Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/4181
Tipo: Dissertação
Título: Formas de inserção da pessoa com deficiência em sociedades rurais da Zona da Mata mineira
Título(s) alternativo(s): Conditions of social integration of disabled people in rural societies at the Zona da Mata region, Minas Gerais, Brazil
Autor(es): Cuco, José Luiz
Primeiro Orientador: Fiúza, Ana Louise de Carvalho
Primeiro coorientador: Pinto, Neide Maria de Almeida
Primeiro avaliador: Amodeo, Nora Beatriz Presno
Segundo avaliador: Friedrich, Denise Barbosa de Castro
Abstract: Esta pesquisa teve como objetivo analisar as formas de sociabilidade e as possibilidades de inserção na sociedade rural dos educandos com deficiência intelectual e múltipla que frequentavam as APAEs Rurais de Viçosa, Visconde do Rio Branco e Ubá, três municípios da Zona da Mata, no estado de Mina Gerais, na região sudeste do Brasil. Partiu-se, neste estudo, da hipótese de que a inserção da pessoa com deficiência na sociedade rural se daria para além do espaço doméstico em decorrência do meio rural se constituir em um espaço de sociabilidade no qual a produtividade e a competitividade não se notariam como na cidade. Assim, buscou-se, nesta dissertação analisar como se estabeleciam as redes de sociabilidade e as possibilidades de inserção das pessoas com deficiência em sociedades rurais. O interesse por conhecer e analisar o campo de possibilidades com o qual as pessoas deficientes contavam para o estabelecimento de sua interação na sociedade rural surgiu em função da existência de uma expressiva porcentagem de deficientes no meio rural, os quais têm sido pouco retratados ao largo dos estudos realizados, quase sempre, nas cidades. Buscou-se analisar, ainda, as possibilidades de autonomia e independência do educando com deficiência formado nas APAEs Rurais para enfrentar os desafios da vida e do trabalho. As APAEs Rurais foram escolhidas por oferecerem serviço de formação para o trabalho junto às pessoas com deficiência visando a sua inclusão social. A pesquisa de campo foi realizada por meio de um survey aplicando questionário com perguntas semiestruturadas, com questões abertas e fechadas, aos 159 educandos com deficiência intelectual, matriculados nas três APAEs Rurais pesquisadas. As principais variáveis observadas foram a escolaridade do educando e de seus pais; profissão dos pais; renda familiar; tipo de deficiência; cursos realizados e atividades produtivas, entre outras. Os profissionais que atuavam nessas instituições contribuíram com este estudo respondendo sobre os cursos ofertados e se estavam compatíveis para qualificar os alunos para atender às exigências do mercado de trabalho. Nas empresas que empregavam os alunos das APAEs estudadas, o pesquisador fez entrevistas para saber das empresas a percepção que tinham sobre os deficientes que empregam, oportunidade em que entrevistou os trabalhadores que se qualificaram nos cursos oferecidos nas APAEs estudadas. Na pesquisa de campo, também foram entrevistadas as famílias dos educandos deficientes que residiam na zona rural. Em termos de conclusões gerais percebeu-se que o deficiente no meio rural tinha maior amplitude de participação social do que na cidade. Segundo os relatos dos pais dos deficientes, estes eram vistos na sociedade rural como diferentes, mas a diferença entre os rurais era vista como algo da vida, como normal, assim, os deficientes tinham uma vida mais participativa, integrada, sem restrições, mais solta. No entanto, a pesquisa de campo no meio rural foi importante, também, para se perceberem outros aspectos sociais em relação às pessoas com deficiência e ainda com relação às que cuidam da pessoa com deficiência, no que diz respeito à precariedade dos serviços básicos de saúde e de transporte prestados a essa população.
This research aimed to examine ways of sociability and the possibilities of integration into society of students from rural areaswith intellectual and multiple disabilities attending the Rural APAEs in the municipalities of Viçosa, Visconde do Rio Branco and Ubá, in the Zona da Mata region, in the state of Minas Gerais, in southeastern Brazil. This study started with the hypothesis that the insertion of the disabled person in rural society would happen beyond the domestic space as a result of the countryside to constitute a space of sociability in which productivity and competitiveness would be not as noticed as in the city. Thus, we sought in this dissertation examine how networks of sociability are establishedand the possibilities of integrating people with disabilities in rural societies. The interest in knowing and analyzing the range of possibilities with which disabled people counted for the establishment of their interaction in rural society arose due to the existence of a significant proportion of disabled people in rural areas, which have been poorly portrayed in academic studies, mostly conducted in the cities. We sought yet to examine the possibilities of autonomy and independence of the student with disabilities who attended Rural APAEs facing the challenges of life and work. The Rural APAEs were chosen because they offer training for work services for people with disabilities aiming -social inclusion. The field research was conducted through a semi-structured a survey questionnaire with open and closed questions, which was applied to the 159 students with intellectual disabilities enrolled in the three Rural APAEs surveyed. The main variables analyzed were the educational level of the student and his parents, occupation of parents, family income, type of disability; courses taken and productive activities, among others. The staff working in these institutions contributed to this study answered about the courses offered and whether they were compatible to qualify students to meet the demands of the labor market.
Palavras-chave: Deficiência
Mercado de trabalho
APAE
Disabilities
Labor market
APAE
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA::EXTENSAO RURAL
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Instituições sociais e desenvolvimento; Cultura, processos sociais e conhecimento
Programa: Mestrado em Extensão Rural
Citação: CUCO, José Luiz. Conditions of social integration of disabled people in rural societies at the Zona da Mata region, Minas Gerais, Brazil. 2012. 209 f. Dissertação (Mestrado em Instituições sociais e desenvolvimento; Cultura, processos sociais e conhecimento) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2012.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/4181
Data do documento: 6-Dez-2012
Aparece nas coleções:Extensão Rural

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf3,41 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.