Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/4368
Tipo: Dissertação
Título: Micobiota fitopatogênica associada à planta invasora Tibouchina herbacea
Título(s) alternativo(s): Mycobiota of the invasive weed Tibouchina herbacea
Autor(es): Parreira, Douglas Ferreira
Primeiro Orientador: Barreto, Robert Weingart
Primeiro coorientador: Soares, Dartanhã José
Segundo coorientador: Pereira, Olinto Liparini
Primeiro avaliador: Kasuya, Maria Catarina Megumi
Segundo avaliador: Freitas, Leandro Grassi de
Terceiro avaliador: Vieira, Bruno Sérgio
Abstract: As invasões causadas por plantas tanto em ambientes naturais como em ambientes modificados pela ação antrópica resultam em grandes perdas, de natureza econômica ou no desequilíbrio de ecossistemas. Alguns ecossistemas são mais suscetíveis a invasões biológicas, pois têm fauna e flora endêmicas desarmônicas (com nichos ecológicos vazios ou ocupados por espécies pouco adaptadas às funções ecológicas ali desempenhadas) devido ao seu surgimento em isolamento geográfico, como as ilhas oceânicas dos arquipélagos Havaiano, Polinésia Francesa, Fernando de Noronha e outros, ou à sua separação da massa continental no processo de deriva dos continentes em passado evolutivo remoto, como é o caso do Continente Australiano. Nesses locais a introdução de uma espécie exótica vegetal ou animal pode ser desastrosa para o ecossistema. Um exemplo é a introdução de Tibouchina herbacea no arquipélago Havaiano, que resultou em invasão de ecossistemas nativos. Esta planta pertencente à família Melastomataceae, e é nativa da América do Sul. Ela tem sido tratada como alvo de um programa de controle biológico utilizando-se insetos e fungos provenientes do seu centro de origem. Para este fim foi feito um levantamento da micodiversidade associada a T. herbacea. Deste levantamento resultaram 81 amostras, coletadas em três países: Brasil, República Dominicana e Costa Rica. No presente trabalho a ênfase foi dada ao esclarecimento da identidade dos fungos obtidos, como um primeiro passo para uma futura utilização de fungos fitopatogênicos no controle de T. herbacea. 16 espécies de fungos foram obtidas, sendo: seis hifomicetos Cladosporium, Passalora, Cercospora apii e três espécies do gênero Pseudocercospora; quatro coelomicetos Septoria, Hainesia, Chaetophiophoma e Pestalotiopsis; e seis ascomicetos Asteridiella, Mollisia, Asterina, Perisporiopsis, Gnomonia, Leptosphaeria. Foram reconhecidas como taxa novos para a ciência e são aqui descritos: Cladosporium tibouchinensis, Mollisia tibouchinae, Passalora tibouchinae, Pseudocercospora subsinematosa, Pseudocercospora tibouchinensis, Pseudocercospora tibouchinicola and Septoria tibouchinensis. Dentre as espécies de fungos encontradas no presente trabalho, três parecem ter potencial para uso em programas de controle biológico por causarem doenças severas em T. herbacea: S. tibouchinensis, P. tibouchinae e M. tibouchinae. Embora a especificidade destes fungos não tenha ainda sido testada, os dois primeiros fungos pertencem a gêneros que incluem espécies tidas como bastante específicas (pelo menos restritas a uma única família botânica).
Weed plant invasions, in natural as well as in anthropic modified environments, results in significant economical losses or ecosystem disequilibrium. Some ecosystems are more susceptible than others to biological invasions, once they have disharmonic fauna and flora (with empty ecological niches or niches occupied by low adapted species to the ecological functions required), due to its geographic isolation, as in oceanic islands (Hawaii, French Polynesia, Fernando de Noronha and other archipelagos), or due to its separation form the continental bulk during the process of continental derivation in a remote past, as in the case of Australian continent. In such places, the introduction of exotic vegetal or animal species may be a disaster for the ecosystem. A exemple is the introduction of Tibouchina herbacea in the Hawaiian archipelago resulted in environmental invasion. This plant belongs to the Melastomataceae family and it is native that South America. A biological program involving entomologists and plant pathologists on origin center of T. herbacea will be developing, searching natural enemies. With the purpose of future development of control programs using phytopathogenic fungi, the mycological diversity associated with this plant was assessed. A total of eighty one samples originated from Brazil, Dominican Republic and Costa Rica were analyzed in this study. This work was limited to the taxonomic treatment of the fungi obtained from samples and represents the first step for the development of a future biological control program using phytopatogenic fungi to control the weed plant Tibouchina herbacea. In present work 16 fungi species were found: 6 Hyphomycetes Cladosporium, Passalora, Cercospora and three Pseudocercosporas; 4 Coelomycetes Septoria, Hainesia, Chaetophiophoma, Pestalotiopsis; and 6 Ascomycetes Asteridiella, Mollisia, Asterina, Perisporiopsis, Gnomonia, Leptosphaeria. There are recognized as new to science and described here: Cladosporium tibouchinensis, Mollisia tibouchinae, Passalora tibouchinae, Pseudocercospora subsinematosa, Pseudocercospora tibouchinensis, Pseudocercospora tibouchinicola and Septoria tibouchinensis Among the species of fungi founded in this study, three have potential for use in biological control programs causing severe disease in T. herbacea: S. tibouchinensis, P. tibouchinae and M. tibouchinae. Although the specificity of these fungi has not yet been tested, the first two genres belong to fungi that include species considered quite specific restricted to a single botanical family.
Palavras-chave: Fungos fitopatogênicos
Tibouchina herbacea
Micobiota fitopatogênica
Controle biológico
Plant pathogenic fungi
Tibouchina herbacea
Mycobiota
Biological control
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA::FITOSSANIDADE::FITOPATOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Etiologia; Epidemiologia; Controle
Programa: Mestrado em Fitopatologia
Citação: PARREIRA, Douglas Ferreira. Mycobiota of the invasive weed Tibouchina herbacea. 2008. 46 f. Dissertação (Mestrado em Etiologia; Epidemiologia; Controle) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2008.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/4368
Data do documento: 28-Jul-2008
Aparece nas coleções:Fitopatologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf2,29 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.