Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/3671
Tipo: Dissertação
Título: Desempenho zootécnico e fisiológico de frangos de corte, na fase final de crescimento, submetidos a diferentes níveis de estresse por calor
Título(s) alternativo(s): Zootechnical performance and physiological of broilers, in the final stage of growth, subjected to different levels of heat stress
Autor(es): Arcila, Juan Carlos Pareja
Primeiro Orientador: Tinôco, Ilda de Fátima Ferreira
Primeiro coorientador: Saraz, Jairo Alexander Osorio
Segundo coorientador: Souza, Cecília de Fátima
Primeiro avaliador: Albino, Luiz Fernando Teixeira
Abstract: A temperatura ambiente pode influenciar o desempenho zootécnico das aves, tais como: consumo de ração, bem-estar animal, produtividade, custo de produção e exigência de mantença. Desta forma, em países de climas tropicais e subtropicais, como é o caso do Brasil, a radiação solar intensa e elevados valores de temperatura e umidade relativa do ar, especialmente no verão, geram condições de desconforto térmico gerando perdas econômicas consideráveis devido a redução no desempenho e aumento na mortalidade dos animais. Objetivou-se com este trabalho, estudar a influência de diferentes níveis de estresse térmico do ambiente, incluindo faixas de conforto (25°C), estresse por calor leve (28°C), calor moderado (31°C), Calor acentuado (34°C) e Calor severo (37°C), sobre o desempenho zootécnico de frangos de corte na fase final de crescimento (22 a 42 dias), alojados em câmaras climáticas. Determinou-se os parâmetros fisiológicos e comportamentais dos frangos, de acordo com as faixas específicas de temperatura do ambiente e calculou-se o Índice de Temperatura de Globo Negro e Umidade (ITGU), para o controle e avaliação do ambiente térmico dos tratamentos. O trabalho foi conduzido em cinco câmeras climáticas localizadas na área experimental do Núcleo de Pesquisa em Ambiência e Engenharia de Sistemas Agroindustriais (AMBIAGRO), setor de Construções Rurais e Ambiência do Departamento de Engenharia Agrícola,da Universidade Federal de Viçosa,Viçosa MG, com 150 pintinhos machos de um dia de vida da linhagem COBB com pesos uniformes 45,36 gramas. As aves ficaram sobre cama de casca de café na espessura de 10 centímetros com finalidade de reproduzir um ambiente de campo durante todo o período experimental. O experimento foi conduzido em uma fase experimental com 140 pintinhos, compreendida entre o início da 4a semana de vida até o final da 6a semana, de 22 a 42 dias, em delineamento experimental inteiramente casualizado, com cinto ambientes térmicos, quatro repetições por tratamento e sete aves por unidade experimental. As rações e a água foram fornecidas à vontade e durante o período noturno todas as aves foram mantidas em ambiente de conforto térmico. De forma geral, as aves mantidas na temperatura de calor leve (28°C), apresentaram melhor desempenho zootécnico que aquelas expostas às demais situações, indicando que esta seria a temperatura ambiental desejável ao ambiente de criação das aves na fase final. Com base na análise dos resultados de ITGU, observou-se que a temperatura de 28°C proporcionou valores de ITGU de 72,9± 1,4 para a quarta semana, 75,5 ± 1,8 para a quinta semana e de 73,7± 1,8 e para a sexta semana, considerados valores ideias de conforto térmico. O aumento de 3,0°C na temperatura do ambiente de criação das aves em relação à utilizada atualmente pela literatura na segunda fase de criação de frangos de corte é viável por melhorar os índices produtivos das aves e apresentando menor dispêndio de energia elétrica no processo de arrefecimento do ambiente, cabendo para isto uma readequação dos parâmetros atualmente empregados na avicultura de corte do Brasil.
The ambient temperature can influence the performance of birds, such as feed intake, animal welfare, productivity, cost of production and the maintenance requirement. Thus, in countries with tropical and subtropical climates, as is the case of Brazil, intense solar radiation and high values of temperature and relative humidity, especially in the summer, create conditions of thermal discomfort generating considerable economic losses due to reduction in performance and increased mortality of animals. The objective of this work was to study the influence of different levels of thermal stress from the environment, including granges of comfort(25°C), lighta stress(28°C), moderate heat(31°C), high heat (34°C) and severe heat (37°C), on the performance of broilers in the late growth(22-42 days), housed in environmental chambers. Have been determined the physiological and behavioral parameters of chickens, according the specific ranges of temperature and calculated the Temperature Index Black Globe Humidity(ITGU), for control and evaluation of the thermal environment of the treatments. The study was conducted in five climate cameras located in the experimental area of Center for Research in Agro-Industrial Ambience and Engineering Systems (AMBIAGRO) Rural Ambience Constructions and the Department of Agricultural Engineering, Federal University of Viçosa, Viçosa-MG, 150malechicksofone day old Cobb strain, withuniformweights45,36grams. The birds were on a bed of coffee hulls in thickness from 10 cm in order to play a field environment throughout the experimental period. This research was conducted in two stages, a pre-trial phase for the preparation of birds for research, ranging from the 1st day of life the chicks until the end of the 3rd week of life (1-21 days) and a test phase with 140 chicks, between the beginning of the 4th week of life until the end of the 6th week (22 to 42 days of live), in a completely randomized design, with belt thermal environments, four replicates per treatment and seven birds per unit experimental. Feed and waterwere supplied libitumand duringall the time, at nightall birds were keptinthermal comfort. In general, birds kept in temperature of light heat (28°C), according to literature as already causing heat stress during the three last week of life of chickens, performed better than those exposed to other situations, indicating this would be the ambient temperature to the desired setting for birds in its final phase environment, compared with originating the other treatments, including those who remained at recommended temperature as thermal comfort throughout the experimental period. Based on regression analysis of results ITGU, it was observed that at 28°C showed values 72,9 ± 1,4 for the fourth week, 75,5 ± 1,8 for the fifth week, and 73,7 ± 1,8 for the sixth week. The increase of 3,0°C in the process of creating of birds in relation to ambient temperature currently used in the literature in the second stage of creation of broilers it is feasible to improve the production rates of birds and has less waste of electrical energy in the process of cooling the environment, fitting for this, a readjustment of parameters currently used in poultry production in Brazil.
Palavras-chave: Frango de corte
Avicultura
Ambiência
Bem-estar animal
Broiler
Poultry
Ambience
Animal welfare
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::ENGENHARIA AGRICOLA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Construções rurais e ambiência; Energia na agricultura; Mecanização agrícola; Processamento de produ
Programa: Mestrado em Engenharia Agrícola
Citação: ARCILA, Juan Carlos Pareja. Zootechnical performance and physiological of broilers, in the final stage of growth, subjected to different levels of heat stress. 2014. 81 f. Dissertação (Mestrado em Construções rurais e ambiência; Energia na agricultura; Mecanização agrícola; Processamento de produ) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2014.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/3671
Data do documento: 23-Jun-2014
Aparece nas coleções:Engenharia Agrícola

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf2,29 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.