Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/3937
Tipo: Dissertação
Título: Resposta de populações de Sitophilus zeamais à exposição dos óleos essenciais de cravo e de canela
Título(s) alternativo(s): Responses of Sitophilus zeamais populations to exposure to the essential oils of clove and cinnamon
Autor(es): Correa, Yenis Del Carmen Gonzalez
Primeiro Orientador: Faroni, Lêda Rita D'antonino
Primeiro coorientador: Guedes, Raul Narciso Carvalho
Segundo coorientador: Pereira, Eliseu José Guedes
Primeiro avaliador: Pereira, Olinto Liparini
Abstract: O presente estudo foi desenvolvido com o objetivo de avaliar a toxicidade, comportamento locomotor, taxa de crescimento populacional e taxa respiratória em insetos adultos de populações brasileiras de Sitophilus zeamais submetidas à exposição dos óleos essenciais de cravo e de canela. A toxicidade dos óleos foi testada em diferentes concentrações (0,18; 0,35; 0,71; 1,41 e 2,12 μL cm-2) de uma mistura de cada óleo essencial diluído em acetona (6:4 v/v). As unidades experimentais foram constituídas por placas de Petri (6 x 1,2 cm) contendo papel filtro umedecidos com a mistura. Posteriormente, foram acrescentados às placas 20 adultos de Sitophilus zeamais de diferentes populações, as quais foram coletadas nas cidades de Guarapuava (PR), Guaxupé (MG), Coimbra (MG), Piracicaba (SP) e Cristalina (GO). A mortalidade dos insetos foi avaliada a cada três horas até completar 108 horas. A toxicidade dos óleos essenciais de cravo e de canela foi obtida através da estimativa das concentrações letais para 50 (CL50) e 95% (CL95) e tempo letal para 50% (TL50) dos adultos de Sitophilus zeamais, em bioensaios de concentração e tempo-resposta. As curvas de concentração e tempo mortalidade foram usadas para calcular as respectivas razões de toxicidade (RT). O comportamento locomotor dos insetos adultos das diferentes populações foi estudado em dois ensaios de caminhamento, um em superfície completamente tratada e outro em superfície parcialmente tratada (1/2) com cada um dos óleos essenciais. As concentrações utilizadas nos bioensaios comportamentais foram 0,64 μL cm-2 para o óleo essencial de cravo e 1,23 μL cm-2 para o óleo essencial de canela, que correspondem à CL95 para a população mais susceptível aos óleos (Guaxupé). As características comportamentais avaliadas foram distância percorrida, velocidade de caminhamento, tempo de repouso e número de paradas. Adicionalmente, foram avaliadas as taxas de crescimento populacional (ri), as taxas respiratórias (produção de CO2) e massa corpórea das cinco populações de Sitophilus zeamais. Observou-se que a CL95 para o óleo essencial de cravo variou em ordem crescente de 0,64 a 2,44 μL cm-2 para Guaxupé, Cristalina, Coimbra, Piracicaba e Guarapuava, respectivamente. Já para o óleo de canela, a variação foi de 1,23 a 6,84 μL cm-2 para Guaxupé, Piracicaba, Coimbra, Cristalina e Guarapuava, respectivamente. As TL50 dos óleos essenciais de cravo e de canela reduziram à medida que a concentração destes óleos foi aumentada. Os maiores valores de TL50 foram encontrados para a população de Piracicaba, tanto para cravo quanto para canela. As características comportamentais de caminhamento (distância percorrida, velocidade e tempo de repouso) na área tratada variaram entre os óleos e populações. Entretanto, os insetos das populações apresentaram irritabilidade aos dois óleos, e sua permanência foi maior nas superfícies não tratadas. A toxicidade dos óleos essenciais afetou a taxa respiratória dos insetos na maioria das populações, reduzindo a produção de CO2, principalmente no tratamento com óleo de cravo. Houve variação nas taxas de crescimento das populações em resposta ao tratamento dos grãos com os óleos, sendo que algumas populações sofreram maior efeito do outras, porém em doses acima de 2 μL/g nos grãos, ambos os óleos levaram a taxas de crescimento populacionais nulas ou quase nulas. Assim, com os resultados obtidos nesta pesquisa pode-se concluir que os óleos essenciais de cravo e de canela têm um significativo efeito por contato na mortalidade de Sitophilus zeamais, sendo uma alternativa ao uso de inseticidas tradicionais.
The present study was designed to evaluate the toxicity, locomotory behavior, population growth rate and respiratory rate in adult insects of brazilian populations of Sitophilus zeamais subjected to exposure to the essential oils of cloves and cinnamon. The populations were collected in the cities of Guarapuava (PR), Guaxupé (MG), Coimbra (MG), Piracicaba (SP), and Cristalina (GO). The toxicity of the oils was tested at different concentrations (0.18, 0.35, 0.71, 1.41 and 2.12 μL cm-2) diluted in acetone (6:4 v/v). The experimental unit consisted of Petri dishes (6 x 1.2 cm) containing filter paper impregnated with essential oil. Twenty adults of Sitophilus zeamais were transferred to dishes, and mortality was assessed every three hours for 108 hours. Lethal concentrations LC50 and LC95, and lethal time LT50 were estimated for adults of Sitophilus zeamais using concentration- and time-mortality bioassays, and used to calculate the toxicity ratio (TR) of the oils for each population. The locomotory behavior of the insects was evaluated in two bioassays using arenas with surfaces completely and partially (half) treated with each of the essential oils. The concentrations used were 0.64 and 1.23 μL cm-2 for clove and cinnamon oils, respectively, which correspond to the LC95 for the most susceptible population (Guaxupé). Behavioral parameters measured were distance walked, walking speed, resting time, and number of stops. Additionally, we assessed population growth rates (ri), respiration rates (CO2 production) and body mass for the populations studied. It was observed that the LC95 for the essential oil of cloves varied from 1.23 to 6.84 μL cm-2, and the ascending order of susceptibility of the populations was Guaxupé, Cristalina, Coimbra, Piracicaba and Guarapuava. For cinnamon oil, LC95 values varied from 0.64 to 2.44 μL cm-2 for Guaxupé, Piracicaba, Coimbra, Cristalina and Guarapuava. LT50 values for the essential oils reduced as their concentration increased, and with the population of Piracicaba showing the highest LT50 values for both clove and cinnamon oils. Locomotory parameters (distance, speed and resting time) in the treated area varied with the oils and populations. However, insects from all populations showed irritability to the two oils, preferring to stay in the untreated surfaces. The toxicity of the essential oils affected the respiratory rate of the insects reducing the CO2 output, especially cinnamon oil. When maize grains were treated with the oils, some populations experienced higher reduction in the instantaneous growth rate than others in, but at concentrations above 2 μL/g in the grains, both oils led to zero population growth rates. Thus, with the results obtained in this study we can conclude that the essential oils of cloves and cinnamon have a significant effect on mortality by contact of and represent an alternative to using traditional insecticides.
Palavras-chave: Coleoptera
Comportamento
Inseto
Toxicologia
Coleoptera, Behavior, Insect
Toxicology
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA::FITOSSANIDADE::ENTOMOLOGIA AGRICOLA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Ciência entomológica; Tecnologia entomológica
Programa: Mestrado em Entomologia
Citação: CORREA, Yenis Del Carmen Gonzalez. Responses of Sitophilus zeamais populations to exposure to the essential oils of clove and cinnamon. 2011. 49 f. Dissertação (Mestrado em Ciência entomológica; Tecnologia entomológica) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2011.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/3937
Data do documento: 25-Fev-2011
Aparece nas coleções:Entomologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf295,76 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.