Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/3765
Tipo: Dissertação
Título: Avaliação do conforto térmico de uma biblioteca universitária pela ASHRAE Standard 55 e EN 15251
Título(s) alternativo(s): Analysis of the thermal ambience of the universitarian library by ASHRAE Standard 55 and EN 15251
Autor(es): Valadão, Júlia Barros
Primeiro Orientador: Tibiriçá, Antônio Cleber Gonçalves
Primeiro coorientador: Paes, José Luiz Rangel
Segundo coorientador: Carlo, Joyce Correna
Primeiro avaliador: Ghisi, Enedir
Abstract: Desde a crise de energia de 2001, o Brasil busca racionalizar o seu consumo energético, utilizando, como um dos instrumentos para atingir essa finalidade, a criação de níveis mínimos de eficiência energética. Esse processo, iniciado com os eletrodomésticos, galgou novo patamar ao incluir as edificações no Programa Brasileiro de Etiquetagem, em 2009, conforme se verifica pelo Regulamento Técnico da Qualidade do Nível de Eficiência Energética de Edifícios Comerciais de Serviços e Públicos (RTQ-C). Embora o RTQ-C permita que se mensure o nível de eficiência das edificações, não garante os índices de conforto higrotérmico, já que silente nesse aspecto, mantendo-se, assim, a tradição nacional de inexistência de regulamentação nessa matéria. Partindo desses fatos, o presente estudo objetivou comparar os níveis de conforto higrotérmico entre as normas ANSI/ASHRAE Standard 55 e EN 15251, tendo como estudo de caso a Biblioteca Central da Universidade Federal de Viçosa-MG, apontando as diferenças entre os seus resultados. A pesquisa foi realizada em quatro etapas principais: a realização de medições in loco da edificação em três épocas do ano, para coleta das condições higrotérmicas de verão, outono e inverno; a realização dos testes pré-modelagem, em que se verificou a possibilidade de simplificação da modelagem da biblioteca para manter, na simulação, condições higrotérmicas semelhantes ao edifício real; a validação do modelo mediante simulações em que se alteraram parâmetros no arquétipo referência, comparando-se os dados de saída aos medidos no local, de forma a se aproximar das manifestações ambientais encontradas no edifício real; e, finalmente, definição de uma escala de níveis de conforto térmico, o que viabilizou a comparação entre as normas. Como principais resultados obtidos, tem-se: a) não ocorrência, no edifício analisado, de ambientes em condições que satisfazem as necessidades humanas de conforto higrotérmico e as de conservação do acervo bibliográfico; b) constatação da possibilidade de uso, no Brasil, da escala de conforto proposta para avaliação das edificações, existente na EN 15251, pois, por ser mais restritiva, viabilizaria a melhoria da qualidade das construções neste aspecto.
Since 2001 energy crisis, Brazil searches to rationalize it's energetic usage, one of the objects used to reach this goal is the creation of minimum level of energetic efficiency. This process, first initiated in 2009 with electric appliances, has reached a new status when included buildings in the Programa Brasileiro de Etiquetagem (Brazilian Tagging Program), as can be verified in Regulamento Técnico da Qualidade do Nível de Eficiência Energética de Edifício Comerciais de Serviços Públicos [Technical Norm of Energetic Efficiency Level in Commercial, Services and Public Buildings] (RTQ-C). Although RTQ-C allows the measurement of efficiency levels in buildings, it does not guarantee the higrothermal comfort levels, because it remains silent about this subject, thus maintaining the national tradition of inexistent norms in this area. Begining with the exposed facts, this study objectives were to compare higrothermal comfort levels between ANSI/ASHRAE Standard 55, ISO 7730 and 15251 norms, through a case study using the Biblioteca Central of Universidade Federal de Viçosa-MG, pointing out the differences in those norms. The research was performed in four different stages: in loco measurements of the building in three separate seasons of the year, in order to collect higrothermal conditions in summer, autumn and winter; the pre-modeling tests, which verified the possibility of simplification of the library modeling in order to keep, while in simulation, higrothermal conditions similar to those in the real building; the validation of the model through simulations, which had alterations in parameters of the reference archetype, comparing the exiting data to the ones measured in the place in a way to approach environmental manifestation found in the real building; at last it was defined a level scale of thermal comfort, that made possible the comparison between the different norms. The main results obtained, in this research: a) not occur on the premises considered, the environments in conditions that meet the human needs of comfort and hygrothermal conservation bibliographic b) realization of the possibility of use in Brazil, comfort scale for assessment of proposed buildings, existing in EN 15251, therefore, to be more restrictive would allow the improvement of the quality of buildings in this regard.
Palavras-chave: Conforto térmico
RTQ-C
Biblioteca Universitária
ASHRAE Standard 55
EN 15251
Thermal ambience
RTQ-C
Universitarian library
ASHRAE Standard 55
EN 15251
CNPq: CNPQ::ENGENHARIAS::ENGENHARIA DE PRODUCAO::ENGENHARIA DO PRODUTO::ERGONOMIA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Geotecnia; Saneamento ambiental
Programa: Mestrado em Engenharia Civil
Citação: VALADÃO, Júlia Barros. Analysis of the thermal ambience of the universitarian library by ASHRAE Standard 55 and EN 15251. 2011. 208 f. Dissertação (Mestrado em Geotecnia; Saneamento ambiental) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2011.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/3765
Data do documento: 29-Set-2011
Aparece nas coleções:Engenharia Civil

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf4,84 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.