Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/4376
Tipo: Dissertação
Título: Caracterização de populações de Meloidogyne spp. em cafezais do Estado do Espírito Santo e da Zona da Mata de Minas Gerais
Título(s) alternativo(s): Characterization of Meloidogyne spp. populations in coffee crops in Espírito Santo and Zona da Mata of Minas Gerais
Autor(es): Barros, Aline Ferreira
Primeiro Orientador: Oliveira, Rosângela D arc de Lima
Primeiro coorientador: Freitas, Leandro Grassi de
Segundo coorientador: Pereira, Antonio Alves
Primeiro avaliador: Oliveira, José Rogério de
Segundo avaliador: Zambolim, Laércio
Abstract: Os nematoides das galhas pertencentes ao gênero Meloidogyne spp. representam um fator limitante à cafeicultura brasileira por causarem grandes perdas. Devido às escassas informações sobre a ocorrência desses nematoides, principalmente na cafeicultura capixaba, objetivou-se estudar a distribuição de Meloidogyne spp. em Coffea spp. no Estado do Espírito Santo e complementar os levantamentos na Zona da Mata de Minas Gerais. Amostras de solo e raízes foram coletadas em 18 municípios no Estado do Espírito Santo e em 5 municípios na Zona da Mata de Minas Gerais. A identificação das espécies de Meloidogyne spp. foi realizada pelo fenótipo da isoenzima esterase e pela gama de hospedeiros. No Estado do Espírito Santo foram detectadas diversas espécies de Meloidogyne nas amostras analisadas. Meloidogyne incognita, fenótipo I1 e I2, foi encontrada em 18% do total das propriedades amostradas, sendo que em 81,25% das propriedades infestadas se plantava C. canephora. Esta espécie está presente em 55,5% dos municípios amostrados sendo encontrada principalmente na região Serrana e Norte do Estado. Em uma propriedade do município de Brejetuba, ela foi encontrada em mistura com M. exigua, e no município de Sooretama, em mistura com M. paranaensis. Meloidogyne exigua, fenótipo E1, foi detectada em 43,6% das propriedades e apenas em lavouras de C. arabica. Esta espécie foi encontrada em todos os municípios amostrados da Região Sul e em 66,6% dos municípios amostrados da Região Serrana, regiões onde o café arábica é cultivado em larga escala. Meloidogyne paranaensis, fenótipo P1, foi detectado em todos os municípios amostrados da região Norte do Estado, e é relatada pela primeira vez no Estado do Espírito Santo. As espécies M. arenaria, fenótipo A2, e M. javanica (J3) foram detectadas em Laranja da Terra parasitando plantas daninhas presentes na área, mas não em cafeeiros. Já na Zona da Mata de Minas Gerais foi encontrada apenas M. exigua, fenótipo E1, parasitando as plantas de cafeeiro arábica em todos os municípios coletados exceto no município de Paula Cândido, onde nenhuma espécie de Meloidogyne foi encontrada. As populações foram submetidas ao teste com plantas hospedeiras diferenciadoras para determinação das raças fisiológicas. Foram encontradas as raças 1 e 2 de M. incognita e M. exigua no Estado do Espírito Santo, e a raça 2 de M. exigua na Zona da Mata de Minas Gerais. Nematoides dos gêneros Tylenchus, Helicotylenchus, Rotylenchulus, Pratylenchus, Aphelenchoides, Aphelenchus, Xiphinema, Mesocrinonema, Psilenchus, Hemicriconemoides, Discocriconemella, Ditylenchus, Rotylenchus, estavam associados com a rizosfera do cafeeiro.
The root-knot nematodes, belonging to Meloidogyne spp., represent a restraint factor to the Brazilian coffee crop because they cause too many losses. There is only some information on the occurrence of these nematodes, especially in coffee plantations in Espírito Santo State (ES), thus it was aimed to study the distribution of Meloidogyne spp. in Coffea spp. in this State and to complement the investigation in Zona da Mata in Minas Gerais (MG). Samples of soil and roots were collected from 18 municipalities on ES and 5 municipalities on the region of Zona da Mata of MG. The identification of species of Meloidogyne spp. was performed through esterase phenotype and differential host test. On ES, different species of Meloidogyne spp. were detected in the analyzed samples. Meloidogyne incognita, I1 and I2 phenotypes, was found in 18% of the sampled farm estates, and in 81.25% of these infested farms C. canephora was cultivated. This species of root-knot nematodes is present in 55.5% of the sampled municipalities, and it is found mainly in the mountain region and in the north of the State. This species was found in a mixture with M. exigua in a coffee crop in Brejetuba, and it was found in a mixture with M. paranaensis in Sooretama. Meloidogyne exigua, E1 phenotype, was detected in 43.6% of the farms and only in C. arabica crops. This species was found in all sampled municipalities in the southern region and in 66% of the sampled municipalities in the mountain region where arabica coffee is grown in large scale. In the north of the state, M. paranaensis, P1 phenotype, was detected in the sampled municipalities and it is reported by the first time in the state of Espírito Santo. The species M. arenaria, A2 phenotype, and M. javanica (J3) were detected in Laranja da Terra parasitizing weeds in the area, but not in coffee trees. However, in Zona da Mata in Minas Gerais, it was found only M. exigua, E1 phenotype, parasitizing coffee trees in all the municipalities where collection was performed, except in Paula Cândido municipality, where no species of Meloidogyne was found. The populations were tested by differential host plants in order to determine physiological races. It was found M. incognita and M. exigua races 1 and 2 in Espírito Santo, and M. exigua race 2 in Zona da Mata in Minas Gerais. Nematodes from genus Tylenchus, Helicotylenchus, Rotylenchulus, Pratylenchus, Aphelenchoides, Aphelenchus, Xiphinema, Mesocrinonema, Psilenchus, Hemicriconemoides, Discocriconemella, Ditylenchus, Rotylenchus, were associated to coffee tree rizosphere.
Palavras-chave: Caracterização isoenzimática
Coffea spp
Ocorrência
Meloidogyne paranaensis
Isozyme characterization
Coffea spp
Occurrence
Meloidogyne paranaensis
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA::FITOSSANIDADE::FITOPATOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Etiologia; Epidemiologia; Controle
Programa: Mestrado em Fitopatologia
Citação: BARROS, Aline Ferreira. Characterization of Meloidogyne spp. populations in coffee crops in Espírito Santo and Zona da Mata of Minas Gerais. 2010. 54 f. Dissertação (Mestrado em Etiologia; Epidemiologia; Controle) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2010.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/4376
Data do documento: 24-Fev-2010
Aparece nas coleções:Fitopatologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf1,53 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.