Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/3424
Tipo: Dissertação
Título: Representações sociais sobre ser professor: indícios da constituição da identidade docente
Título(s) alternativo(s): Social Representations about being a teacher: evidence of the formation of teacher identity
Autor(es): Reis, Anna Carolina de Lazzari
Primeiro Orientador: Braúna, Rita de Cássia de Alcântara
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Silva, Lourdes Helena da
metadata.dc.contributor.advisor-co2: Ferenc, Alvanize Valente Fernandes
metadata.dc.contributor.referee1: Silva, Luciano Campos da
Abstract: O presente trabalho possui como principal objetivo conhecer as representações sociais de professores em exercício, egressos do curso de Pedagogia, com até seis anos de formação, sobre o ser professor , visando a compreensão da constituição da identidade profissional. Tendo em vista, as atuais mudanças sociais que vêm ocorrendo em nossa sociedade, as quais parecem afetar diretamente o contexto educacional, é possível observar por parte dos professores uma dificuldade em definir e delimitar suas reais funções, gerando assim uma crise de identidade . Neste sentido, acreditamos ser importante trazer ao cenário a voz dos professores e questionar sobre os sentidos atribuídos ao ser professor . Dessa forma, na busca de resposta a esse questionamento, julgamos necessária a utilização, como base analítica, do construto das representações sociais, tentando compreender a influência da formação inicial e da experiência concreta do trabalho na construção dessas representações. Em relação à categoria identidade, eixo deste trabalho, pode-se dizer que se constitui de forma inerente ao processo de socialização, ou seja, a identidade é construída na interação social e cultural. Sendo assim, ressaltamos a importância da formação inicial e das discussões acerca da profissionalização docente. Foi adotada como perspectiva de trabalho, o desenvolvimento de uma pesquisa qualitativa, realizada através de questionários, entrevistas semiestruturadas que foram analisadas através da técnica de análise de conteúdo proposta por Bardin (1995). Para a realização da pesquisa foram entrevistadas 15 professoras e as representações sociais desse grupo nos revelou, em relação à identidade profissional docente, a existência de uma articulação conflituosa dos dois processos identitários, seja a identidade para si a qual é atribuída pelos próprios professores, seja a identidade para o outro, atribuída pela sociedade de uma maneira geral, além da predominância de uma dimensão moral, ou seja, afetiva, vocacional em relação à profissão docente.
The present study aims to analyze the social representations of teachers who have finished the Pedagogy course, with up to six years of experience. It also aims to understand the construction of the professional identity. Considering the current social changes our society has been going through, changes which seem to affect directly the educational context, it is possible to observe the difficulty teachers feel when it comes to defining their real role in the life of students, therefore creating an identity crisis . In this sense, it is believed that the opinions of teachers should be brought to the scenario to raise questions on the meanings attributed to being a teacher . In order to provide an answer to these questions, the construction of social representations is fundamental as an analytical basis. It is also necessary to try to understand the influence of academic experience and work experience on the construction of such representations. As for the identity category, axis of this study, it can be said that it is constituted along with the socialization process, which means that identities are built within social and cultural interaction. Thus, it is important to emphasize the initial teacher formation and the discussions on the professionalization of teachers. A qualitative research was carried out through the use of questionnaires and semi-structured interviews. The interviews were analyzed through the content technique of Bardin (1995). In order to accomplish this piece of research 15 teachers were interviewed and the social representations of this group revealed the existence of a conflictuous articulation between two identity processes: one being the identity teachers attribute to themselves and the other contemplates the identity attributed to teachers by society in general. The predominance of a moral and affective dimension related to teaching was also revealed as a result of the study.
Palavras-chave: Representações sociais
Identidade docente
Formação de professores
Social representations
Teacher identity
Training of teachers
CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
metadata.dc.publisher.department: Educação, estado e sociedade; formação de professores e práticas educativas
metadata.dc.publisher.program: Mestrado em Educação
Citação: REIS, Anna Carolina de Lazzari. Social Representations about being a teacher: evidence of the formation of teacher identity. 2011. 104 f. Dissertação (Mestrado em Educação, estado e sociedade; formação de professores e práticas educativas) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2011.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/3424
Data do documento: 19-Mai-2011
Aparece nas coleções:Educação

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf990,37 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.