Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/3904
Tipo: Dissertação
Título: Carunchos VS inseticidas: individualidade importa?
Título(s) alternativo(s): Maize weevils VS inseticides: does individuality matters?
Autor(es): Monje, Juliana Andrea Morales
Primeiro Orientador: Guedes, Raul Narciso Carvalho
Primeiro coorientador: Lúcia, Terezinha Maria Castro Della
Segundo coorientador: Pereira, Eliseu José Guedes
Primeiro avaliador: Picanço, Marcelo Coutinho
Segundo avaliador: Souza, Danival José de
Terceiro avaliador: Silva, Antônio Alberto da
Abstract: O comportamento é a expressão das interações de um organismo com os estímulos ambientais. Embora os estudos do comportamento sejam feitos em nível individual, as conclusões são aplicadas para as populações. A importância do comportamento em nível individual tem sido estudada em vários grupos de animais, como primatas, mamíferos e insetos. A partir desses resultados, as diferenças individuais de comportamento consistentes no tempo e em diferentes contextos, são chamadas de "personalidade animal". Diferenças comportamentais individuais podem ser favorecidas se contribuírem em diferenças de produtividade e adaptabilidade. Os inseticidas constituem um fator de estresse ambiental para os indivíduos no ambiente natural, estes podem afetar o comportamento dos insetos estimulando ou inibindo sua atividade. Uma nova proposta para avaliar o efeito dos inseticidas em pragas é feita neste trabalho que teve como objetivo avaliar respostas comportamentais individuais em Sitophilus zeamais Motschulsky, 1855 (Coleoptera: Curculionidae), e detectar uma possível correlação destas com o tempo de sobrevivência em ambientes tratados com o inseticida deltametrina. Foram avaliados também parâmetros fisiológicos que poderiam influenciar na sobrevivência em ambientes contaminados. Por meio dos comportamentos avaliados, foi comprovada a existência da individualidade nos insetos das 15 populações brasileiras testadas. Essa individualidade comportamental influenciou diretamente nos tempos de sobrevivência dos indivíduos testados. Verificou-se também diferença de sobrevivência entre as populações, que foi atribuída a diferenças em mecanismos de resistência apresentados entre elas. São discutidas as possíveis implicações ecológicas, evolutivas e toxicológicas da personalidade animal com os tempos de sobrevivência a inseticidas.
Behavior is the expression of an organism's interactions with the environmental stimulus. Even though behavioral studies are done in an individual level, the conclusions are drawn for populations. The importance of an individual's behavior have been studied on several animal groups, a few examples are: primates, mammals and insects. From these results, the consistent individual behavior differences in time and in different contexts are called "animal personality". Consistent individual differences in animal traits can be favored if they contribute to differences in productivity and adaptation. The insecticides are an environmental stress factor for the individuals in their natural environment; they can affect the insect behavior by stimulating or inhibiting their activity. A new proposal for evaluating the effect of insecticides in pests is made in this work wich purpose was to evaluate the individual behavioral responses in Sitophilus zeamais Motschulsky, 1855 (Coleoptera: Curculionidae) and to detect a possible correlation with the survival time in treated deltamethrin environments. Some physiological traits that could influence survival times were evaluated as well. Through the tested behaviors, it was proven the existence of individuality on the insects belonging to the 15 brazilian populations used. This behavioral individuality had a direct influence on the insects' survival times. It was also confirmed difference in survival between populations which was attributed to differences in the resistance mechanisms they have. The possible ecological, evolutive and toxicological implications of animal personality and survival times to insecticides are discussed.
Palavras-chave: Comportamento
Sitophilus zeamais
Individualidade
Sobrevivência
Inseticidas piretróides
Behavior
Sitophilus zeamais
Individuality
Survival
Pyrethroid insecticides
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA::FITOSSANIDADE::ENTOMOLOGIA AGRICOLA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Ciência entomológica; Tecnologia entomológica
Programa: Mestrado em Entomologia
Citação: MONJE, Juliana Andrea Morales. Maize weevils VS inseticides: does individuality matters?. 2010. 43 f. Dissertação (Mestrado em Ciência entomológica; Tecnologia entomológica) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2010.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/3904
Data do documento: 26-Fev-2010
Aparece nas coleções:Entomologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf449,77 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.