Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/4468
Tipo: Dissertação
Título: Equacionamento da longevidade de sementes de tomate
Título(s) alternativo(s): Calculation of the longevity of tomato seeds
Autor(es): Lopes, Joselaine Ferreira
Primeiro Orientador: Silva, Derly José Henriques da
Primeiro coorientador: Sinício, Roberto
Segundo coorientador: Araújo, Eduardo Fontes
Primeiro avaliador: Campo, Cesar Gómez
Segundo avaliador: Dias, Denise Cunha Fernandes dos Santos
Abstract: A longevidade é o período de tempo em que as sementes se mantêm viáveis. A previsão da perda de viabilidade das sementes em relação às condições de armazenamento a que são submetidas é de extrema importância para a avaliação de sua armazenabilidade. O presente trabalho teve como objetivos: equacionar a qualidade inicial das sementes (Ki) de tomate em função dos testes iniciais de germinação e de envelhecimento acelerado; e equacionar o desvio padrão da freqüência de distribuição das sementes mortas de tomate durante o período de armazenamento (σ). Para a determinação do Ki, foram usadas sementes de 7 acessos de tomateiro do Banco de Germoplasma-UFV e do cultivar Santa Clara . Inicialmente, as sementes foram submetidas a testes de germinação e de envelhecimento acelerado. Em seguida determinou-se experimentalmente o valor de Ki, utilizando-se a metodologia tradicional. Os resultados de Ki foram então equacionados em função dos resultados dos testes de germinação e de envelhecimento acelerado, transformados em probit, utilizando-se análises de regressão linear múltipla. Sementes com grau de umidade de 10, 12 e 14% foram acondicionadas em embalagens de alumínio impermeáveis a água e armazenadas a 31, 41 e 51ºC para a determinação do σ. Foram utilizadas sementes de 4 acessos de tomateiro do Banco de Germoplasma de Hortaliças UFV para estudo do armazenamento controlado de sementes, a fim de determinar os coeficientes da equação de longevidade. As sementes foram armazenadas por um período que variou de acordo com a combinação do grau de umidade e temperatura. Os valores de porcentagem de germinação obtidos durante o armazenamento foram transformados em probit e utilizados em regressão linear múltipla para determinação dos coeficientes da equação de viabilidade. Os resultados desse trabalho permitiram concluir que a equação para determinar o valor de Ki em função dos testes iniciais de germinação (G) foi: Ki = 0,4968 + 0,1542.G² O coeficiente de regressão ajustado desta equação foi de 74%, o desvio padrão foi de 0,097 e todos os coeficientes da equação foram significativos em nível de 1%. O uso dessa equação no modelo de probit, entretanto, não é recomendado porque a mesma fornece valores de Ki muito baixos e menores do que a germinação inicial, limitando a sua faixa de aplicação. O valor do resultado do teste de germinação inicial, transformado em probit, deve ser utilizado em substituição ao Ki, enquanto outras pesquisas não apresentarem melhores resultados para o equacionamento da qualidade inicial de tomate. A equação obtida para calcular o valor de sigma foi: σ =10 5,5319 2,6783.log m 0,0066.t² O coeficiente de regressão ajustado da equação foi de 94%, o desvio padrão foi de 0,12 e todos os parâmetros da equação foram significativos em nível de 1%.
The longevity is the period of time where the seeds are kept viable. It s extremely important for the storage analysis, the forecast of the viability loss of the seeds when comparing with differents storage conditions. The present work had as objective: to equate the initial quality of the seeds (Ki) of tomato in function of the initial tests of germination and accelerated aging; and to equate standard deviation of the frequency of distribution of the tomato seed deaths during the period of storage (σ). For the determination of the Ki, was used seeds of 7 accesses of tomato of the Bank of Germoplasma-UFV and the cultivar Santa Clara . Initially, the seeds were submitted to the tests of germination and accelerated aging. After that, the value of Ki was determined experimentally buy using the traditional methodology. The results of Ki then were equated in function of the results of the tests of germination and accelerated aging, transformed into probit, using analyses of multiple linear regression. Seeds with moisture content of 10, 12 and 14% were conditioned in impermeable aluminum packings and stored at 31, 41 and 51ºC for the determination of the σ. Seeds of 4 accesses of tomato of the Bank of Germoplasma de Hortaliças UFV were used for the seed storage research, in order to determine the coefficients of the longevity equation. The seeds were stored by a period that varied accordance with the combination of the degree of moisture and temperature. The values of percentage of germination obtained during the storage were transformed into probit and used into multiple linear regression for determination of the coefficients of the viability equation. The results of this work allowed to conclude that the equation to determine the value of Ki in function of the initial tests of germination (G) was: Ki = 0,4968 + 0,1542.G² The adjusted coefficient of regression of this equation was of 74%, the standard deviation was of 0,097 and all the coefficients of the equation were significant in 1% level. The use of this equation in the model of probit, however, is not recommended because it supplies low and very lesser values of Ki of that the initial germination, limiting its range of application. The value of the result of the test of initial germination, transformed into probit, must be used in substitution to the Ki, while other research not to present better result to equate the of the initial quality of tomato. The obtained equation to calculate the value of σ was: σ =10 5,5319 2,6783.log m 0,0066.t² The adjusted coefficient of regression of the equation was of 94%, the standard deviation was of 0,12 and all the parameters of the equation were significant in 1% level.
Palavras-chave: Armazenamento
Viabilidade
Banco de germoplasma
Recursos genéticos
Storage
Viabilty
Bank of Germplasma
Genetic resources
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA::FITOTECNIA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Plantas daninhas, Alelopatia, Herbicidas e Resíduos; Fisiologia de culturas; Manejo pós-colheita de
Programa: Mestrado em Fitotecnia
Citação: LOPES, Joselaine Ferreira. Calculation of the longevity of tomato seeds. 2007. 56 f. Dissertação (Mestrado em Plantas daninhas, Alelopatia, Herbicidas e Resíduos; Fisiologia de culturas; Manejo pós-colheita de) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2007.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/4468
Data do documento: 27-Fev-2007
Aparece nas coleções:Fitotecnia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf143,94 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.