Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/4388
Tipo: Dissertação
Título: Uso do óleo essencial de mostarda no controle de Meloidogyne enterolobii (= M. mayaguensis) em pomar de goiabeira
Título(s) alternativo(s): Essential oil of mustard on the Meloidogyne enterolobii (= M. mayaguensis) control in guava orchard
Autor(es): Castro, Douglas Barbosa
Primeiro Orientador: Oliveira, Rosângela D arc de Lima
Primeiro coorientador: Dhingra, Onkar Dev
Segundo coorientador: Maffia, Luiz Antônio
Primeiro avaliador: Oliveira, José Rogério de
Segundo avaliador: Freitas, Gilberto Bernardo de
Abstract: Considerando a importância de Meloidogyne enterolobii (= M. mayaguensis) para a cultura da goiabeira e o potencial do óleo essencial de mostarda (OEM) no controle de nematoides, objetivou-se avaliar a eficiência do OEM no controle do nematoide no campo, em pomares de plantas arrancadas, recepadas ou em produção. Selecionou-se um pomar de goiabeiras naturalmente infestado por M. enterolobii, em Viçosa, MG. O OEM foi aplicado no solo a 100 μg/mL, por meio de tiras de papelão na rizosfera de plantas intactas ou irrigando a área de cultivo com OEM diluído em água, após as plantas serem recepadas ou arrancadas. Em amostras coletadas ao longo de 140 dias após aplicação do produto, avaliou-se o número de J2 no solo e número de galhas e ovos em raízes de tomateiros, no teste biológico. Como a população de J2 no solo sofreu rápida redução, independente do tratamento, ela foi considerada uma variável pouco confiável para a avaliação. Pelo teste biológico, obteve-se uma redução de 71%, 81% e 99% para número de galhas e 60%, 80% e 83% para número de ovos aos 45, 75 e 140 dias após a aplicação, respectivamente, para as parcelas tratadas com OEM, em plantas arrancadas ou recepadas. O terbufós reduziu apenas o número de galhas aos 45 dias, o qual voltou a aumentar posteriormente. Aos 140 dias, houve tendência generalizada de redução da população, considerando-se o número de galhas e ovos. Nas plantas intactas não houve controle do nematoide, pois as médias das variações de J2, galhas e ovos não diferiram significativamente entre os tratamentos. Em conclusão, o OEM foi eficiente em controlar M. enterolobii no campo na ausência do hospedeiro.
Considering the importance of Meloidogyne enterolobii (= M. mayaguensis) to the culture of guava and the potential of Essential Oil of Mustard (EOM) on nematode control, was aimed to evaluate the efficiency of EOM on control of these nematodes in the field, on a orchard of plants uprooted and cut off at 0.3 m from soil level or in intact plants in production. An orchard of guava trees naturally infested with M. enterolobii, in Viçosa, MG, was selected. EOM was applied on soil at 100 μg/mL, by strips of cardboard in the rhizosphere of intact plants, or by irrigating the cultivation area with EOM diluted in water after the plants have been cut off or uprooted. Samples were collected over 140 days after the product application and evaluated on the number of J2 in soil and number of galls and eggs in roots of tomato plants in the bioassay. The J2 population in soil underwent rapid reduction, regardless of treatment, and was configured as an unreliable variable. By the bioassay, was obtained a reduction of 71%, 81% and 99% for number of galls and 60%, 80% and 83% for number of eggs at 45, 75 and 140 days after application, respectively, for plots treated with EOM, in uprooted or cutted plants. The terbuphos only reduced the number of galls during 45 days. The biological evaluation at 140 days revealed a general trend of population reduction, considering the number of galls and eggs. In intact plants, there was no control of nematodes, as the average variations of J2, galls and eggs did not differ significantly between treatments. In conclusion, the EOM was effective in controlling M. enterolobii at the field in the absence of the host.
Palavras-chave: Meloidogyne mayaguensis
Óleo essencial de mostarda
Brassicas
Brassica
Brasicaceae
Isotiocianato
Meloidogyne mayaguensis
Essential oil of mustard
Brassicas
Brassica
Brasicaceae
Isothiocyanate
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA::FITOSSANIDADE::FITOPATOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Etiologia; Epidemiologia; Controle
Programa: Mestrado em Fitopatologia
Citação: CASTRO, Douglas Barbosa. Essential oil of mustard on the Meloidogyne enterolobii (= M. mayaguensis) control in guava orchard. 2010. 53 f. Dissertação (Mestrado em Etiologia; Epidemiologia; Controle) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2010.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/4388
Data do documento: 27-Ago-2010
Aparece nas coleções:Fitopatologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf2,64 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.