Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/4447
Tipo: Dissertação
Título: Potencial do isotilcianato de alilo no controle de Sclerotium rolfsii e Sclerotinia sclerotiorum
Título(s) alternativo(s): Potential do allyl isothiocyanate to control Sclerotium rolfsii and Sclerotinia sclerotiorum
Autor(es): Schurt, Daniel Augusto
Primeiro Orientador: Dhingra, Onkar Dev
Primeiro avaliador: Oliveira, Rosângela D arc de Lima
Segundo avaliador: Jham, Gulab Newandram
Terceiro avaliador: Rodrigues, Fabrício de ávila
Quarto avaliador: Oliveira, José Rogério de
Abstract: As perdas causadas por fungos nas sementeiras e nos viveiros de produção de mudas são altas se o substrato não sofrer tratamento para a sua erradicação. O transplantio de mudas infectadas provoca doença além de infestar o solo com patógenos transportados pelas mudas, tornando-se economicamente inviável o controle do patógeno. O objetivo foi avaliar o efeito do isotiocianato de alilo (ITCA), para o tratamento de solo, visando ao controle de patógenos (Sclerotium rolfsii e Sclerotinia sclerotiorum) e avaliar seu efeito na microbiota geral do solo. Estudando a difusão descendente do ITCA no solo em tubos de PVC, coletou-se os vapores de ITCA na massa do solo em diferentes umidades e profundidades. Foi observado que o ITCA difundiu-se melhor em solos secos (15 cm de profundidade) que em solos com 17% (10 cm) e 22% (7,5 cm) umidade. A utilização do ITCA na água da irrigação diminuiu a viabilidade dos escleródios de S. rolfsii e S. sclerotiorum na profundidade de 7,5 cm em 95 % com ITCA na concentração de 150 µL/kg de solo. Em condições in vitro o ITCA na concentração de 150 µL/L matou 80% dos escleródios de S. rolfsii e S. sclerotiorum com 4 dias de exposição aos vapores de ITCA. O efeito do ITCA provocou um atraso na germinação dos escleródios, na concentração de 50 µL/L nas primeiras 48 horas, a germinação dos escleródios foram de 3,7 e 10% para S. rolfsii e S. sclerotiorum, respectivamente. No solo seco ao ar, foi observado um maior efeito do ITCA na mortalidade dos escleródios, que em solos úmidos (17 e 22% umidade) a mudança de umidade ou temperatura influenciaram na viabilidade dos escleródios. Em condições de campo, sem a lona a dose utilizada de 8,86 ml/m2 de ITCA controlou os escleródios de S. rolfsii, mas com a utilização de lona a mortalidade dos escleródios foi de 98%. Foi observado que a utilização de ITCA no solo diminuiu a atividade microbiana dependendo das condições de solo. A comunidade microbiana no solo, actinomicetos, bactérias e fungos sofreram mudanças com a adição do ITCA no solo. A unidades formadoras de colônias (ufc s) de actinomicetos e bactérias diminuíram, dependendo das condições do solo e ufc s de fungos também diminuíram com a adição do ITCA. A utilização no campo do ITCA aumentou o número de ufc s de bactérias e actinomicetos e diminuiu o ufc s de fungos.
The losses caused by fungi in the nursery of seedling production are high if the planting substrate is not treated for their eradication. Transplanting infected seedlings to field causes disease in the field besides infesting the soil with pathogens transported by the disease seedling, where the disease control becomes economically unviable. The objective of this study was evaluate the effect of the, allyl isothiocyanate (AITC) for the soil treatment, to control Sclerotium rolfsii and Sclerotinia sclerotiorum and also to evaluate its effect on the general soil microbiota. The study about diffusion of AITC vapors in the soil showed that AITC diffused downwards better in dry soils (detected up to 15 cm of depth) than in moist soils, where it was detected up to 10 and 7,5 cm depth at soil moisture of 17 % and 22% respectively. Irrigating soil with water containing AITC to provide 150 µL/kg soil reduced the viability of the scletoria of S. rolfsii and S. sclerotiorum to a depth of 7,5 cm. In vitro, AITC vapors in the concentration of 150 µL/L killed 80% of concentration of AITC, in vitro or in soil, delayed sclerotial germination in the first 48 hours, and full germination potential was observed only after 120 h. The AITC effect on scletoria viality was slightly greater the air-dry soil compared to the soils, however from the practical point of view the soil moisture up to 20% and the high temperature did not affect the influence of AITC on sclerotial viability. In field conditions the used AITC at the rate of 8,86 ml/m2 killed 98% sclerotia of S. rolfsii when the plots were covered with a plastic mulch after the application. Soil treatment with AITC also reduced the microbial activity, changed significantly depending upon the soil conditions, but in general, the populations of actinomycetes, bacteria and fungi decreased.
Palavras-chave: Óleo mostarda
Fungo
Controle
Fungi
Control
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA::FITOSSANIDADE::FITOPATOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Etiologia; Epidemiologia; Controle
Programa: Mestrado em Fitopatologia
Citação: SCHURT, Daniel Augusto. Potential do allyl isothiocyanate to control Sclerotium rolfsii and Sclerotinia sclerotiorum. 2006. 57 f. Dissertação (Mestrado em Etiologia; Epidemiologia; Controle) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2006.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/4447
Data do documento: 20-Mar-2006
Aparece nas coleções:Fitopatologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf264,58 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.