Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/4473
Tipo: Dissertação
Título: Tratamentos pré-germinativos e avaliação do potencial fisiológico de sementes de mamona
Título(s) alternativo(s): Pre-germination treatments and physiological evaluation of seeds of castor bean
Autor(es): Mendes, Rita de Cássia
Primeiro Orientador: Dias, Denise Cunha Fernandes dos Santos
Primeiro coorientador: Dias, Luiz Antonio dos Santos
Segundo coorientador: Berger, Paulo Geraldo
Primeiro avaliador: Araújo, Eduardo Fontes
Segundo avaliador: Alexandre, Rodrigo Sobreira
Abstract: O trabalho teve como objetivos avaliar o efeito de tratamentos prégerminativos e determinar a eficiência de diferentes métodos para avaliação do potencial fisiológico de sementes de mamona. Para tanto, foram conduzidos dois ensaios no Laboratório de Pesquisa em Sementes do Departamento de Fitotecnia da Universidade Federal de Viçosa. No primeiro ensaio, foram utilizadas sementes de cinco lotes de mamona, cultivar ALGuarany, que foram submetidas aos seguintes tratamentos: testemunha (sementes intactas), escarificação com lixa, remoção da carúncula, remoção do tegumento, imersão em água por 12 e 24 horas, remoção da carúncula + imersão em água por 12 e 24 horas, escarificação com lixa + imersão em água por 12 e 24 horas, germinação a 10ºC/7 dias e a 25ºC/5 dias, germinação a 10ºC/7 dias e a 30ºC/5 dias, envelhecimento acelerado a 41ºC/48h e 100% UR. Após cada tratamento, com exceção dos tratamentos de germinação a 10ºC, as sementes foram submetidas ao teste de germinação, a 25ºC, realizando-se avaliações aos sete e 14 dias após a semeadura. Utilizou-se o delineamento inteiramente casualizado, com quatro repetições, sendo as médias dos tratamentos comparadas pelo teste de Tukey a 5% de probabilidade. No segundo experimento, foram utilizados sete lotes de sementes de mamona da cultivar AL-Guarany, que foram submetidos aos seguintes testes: teor de água, germinação, primeira contagem de germinação, frio (a 10ºC/7 dias e a 25ºC/5 dias), porcentagem e velocidade de emergência de plântulas em areia, envelhecimento acelerado a 41ºC e 45ºC e 100% UR, por 48, 72 e 96 horas e condutividade elétrica (25 sementes embebidas em 75 e 100mL de água destilada, a 25ºC, por 2, 4, 6, 8, 24, 48 e 72 horas). Em geral, todos os tratamentos pré-germinativos contribuíram para aumentar a porcentagem de germinação das sementes de mamona em relação à testemunha. Os tratamentos mais eficientes para acelerar a germinação das sementes foram a escarificação com lixa e a remoção da carúncula ou de todo o tegumento. No entanto, considerando-se a praticidade de aplicação, a escarificação com lixa pode ser recomendada para acelerar e aumentar a germinação das sementes de mamona. Os testes de frio e de envelhecimento acelerado (41ºC/72 horas e 100% UR) foram eficientes para a avaliação do potencial fisiológico de sementes de mamona, permitindo classificação de lotes quanto ao vigor semelhante à emergência de plântulas em solo. Já o teste de condutividade elétrica não se mostrou adequado para a avaliação do potencial fisiológico das sementes de mamona.
The work was done to evaluate the effect of pre-germination treatments on seed performance of castor bean and to determine the efficiency of different tests for physiological potential evaluation of these seeds. Two assays were conducted in the Seed Research Laboratory at University Federal of Viçosa. In the first assay, five seed lots of castor bean, Al-Guarany cultivar, were submitted to the following treatments: control (untreated seeds), scarification with sandpaper, caruncle removal, tegument removal, immersion in water for 12 and 24h, caruncle removal + immersion in water for 12 and 24h, scarification with sandpaper + immersion in water for 12 and 24h, germination at 10ºC/7 days and at 25ºC/5 days, germination at 10ºC/7 days and at 30ºC/5 days, accelerated aging at 41ºC/48h and 100% RH. After each treatment, with exception of the germination at 10ºC, the seeds were submitted to the germination test, at 25ºC. Countings were perfomed at 7 and 14 days after sowing. The trial was conducted in randomized completely design, with four replications. The means of treatments were compared by TuKey test at 5% probability. In the second assay, seven seed lots of AL-Guarany cultivar were submitted to the following tests: seed moisture content, standard, germination, first count, cold test (10ºC/7 days and 25ºC/5 days), seedling emergence, speed emergence index , accelerated aging (at 41ºC and 45ºC and 100% RH, for 48, 72 and 96h) and electrical conductivity (25 seeds soaked into 75 and 100mL of distilled water, at 25ºC, for 2, 4, 6, 8, 24, 48 and 72h). The trial was conducted in randomized completely design, with four replications. The means of treatments were compared by TuKey test at 5% probability. In general, all the pre-germination treatments contributed to increase the percentage of germination of castor bean seeds in relation to control. The most efficient treatments to speed up germination were scarification with sandpaper and caruncula or tegument removal. However, considering the practical application, the scarification can be recommended to increase the percentage and speed of seed germination. Cold test and accelerated aging (41ºC/72 hours) were efficient to evaluation of physiological potential of castor bean seeds, allowing classification of lots similar to seedling emergence. Electrical conductivity test was not adequate for physiological potential evaluation of these seeds.
Palavras-chave: Ricinus communis
Vigor
Germinação
Ricinus communis
Physiological potential
Germination
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA::FITOTECNIA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Plantas daninhas, Alelopatia, Herbicidas e Resíduos; Fisiologia de culturas; Manejo pós-colheita de
Programa: Mestrado em Fitotecnia
Citação: MENDES, Rita de Cássia. Pre-germination treatments and physiological evaluation of seeds of castor bean. 2007. 62 f. Dissertação (Mestrado em Plantas daninhas, Alelopatia, Herbicidas e Resíduos; Fisiologia de culturas; Manejo pós-colheita de) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2007.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/4473
Data do documento: 4-Dez-2007
Aparece nas coleções:Fitotecnia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf195,08 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.