Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/4505
Tipo: Dissertação
Título: Pré-enraizamento forçado de tipos de mudas de taro [Colocasia esculenta (L.) Schott] visando à antecipação da colheita
Título(s) alternativo(s): Forced pre-rooting of some taro seedlings types [Colocasia esculenta (L.) Schott] in order to anticipate the harvest
Autor(es): Costa, Andréa Cristina Thoma
Primeiro Orientador: Puiatti, Mário
Primeiro coorientador: Fontes, Paulo Cezar Rezende
Segundo coorientador: Cecon, Paulo Roberto
Primeiro avaliador: Finger, Fernando Luiz
Segundo avaliador: Santos, Ricardo Henrique Silva
Abstract: O trabalho objetivou avaliar a viabilidade da técnica do préenraizamento forçado de tipos de mudas de taro Japonês visando à antecipação da colheita. O experimento foi conduzido na Horta de Pesquisas do Departamento de Fitotecnia da Universidade Federal de Viçosa, no período de 07/07/2007 a 01/06/2008. O experimento consistiu de oito tratamentos, representados pelos tipos de muda: 1- Controle (Rizoma-filho grande com 150 g, sem pré-enraizamento); 2- Rizoma-filho gigante (FGG com 300 g); 3- Rizoma-filho grande (FG com 150 g); 4- Rizoma-filho médio (FM com 70 g); 5- Rizoma-filho pequeno (FP com 30 g); 6- Rizoma-filho refugo (REF com 15 g); 7- Rizoma-mãe com corte apical (RMãeap com 400 g) e 8- Rizoma-mãe com corte longitudinal (RMãelong com 400 g). As mudas do controle permaneceram no galpão, as mudas dos tratamentos 2 a 8 foram submetidas ao pré-enraizamento forçado, por 60 dias, em viveiro com leito constituído por camada de esterco bovino crú + capim napier picado, coberto com camada de terriço + areia (2:1,v:v). O viveiro foi coberto com filme de plástico de 150 μm, tipo túnel baixo, para manter a temperatura mais elevada e estimular o enraizamento das mudas. Após 60 dias, procedeu-se o plantio das mudas no campo em 05/09/2007, no espaçamento de 1,0 x 0,30 m. O delineamento experimental foi de blocos ao acaso, com quatro repetições. Procederam-se duas colheitas; a 1ª aos 210 e a 2ª aos 270 dias após o plantio no campo. Foram avaliadas características de crescimento e produção. Os dados foram submetidos á analise de variância e as médias comparadas às médias do controle pelo teste de Dunnett a 10% de probabilidade. O pré-enraizamento possibilitou a redução do tempo de permanência da cultura no campo. Os tratamentos 6 e 8 apresentaram o pior desempenho na produção comercial, em ambas épocas de colheita. O tratamento 2 destacou-se dos demais tratamentos quanto à produção comercial, todavia implica na necessidade de grande quantidade de material propagativo. Os tipos de mudas dos tratamentos 5 e 7, proporcionaram alta produtividade e poderiam reduzir a relação custo/benefício decorrente do menor gasto de material propagativo. Os resultados obtidos permitem concluir que o pré-enraizamento forçado é viável visando à redução do tempo de permanência da cultura no campo.
This study was carried out to evaluate the viability of the forced prerooting technique of some types of taro seedlings 'Japanese' in order to anticipate the harvest. The experiment was carried out in the research orchard pertaining to the Department of Plant Sciences, Universidade Federal de Viçosa, during the period from 07/07/2007 to 01/06/2008. It consisted of eight treatments represented by the following seedling types: 1 - Control (Rhizome- big sprout weighing 150g without prerooting); 2 - Rhizome-giant sprout (FGG with 300g); 3 - Rhizome-big sprout (FG with 150g); 4 Rhizome-medium sprout (FM with 70g); 5 Rhizome-small sprout (FP with 30g); 6 - Rhizome- refuse sprout (REF with 15g); 7 - Rhizomefemale parent with apical cut (RMãeap with 400g); and 8 - Rhizome- female parent with longitudinal cut (RMãelong with 400g). The control seedlings remained in the shed), whereas the seedlings of the treatments 2 to 8 were subjected to forced prerooting for 60 days, in the nursery provided with bed constituted by layer of cattle raw manure + pricked napier grass and covered with topsoil + sand layer (2:1,v:v). The nursery covering was made under low-tunnel form, by using a 150μm plastic film, in order to maintain the higher temperature and to stimulating the rooting of the seedlings. After 60 days, the seedlings were planted at spacing 1.0 x 0.30m in the field. The randomized block design was used, with four replicates. Two harvests were accomplished in the field: the first one at 210 and the 2nd at 270 days after planting. Both growth and yield characteristics were evaluated. The data were subjected to variance analysis and the averages were compared to the averages of the control by the Dunnett test at 10% probability. The prerooting made possible to reduce the permanence time of the crop in the field. The treatments 6 and 8 showed the worst performance concerning to commercial production at both harvesting times. Concerning to commercial production, the treatment 2 was distinguished from the other treatments; however, it requires high amount of propagative material. The seedling types of the treatments 5 and 7 provided high productivity, therefore they could reduce the cost/benefit relationship due to the lower expense of the propagative material. According to the results, it is concluded that the forced prerooting is viable, when aiming at reduction of the permanence time of the crop in the field.
Palavras-chave: Taro
Colocasia esculenta
Pré-enraizamento
Produção
Taro
Colocasia esculenta
Pre-rooting
Production
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA::FITOTECNIA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Plantas daninhas, Alelopatia, Herbicidas e Resíduos; Fisiologia de culturas; Manejo pós-colheita de
Programa: Mestrado em Fitotecnia
Citação: COSTA, Andréa Cristina Thoma. Forced pre-rooting of some taro seedlings types [Colocasia esculenta (L.) Schott] in order to anticipate the harvest. 2009. 53 f. Dissertação (Mestrado em Plantas daninhas, Alelopatia, Herbicidas e Resíduos; Fisiologia de culturas; Manejo pós-colheita de) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2009.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/4505
Data do documento: 10-Fev-2009
Aparece nas coleções:Fitotecnia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf760,19 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.