Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/4314
Tipo: Dissertação
Título: Efeito ambiental e genotípico no teor de nutrientes acumulados em sementes de arroz, Oryza sativa
Título(s) alternativo(s): Environmental and genotypic effects on nutrient content of rice seeds, Oryza sativa
Autor(es): Mendes, Giselle Camargo
Primeiro Orientador: Almeida, Andréa Miyasaka de
Primeiro coorientador: Oliveira, Antonio Costa de
Segundo coorientador: Cano, Marco Antonio Oliva
Primeiro avaliador: Loureiro, Marcelo Ehlers
Segundo avaliador: Cambraia, José
Terceiro avaliador: Cruz, Cosme Damião
Abstract: As plantas adquiriram estratégias I e II de absorção do ferro. A estratégia I ocorre em plantas terrestres e inclui a redução do ferro da forma férrica (Fe+3) para a forma ferrosa (Fe+2). A estratégia II de absorção de ferro está presente nas gramíneas e é caracterizada pela liberação de fitosiderósforos no ambiente que se complexam ao íon férrico. O processo de enchimento do grão em cereais envolve a transferência de assimilados diretamente do xilema para o grão e também a remobilização de assimilados de órgãos vegetativos, através do floema. O objetivo do presente trabalho foi estudar o padrão de nutrientes acumulados nas sementes de genótipos de arroz cultivados em duas regiões do Brasil e estudar o padrão e as correlações entre os nutrientes acumulados no grão. Além disso, foi verificada a ocorrência de transcritos homólogos a famílias gênicas de arroz (Oryza sativa) conhecidamente relacionadas com homeostase de ferro em bancos de ESTs de Sorghum bicolor, Zea mays, Triticum aestivum e Saccharum officinalis e em um banco contendo apenas ESTs de endosperma de milho (Z. mays). Estas análises permitiram prever quais famílias gênicas são funcionalmente expressas nestas espécies e especificamente durante a formação do grão de milho. Para as analises de acúmulo de nutrientes no grão foi utilizado o ICP-MS e os dados foram submetidos às analises estatísticas: ANOVA, correlação de Pearson e análise de trilha. Os resultados de correlação de Pearson dos nutrientes acumulados no grão não evidenciaram os efeitos diretos e indiretos dos nutrientes acumulados. Por outro lado a análise de trilha destes mesmos resultados demonstrou efeitos de correlação direta do Fe com P, S e Ca no experimento realizado em MG e correlação direta do Fe com P no experimento realizado no RS. Os dados de correlação entre teor de ferro acumulado nas folhas bandeiras de arroz e nas panículas nos diferentes estádios de desenvolvimento tiveram correlação positiva. Além disso, os teores de Fe acumulado no grão dos genótipos cultivados em MG foram superiores comparados aos cultivados no RS. Para verificar a ocorrência de homologia, as seqüências de aminoácidos referentes aos transcritos em arroz foram obtidas a partir do banco de dados NCBI e KOME. As seqüências de ESTs de banco de dados das espécies de gramíneas foram obtidas a partir do programa TIGRPlant transcripts assemblies e do banco de endosperma de milho foi obtido do NCBI. Os genes foram alinhados utilizando o programa BLAST2 com a ferramenta TBLASTN com e-value de 1e-10 e identidade mínima de 40%. Foram encontrados homólogos das famílias gênicas estudadas em todas as espécies avaliadas. A família gênica NAS, relacionada com a síntese de fitosideróforos, possui alta conservação (cerca 70%) entre os genes da família Poaceae estudada, com exceção do trigo e endosperma de milho. O gene OsFER1 apresentou alta conservação (cerca de 80%) entre todos os genes de Poaceae. Isto indica a importância dessas famílias gênicas no transporte e acúmulo de ferro entre as espécies de Poaceae. Foram encontradas representantes de cada uma das famílias IRT1, YSL e ZIP no endosperma de milho o que sugere que esses genes possam ser funcionalmente expressos durante a formação de grãos em milho.
Plants acquired strategies I and II for iron absorption. Strategy I occurs in terrestrial plants and includes the reduction of iron in the ferric form (Fe+3) to ferrous form (Fe+2). Strategy II of iron absorption is present in grasses and is characterized by the release of phytosiderophores to the environment that chelate ferric iron. The grain filling process in cereals involves the transfer of assimilates directly from the xylem to the grain and also remobilization of assimilates from vegetative organs through the phloem. The aim of this work was to study the pattern of accumulated nutrients in seeds of rice genotypes cultivated in two regions of Brazil and to study the pattern and correlations among the nutrients accumulated in the grain. Moreover, it was verified the occurrence of transcripts homologous to rice (Oryza sativa) gene families known to be related to iron homeostasis in ESTs databases of Sorghum bicolor, Zea mays, Triticum aestivum and Saccharum officinalis and in a database containing only maize (Z. mays) endosperm ESTs. These analyses pointed to gene families that are functionally expressed in these species and specifically during the formation of the maize grain. For the analysis of accumulation of nutrients in the grain it was used ICP-MS and the data were subjected to statistical analysis: ANOVA, Pearson correlation and path analysis. The Pearson correlation results of accumulated nutrients in the grain do not demonstrated the direct and indirect effects of nutrients accumulated. On the other hand, the path analysis of these same data revealed a direct correlation of Fe with P, S and Ca in the experiment conducted in MG and direct correlation of Fe with P in the experiment conducted in the RS. The data of correlation between iron content in flag leaves and panicle of rice in different stages of development showed positive correlation. Moreover, the levels of Fe accumulated in the grain of the genotypes grown in MG were higher compared to those grown in RS. To verify the occurrence of homology, the amino acid sequences related to the rice transcripts were obtained from NCBI and KOME databases. The sequences of ESTs from other grass species were obtained from TIGR-Plant transcripts assemblies program and the maize endosperm database was obtained from NCBI. The genes were aligned using the program BLAST2 with TBLASTN tool with e-value of 1e-10 and minimal identity of 40%. It was found counterparts of the gene families studied in all species evaluated. The NAS gene family, related to phytosiderophores synthesis showed high conservation (about 70%) among Poaceae family members studied, except wheat and maize endosperm. The OsFER1 gene showed high conservation (80%) among all members of Poaceae. This suggests the importance of these gene families in the transport and accumulation of iron among the Poaceae species. It was found representatives from each one of the families IRT1, YSL and ZIP in maize endosperm which suggests that these genes may be functionally expressed during the formation of maize grain.
Palavras-chave: Arroz
Ferro
Biofortificação
Rice
Iron
Biofortification
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA::FITOTECNIA::FISIOLOGIA DE PLANTAS CULTIVADAS
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Controle da maturação e senescência em órgãos perecíveis; Fisiologia molecular de plantas superiores
Programa: Mestrado em Fisiologia Vegetal
Citação: MENDES, Giselle Camargo. Environmental and genotypic effects on nutrient content of rice seeds, Oryza sativa. 2009. 103 f. Dissertação (Mestrado em Controle da maturação e senescência em órgãos perecíveis; Fisiologia molecular de plantas superiores) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2009.
Tipo de Acesso: Acesso Embargado
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/4314
Data do documento: 20-Mar-2009
Aparece nas coleções:Fisiologia Vegetal

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf
  Until 2999-01-01
869,48 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir    Solictar uma cópia


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.