Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/4462
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.authorTeixeira, André Ribeiro
dc.date.accessioned2015-03-26T13:39:21Z-
dc.date.available2006-11-30
dc.date.available2015-03-26T13:39:21Z-
dc.date.issued2006-02-13
dc.identifier.citationTEIXEIRA, André Ribeiro. Doses of molybdenum in common maize and popcorn maize. 2006. 49 f. Dissertação (Mestrado em Plantas daninhas, Alelopatia, Herbicidas e Resíduos; Fisiologia de culturas; Manejo pós-colheita de) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2006.por
dc.identifier.urihttp://locus.ufv.br/handle/123456789/4462-
dc.description.abstractO estudo foi desenvolvido com os objetivos de determinar a dose de molibdênio capaz de promover acúmulos deste micronutriente nas sementes, em níveis que possam suprir as necessidades da planta na geração subseqüente, e determinar o efeito do molibdênio tanto na produtividade quanto na qualidade das sementes, além de sua influência em outras características agronômicas, como altura de plantas e inserção de espigas, peso e tamanho de sementes, peso hectolitro e teor foliar de clorofila. Foram conduzidos dois experimentos com milho comum (variedade UFVM100 - nativo) e com a variedade de milho-pipoca (UFVM 2) na Estação Experimental de Coimbra (Coimbra-MG), pertencente à Universidade Federal de Viçosa, situada na Zona da Mata do Estado de Minas Gerais, durante o período de outubro de 2003 a abril de 2004. Utilizou-se para os dois experimentos, o delineamento em blocos casualizados com sete tratamentos, tendo sido usadas as doses de molibdênio 0, 50, 100, 200, 400, 800, 1.600 g ha-1 em quatro repetições. O molibdênio foi aplicado via foliar, tendo como fonte o molibdato de amônio (54% de Mo). As doses foram aplicadas da seguinte forma: 0, 50, 100, 200 e 400 g ha-1 de uma só vez, aos 15 dias (DAE); a dose de 800 g ha-1 foi aplicada parcelada em três vezes, sendo 400 g aos 15, 200 g aos 20 e 200 g aos 25 DAE, e a dose de 1.600 g ha-1 foi parcelada em quatro vezes iguais, aos 15, 20, 25 e 30 DAE. Nos dois experimentos, foram avaliados o índice SPAD (teor de clorofila) nas folhas; a altura de plantas e inserção de espigas; o número de plantas acamadas e quebradas; o estande final (número de plantas ha-1); o número total de sementes por parcela; o peso de 1.000 grãos; a produtividade; o peso hectolitro e os teores de NH4 +, P, K, Ca, Mg, S e Mo nas folhas e nos grãos. Somente para o milho-pipoca foram realizados os testes de capacidade de expansão e qualidade fisiológica de sementes onde tendo sido usados o teste padrão de germinação (TPG) e o de germinação em areia, além dos testes de vigor, de envelhecimento acelerado, condutividade elétrica, índice de velocidade de germinação (IVG) e peso de matéria seca. Para o milho comum, a altura de plantas foi significativamente influenciada pela aplicação das doses de Mo, atingindo valor máximo com a dose de 420 g ha-1, bem como o teor de potássio nas folhas e o peso de 1000 grãos e o peso hectolitro que atingiram valores máximos com as doses de 330, 704 e de 709 g ha-1 de Mo, respectivamente. Os demais caracteres agronômicos não foram influenciados pela aplicação de Mo no milho comum. Para o milho-pipoca, o teor de Mo nas folhas e nos grãos foi significativamente influenciado pela aplicação do micronutriente, atingindo valores máximos com a maior dose aplicada. Além destes, o número total de sementes por parcela bem como a produtividade foram influenciados significativamente pela aplicação de Mo, atingindo valores máximos com as doses de 680 g ha-1 e com a maior dose aplicada, respectivamente. Os demais caracteres para o milho-pipoca não foram influenciados pela aplicação de molibdênio.pt_BR
dc.description.abstractThe objective of this work was to determine the dose of molybdenum, able to promote the accumulation in the seeds, in levels which can supply the necessities of the plant in the next generation and to determine the effects of Mo in the productiveness as much as the quality of the seeds. Two experiments were conduct in the Coimbra experimental station (Coimbra/MG), pertaining on Federal University of Viçosa, in Minas Gerais, wood zone, one utilizing common maize (variety, UFVM 100) and another with popcorn maize (UFVM 2), between October of 2003 and April of 2004. For the two experiments was utilized the randomized block design with seven treatments, the following doses of Mo (0, 50, 100, 200, 400, 800 and 1,600 g ha-1) and four repetitions. The Mo was aplicated foliar way, utilizing [(NH4)6 Mo7O24. 2H2O], 54% Mo. The doses was aplicated from the following shape: 0, 50, 100, 200 and 400 g ha-1, applied totality 25 DAE; the dose of 800 g ha-1 thrice applied, 400 g in 15 DAE, 200 g in 20 and 200 in the 25 DAE and the dose of 1,600 g ha-1 parceled equally in four: 15, 20, 25 and 30 DAE. For the two experiments was estimated the SPAD index (chlorophyll purport), in the leafs; plant s height and ears; number of layed plants and broken plants; final estande (number of plants ha-1); total seeds number by portion; weight of 1,000 grains, productivity; frolic purport and on the corns of NH+ 4, P, K, Ca, Mg, S and Mo. Only for popcorn maize was realized expansion capacity test and physiological quality of seeds where was utilized the estandeard germination test (PGT), electrical conduction, germination velocity index (GVI) and weight of dry substance. For the common maize the plant s height was significantly influenced of Mo doses application reaching maximum value with the dose of 420 g ha-1, besides the foliar K content and the weight of 1,000 grains and hectoliter weight; which reaching maximum values with the doses of 330, 704 and 709 g ha-1 of Mo, respectively. Others parameters weren t excited by Mo application in common maize. However by the popcorn maize, Mo text in the leafs and grains were excited significantly by this nutrient application, reaching maximum values with the higher studied dose. Total number of seeds by portion and the productiveness were significantly influenced by Mo application reaching maximum values with doses of 680 g ha-1 and with the bigger studied dose, respectively. For the popcorn maize, others parameters weren t influenced molybdenum application.eng
dc.description.sponsorshipConselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de Viçosapor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectMolibdêniopor
dc.subjectMilhopor
dc.subjectDosespor
dc.subjectMolybdenumeng
dc.subjectMaizeeng
dc.subjectDoseseng
dc.titleDoses de molibdênio nas culturas do milho comum e milho-pipocapor
dc.title.alternativeDoses of molybdenum in common maize and popcorn maizeeng
dc.typeDissertaçãopor
dc.contributor.authorLatteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4776438Y9por
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.departmentPlantas daninhas, Alelopatia, Herbicidas e Resíduos; Fisiologia de culturas; Manejo pós-colheita depor
dc.publisher.programMestrado em Fitotecniapor
dc.publisher.initialsUFVpor
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA::FITOTECNIApor
dc.contributor.advisor1Araújo, Geraldo Antônio de Andrade
dc.contributor.advisor1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4787229T2por
dc.contributor.referee1Miranda, Glauco Vieira
dc.contributor.referee1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4782667H6por
dc.contributor.referee2Galvão, João Carlos Cardoso
dc.contributor.referee2Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4784805H4por
dc.contributor.referee3Rocha, Valterley Soares
dc.contributor.referee3Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4783380A8por
dc.contributor.referee4Andrade, Messias José Bastos de
dc.contributor.referee4Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4780041D5por
Aparece nas coleções:Fitotecnia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf123,91 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.