Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/4001
Tipo: Dissertação
Título: Distribuição das espécies de Odonata e o padrão de diversidade beta encontrado entre riachos na Amazônia Central
Título(s) alternativo(s): Distribution of Odonata species and beta diversity pattern among streams of Central Amazônia
Autor(es): Juen, Leandro
Primeiro Orientador: Marco Junior, Paulo de
Primeiro coorientador: Cabette, Helena Soares Ramos
Segundo coorientador: Nessimian, Jorge Luiz
Primeiro avaliador: Resende, Daniela Chaves
Segundo avaliador: Sperber, Carlos Frankl
Abstract: A região Amazônica possui a maior bacia de drenagem do mundo, formada por uma diversidade de corpos d água, quase todos resultantes da junção de pequenos igarapés que drenam a floresta. As águas dos igarapés em geral são ácidas, pobres em nutrientes e as cadeias alimentares são dependentes de materiais alóctones, como pólen, flores, frutos, folhas, galhos, insetos e aranhas provenientes da floresta que caem sobre o igarapé. Apesar disso, o sistema de Terra-Firme na Amazônia é reconhecido como o ecossistema de maior diversidade de espécies do planeta. Este trabalho visou conhecer a distribuição e o padrão de diversidade beta das espécies que compõem as comunidades de Odonata presentes nas bacias hidrográficas existentes na Reserva Florestal Adolfo Ducke, bem como promover informações dos fatores que determinam o padrão de similaridade de composição de fauna entre locais, visando a escolha de unidades viáveis para a conservação de Odonata. Para isso, foram realizadas coletas em 24 igarapés (onze de 1a ordem, oito de 2a e cinco de 3a) distribuídos em quatro bacias, sendo que em cada bacia de drenagem foram feitas coletas em seis igarapés. As amostragens consistiram na contagem visual do número de indivíduos adultos de cada espécie de Odonata presentes em 100 metros de margem dos corpos d água, de cada área, divididos em 20 segmentos de cinco metros. O tempo médio em cada ponto de amostragem foi de uma hora. A fauna total de Odonata encontrada na Reserva Ducke foi de 17 espécies observadas e 23 (± 4,77) estimadas. A análise de agrupamento com os dados abióticos demonstrou uma grande semelhança entre os igarapés. As microbacias foram comparadas usando a riqueza de espécies, sendo estatisticamente semelhantes. Resultado parecido foi encontrado para a diversidade beta. O índice de diversidade beta foi baixo, demonstrando uma alta similaridade de fauna entre os Igarapés. As relações da diversidade beta com os dados ambientais e com a distância entre os igarapés não foram significativas. Os baixos valores de diversidade beta obtidos podem ser devido à alta similaridade dos ambientes, com pouca variação dos dados abióticos e também porque a escala de distância usada no estudo pode ter sido pequena, não representando uma barreira para a dispersão de Odonata. Outro fator que pode ter contribuído é a ocorrência de um longo período de estabilidade ambiental na Amazônia, possibilitando a distribuição das espécies no ambiente, até mesmo para aquelas espécies com baixa capacidade de dispersão. As características das variáveis ambientais básicas (profundidade e largura do igarapé) foram relacionadas com o aumento da riqueza de espécies. Esses resultados são importantes para a conservação das espécies, apontando para a necessidade de incluir riachos intermediários, com maior variação na profundidade e largura, para serem usados como critério de seleção na escolha de áreas para proteção ambiental.
The Amazon region has the largest drainage basin of the world, which is constituted by a diversity of waterbodies, and almost all of them are resulting from the junction of small streams ( igarapés ) that drain the forest. The igarapés present acid, nutrient-poor waters, and their food chains are dependent on allochthonous materials provided by the forest that fall into the igarapé, as pollen, flowers, fruits, leaves, branches, insects and spiders. In spite of that, the Terra-Firme system in the Amazon is recognized as the ecosystem of higher species diversity on the planet. This work aimed to describe the distribution and the beta diversity pattern of the species comprising the Odonata communities present in the Adolfo Ducke Forest Reserve river basins. It also objectives to provide information about determining factors of the fauna similarity among sites, in order to select viable units for Odonata conservation. Samples were carried out in 24 igarapés (eleven of 1st, eight of 2nd and five of 3rd order) distributed in four river basins, and in each basin it was conducted samples in six igarapés. The samples constituted on visual counting of adult individuals of Odonata present in 100 meters along each waterbody, divided into 20 stretches of 5 meters. The sampling time constituted of one hour duration on average. The total fauna of Odonata founded in the Ducke Reserve was of 17 species observed and 23 (± 4,77) estimated. The cluster analysis of the abiotic data demonstrated high similarity among the igarapés. The microdrainage basins were compared in relation to species richness and they were similar statistically, and the same result was also obtained for beta diversity. The low value of beta diversity index demonstrated high fauna similarity among the igarapés. The relationship of beta diversity between the environmental data and the distance among the igarapés was highly non-significant. The low values of beta diversity index may be attributed to the high similarity of the environment, which presented small variation in the abiotic data, and also to the distance scale of this study, which may be small enough to not represent a barrier to Odonata dispersion. Another factor that may have contributed to these values is the occurrence of a long period of environmental stability in the Amazon that allowed the species distribution in the environment, even those with low dispersion capacity. The basic environmental variables (channel width and depth) were related to species richness increase. These results are important to species conservation, and indicate the necessity of including intermediate-size streams, with higher variation in depth and channel width, to be used as one selection criteria in the choice of environmental protection areas.
Palavras-chave: Odonata
Diversidade beta
Conservação
Riqueza de espécies
Libélula
Biogeografia
Odonata
Beta diversity
Conservation
Species richness
Biogeography
CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ZOOLOGIA::ZOOLOGIA APLICADA::CONSERVACAO DAS ESPECIES ANIMAIS
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Ciência entomológica; Tecnologia entomológica
Programa: Mestrado em Entomologia
Citação: JUEN, Leandro. Distribution of Odonata species and beta diversity pattern among streams of Central Amazônia. 2006. 76 f. Dissertação (Mestrado em Ciência entomológica; Tecnologia entomológica) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2006.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/4001
Data do documento: 7-Jul-2006
Aparece nas coleções:Entomologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf954,74 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.