Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/3447
Tipo: Dissertação
Título: As tendências internacionais e a universidade brasileira na primeira década dos anos 2000: ensino superior e produção de consenso
Título(s) alternativo(s): International trends and Brazilian university in the first decade of the 2000s: higher education and produce consensus
Autor(es): Thiengo, Lara Carlette
Primeiro Orientador: Mari, Cezar Luiz de
Primeiro coorientador: Gomes, Maria Carmen Aires
Primeiro avaliador: Evangelista, Olinda
Segundo avaliador: Azevedo, Denílson Santos de
Abstract: Esta dissertação teve como objetivo analisar a produção de consenso sobre a educação superior na primeira década dos anos 2000, considerando as orientações do banco mundial e sua incidência sobre as políticas públicas brasileiras. Dois documentos lançados na primeira e início da segunda década de 2000 pelo BM foram analisados: construir sociedades do conhecimento: novos caminhos para a educação terciária (2003) e aprendizagem para todos: investir no conhecimento das pessoas e habilidades para promover o desenvolvimento (2011). Estes documentos são analisados as luz da análise do discurso crítica (Fairclough, 2001; 2003) enquanto gêneros de governança, na medida em que veiculam ordenamentos e valores; e a partir do referencial gramsciano, que embasa a análise sócio-política de nossa empiria. Considerando o viés de análise a partir da materialização dessas tendências internacionais, um o programa lançados no ano de 2011 também fez parte de nosso corpus de análise: o Ciência sem Fronteiras. Nesse sentido, a materialização das orientações internacionais atua na tessitura de um consenso da educação superior em nossa sociedade. O consenso deve ser compreendido como mecanismo material vinculado à instrução e formação profissional na medida em que os programas atingem as camadas da população de modo diferente, tornando-as parceiras na continuidade do modelo de educação pretendido pelo estado liberal. A partir das análises, compreendemos que esse consenso tem suas bases na ideologia da globalização; na ideologia da sociedade do conhecimento (2003) que é transposta para uma sociedade dos aprendentes ; desenvolvimento de tecnologias de ponta e inovação (em um corte limitado); diversificação do ensino superior (educação terciária); necessidade de mão-de-obra qualificada aos atendimentos do mercado; alívio da pobreza e inserção social (atrelada a políticas assistencialistas); parceria com o setor privado; empregabilidade e, sobretudo, na característica da centralidade da educação como promotora (única) do desenvolvimento econômico e da melhoria da qualidade de vida.
This thesis aims to analyze the production of consensus about the higher education in the first decade of the 2000s, considering the guidelines of the World Bank and its impact on the public policies of Brazil. Two documents released in the first and early second decade of 2000 by World Banck were analyzed: Constructing knowledge societies: new directions for tertiary education (2003) and Learning for all: investing in people's knowledge and skills to promote development (2011). These documents are analyzed in the light of the Critical Discourse Analysis (Faiclough, 2001, 2003) while genres of governance, to the extent that they convey orders and values, and from the gramscian framework, which underlies the socio-political analysis of our empirical. Considering the bias analysis from the materialization of these international trends a program launched in 2011 was also part of our corpus of analysis: the science without borders. In this sense, the materialization of international guidelines in the fabric acts consensus of higher education in our society. Consensus should be understood as a material mechanism linked to education and vocational training to the extent that the programs reach segments of the population differently, making them partners in the continuing education model intended by the liberal state. From the analysis, we understand that this consensus has its foundations in the ideology of globalization, the ideology of the knowledge society (2003) which is incorporated into a "society of learners"; development of technologies and innovation (in a narrow slice) , diversification of higher education (tertiary education); need for skilled labor market to care; poverty alleviation and social inclusion (linked to welfare policies); partnership with the private sector and employment, especially in feature centrality of education as a promoter (single) economic development and improved quality of life.
Palavras-chave: Organismos internacionais
Universidade brasileira
Consenso
International bodies
Brazilian University
Consensus
CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Educação, estado e sociedade; formação de professores e práticas educativas
Programa: Mestrado em Educação
Citação: THIENGO, Lara Carlette. International trends and Brazilian university in the first decade of the 2000s: higher education and produce consensus. 2013. 140 f. Dissertação (Mestrado em Educação, estado e sociedade; formação de professores e práticas educativas) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2013.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/3447
Data do documento: 21-Mar-2013
Aparece nas coleções:Educação

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf1,21 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.