiros em direção a outros países. Com o processo de globalização contemporânea e as profundas modificações que assolam o mundo do trabalho, esta tem sido a saída encontrada por muitos brasileiros na busca pela melhoria do nível de vida. Com a ausência desse integrante, a família que fica passa a vivenciar novas experiências e transformações. Portanto, este trabalho teve como objetivo analisar as conseqüências da migração internacional nas famílias que tiveram um ou mais de seus membros migrando para o exterior e o significado dessa experiência para o grupo, bem como analisar as transformações que a migração internacional vem provocando na economia e no espaço urbano do município de Ipaba-MG. A pesquisa de abordagem qualitativa contou com entrevista semi-estruturada realizada com 12 famílias de migrantes desse município, além de discussão teórica sobre as temáticas migração internacional, família e rede social. Os resultados demonstraram que em Ipaba os indivíduos migram para os Estados Unidos em busca do sonho de obtenção da casa própria. Para realização desse projeto, contam com a presença dos membros da família, que auxiliam tanto nos recursos da partida, nos interesses deixados pelo migrante no município de origem, como também prestam apoio necessário para a chegada do migrante através da rede social. Com as remessas enviadas pelo migrante às famílias que ficam, a economia do município vem gradativamente se desenvolvendo, especialmente no setor da construção civil, através das casas que são construídas, modificando o espaço urbano da cidade. Ainda assim, a migração provoca transformações na organização familiar, especialmente no que se refere às mudanças de papéis sociais ocorridas nas famílias de pais migrantes. Com a saída do pai, cabe à mãe, sozinha , comandar a casa, os filhos e até as finanças, ampliando o seu papel diante do grupo familiar. No entanto, observou-se também a existência de estratégias que são criadas para a manutenção do poder e da autoridade do pai que migrou e da perda do papel das esposas, que passam a viver com a ausência dos maridos. Para as famílias, a experiência migratória pode significar possibilidades de melhoria das condições de vida, possibilidades de aprendizagem de uma convivência longe de quem migrou e possibilidades de melhorias das relações familiares, promovidas pela distância e pela ausência. Conclui-se que a migração internacional do município de Ipaba é um projeto coletivo, ao refletir os anseios do grupo familiar,que para ser realizado tem a participação efetiva dos membros da família nas esferas financeira, social e emocional, além de ser um projeto com tempo e finalidade determinados, implicando continuamente perdas e ganhos para as famílias e para os migrantes.
International migration by Brazilians has significantly increased in the last decades. Historically known as the destination of several migratory groups, especially after 1980, Brazil witnesses today an expressive number of Brazilians leaving to other countries. Today s globalization and the profound world market changes have become the solution Brazilians have found in their search for better living conditions. In the absence of a family member, the family that stays behind undergoes new experiences and transformations. Thus, this work aimed to analyze the effect of international migration on the families whose member or members migrated to other countries and what this experience meant for the group, as well as to analyze the transformations that international migration has been causing on the economy and urban space of Ipaba-MG. The qualitative approach research included a semi-structured interview of 12 migrant families from this municipality as well as a theoretical discussion on the topics international migration, family, and social network. The results showed that people migrate from Ibapa to the United States to fulfill the dream of having their own house. In order to fulfill this dream, they can count on their family members who help fund their trip, look after their interests in town and also provide the necessary support for their return through the formation of a social network. With the money sent back to the family members, the municipality s economy has been gradually improving, especially in the civil construction sector through houses that are being built, changing the local urban space. Even so, migration changes family organization especially regarding social role changes occurring in the migrant s family. With the father leaving, the mother becomes the head of the family alone, taking care of the children, and even controlling the finances, expanding her role in the family group. However, we observed that strategies have been created to maintain the absent father s power and authority and the loss of the role of wives leading a life without their husbands. For the families, the migratory experience may mean the possibility of improved living conditions, and learning how to live separate lives, with the possibility of improved family relations promoted by distance and prolonged absence. It was concluded that international migration in the municipality of Ipaba is a collective project, as it reflects family expectations that are dependent on an effective participation of the family members financially, socially and emotionally, with defined time and purpose, continually implying in losses and gains for both the migrants and their families.
Palavras-chave: Migração internacional
Família
Rede social
International migration
Family
Social network
CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIA DOMESTICA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Economia familiar; Estudo da família; Teoria econômica e Educação do consumidor
Programa: Mestrado em Economia Doméstica
Citação: COELHO, Luciane Germano Simões. Emigration in the eyes of those who stay behind: analysis of family experiences in Ipaba - MG. 2007. 119 f. Dissertação (Mestrado em Economia familiar; Estudo da família; Teoria econômica e Educação do consumidor) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2007.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/3417
Data do documento: 30-Mai-2007
Aparece nas coleções:Economia Doméstica

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf831,76 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.