Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/3495
Tipo: Dissertação
Título: Avaliação dos fatores de risco cardiovasculares e síndrome metabólica em professores da educação básica
Título(s) alternativo(s): Assessment of cardiovascular risk factors and metabolic syndrome in basic education teachers
Autor(es): Oliveira, Renata Aparecida Rodrigues de
Primeiro Orientador: Marins, João Carlos Bouzas
Primeiro coorientador: Lima, Luciana Moreira
Primeiro avaliador: Britto, Raquel Rodrigues
Abstract: As doenças cardiovasculares são as principais causas de morbimortalidade no Brasil. Quando ocorre a presença da circunferência de cintura elevada associada a pelo menos mais dois fatores de risco cardiovascular em um mesmo indivíduo, tem-se a síndrome metabólica (SM), que aumenta ainda mais o risco de mortalidade. Algumas ocupações laborais propiciam um elevado risco aos indivíduos, devido as características inerentes da profissão. Diante disso, o presente estudo teve o objetivo de avaliar a prevalência de fatores de risco cardiovascular e SM na população de professores da educação básica do município de Viçosa-MG. Para análise dos dados, os resultados foram divididos em três capítulos: com o capítulo 1 tendo o objetivo de verificar a prevalência de SM, bem como os fatores de risco associados à presença desta síndrome; o capítulo 2 objetivou verificar a prevalência de sobrepeso e obesidade, além da associação entre um indicador antropométrico de obesidade geral com os fatores de risco cardiovascular; e o capítulo 3 teve o objetivo de verificar a relação do número de passos diários sobre os fatores de risco cardiovascular. Foram avaliados 200 professores da rede estadual e municipal, com média de idade 43,2 + 10,2 anos. Analisou-se o índice de massa corporal (IMC), circunferência de cintura (CC), circunferência abdominal, relação cintura-quadril, percentual de gordura corporal (%GC), pressão arterial sistólica e diastólica, glicose, colesterol total, lipoproteína de alta (HDL-C) e baixa densidade, índice aterogênico do plasma, colesterol não-HDL, triglicerídeos, tabagismo, assim como o escore de Framingham e número de passos diários. Assim, observou-se que a prevalência de SM foi de 20%. Sendo que, os fatores de risco mais prevalentes foram a CC elevada, seguido pelo HDL-C baixo, triglicerídeos elevado, hipertensão arterial e diabetes mellitus. Além disso, a idade, o estado nutricional e o nível de atividade física foram as variáveis associadas à SM. Foi encontrada elevada prevalência de sobrepeso/obesidade (58%), com o indicador de obesidade geral (IMC) associando-se com os principais fatores de risco cardiovascular. Porém, asx medidas de adiposidade central apresentaram um poder explicativo maior sobre os parâmetros bioquímicos. Apenas 26,5% dos professores superaram os 10000 passos diários, com este grupo apresentando menor IMC, %GC e triglicerídeos. Por outro lado, os que não ultrapassaram demonstraram maiores chances de excesso de peso e dislipidemia. Com o número de passos diários apresentando uma fraca relação inversa com os indicadores antropométricos (IMC, %GC e CC). Diante do exposto, conclui-se que os professores da educação básica de Viçosa-MG apresentaram uma prevalência de SM semelhante ao observado em outros estudos, sendo a CC elevada o fator de risco mais encontrado. Com uma elevada prevalência de sobrepeso/obesidade, e o indicador de obesidade geral (IMC) apresentando associação com os principais fatores de risco cardiovascular. Além disso, entre os professores que superam os 10000 passos diários é encontrado um menor IMC, %GC e triglicerídeos.
Cardiovascular diseases are the leading causes of morbidity and mortality in Brazil. When occurs the presence of high waist circumference associated with at least two other cardiovascular risk factors in the same individual, have the metabolic syndrome (MS), which further increases the risk of mortality. Some labor occupations provide a high risk to individuals, due to the inherent characteristics of the profession. Therefore, this study aimed to assess the prevalence of cardiovascular risk factors and MS in the population of teachers of basic education of Viçosa-MG. For data analysis, the results were divided into three chapters: with the chapter 1 had the objective of verifying the prevalence of MS, as well as the risk factors associated with the presence of this syndrome; the chapter 2 aimed to determine the prevalence of overweight and obesity, besides the association between an anthropometric indicator of overall obesity with cardiovascular risk factors; and the chapter 3 had the aimed to verify the relationship of the number of steps daily on cardiovascular risk factors. We evaluated 200 teachers from state and municipal network, with mean age 43.2 + 10.2 years. Was examined the body mass index (BMI), waist circumference (WC), abdominal circumference, waist-hip ratio, percentage body fat (%BF), systolic blood pressure and diastolic, glucose, total cholesterol, lipoprotein of high (HDL-C) and low density, atherogenic index of plasma, non- HDL cholesterol, triglycerides, smoking, as well as the Framingham score and number of daily steps. Thus, it was observed that the prevalence of MS was 20%. Since, the most prevalent risk factors were high CC, followed by low HDL- C, high triglycerides, hypertension and diabetes mellitus. In addition, age, nutritional status and physical activity level were the variables associated with SM. Was found high prevalence of overweight/obesity (58%), with the index of general obesity (BMI) associating with main cardiovascular risk factors. However, measures of central adiposity showed a greater explanatory power on biochemical parameters. Only 26.5% of teachers exceeded 10,000 steps daily, with this group having lower BMI, %BF and triglycerides. On the other hand,xii those who did not exceed demonstrated higher odds of overweight and dyslipidemia. With the number of daily steps presenting a weak inverse correlation with anthropometric indicators (BMI, %BF and WC). Given the above, it is concluded that teachers of basic education of Viçosa-MG showed a prevalence of MS similar to that observed in other studies, being the CC high the risk factor most found. With a high prevalence of overweight/obesity, and the indicator of general obesity (BMI) showing association with major cardiovascular risk factors. Moreover, among the teachers that exceed 10,000 steps daily is found a lower BMI, %BF, and triglycerides.
Palavras-chave: Síndrome metabólica
Fatores de risco cardiovasculares
Professores
Educação básica - Viçosa, MG
Metabolic syndrome
Cardiovascular risk factors
Teachers
Basic Education - Viçosa, MG
CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::EDUCACAO FISICA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Aspectos sócio-culturais do movimento humano; Aspectos biodinâmicos do movimento humano
Programa: Mestrado em Educação Física
Citação: OLIVEIRA, Renata Aparecida Rodrigues de. Assessment of cardiovascular risk factors and metabolic syndrome in basic education teachers. 2014. 102 f. Dissertação (Mestrado em Aspectos sócio-culturais do movimento humano; Aspectos biodinâmicos do movimento humano) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2014.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/3495
Data do documento: 19-Mar-2014
Aparece nas coleções:Educação Física

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf943,73 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.