Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/4512
Tipo: Dissertação
Título: Dinâmica e fatores-chave de mortalidade da broca do café (Hypothenemus hampei)
Título(s) alternativo(s): Dynamics and key factors of mortality of the coffee berry borer (Hypothenemus hampei)
Autor(es): Chediak, Mateus
Primeiro Orientador: Picanço, Marcelo Coutinho
Primeiro coorientador: Guedes, Raul Narciso Carvalho
Segundo coorientador: Bacci, Leandro
Primeiro avaliador: Araújo, Márcio da Silva
Segundo avaliador: Sarmento, Renato de Almeida
Terceiro avaliador: Guedes, Nelsa Maria Pinho
Abstract: A broca do café, Hypothenemus hampei (Ferrari) (Coleoptera: Scolytidae) é uma praga de café e está presente em quase todos os países produtores da cultura causando perdas de US$ 500 milhões por ano. Apesar de sua importância, nada se sabe sobre seu fator chave e estágio crítico de mortalidade. Por isso, o objetivo deste estudo foi determinar a fase crítica e os principais fatores de mortalidade de H. hampei. Os dados para a confecção da tabela de vida foram coletadas durante cinco temporadas, entre os meses de dezembro de 2007 a março de 2009 em seis fazendas de café entre Paula Cândido e Viçosa, MG. Os dados de mortalidade de H. hampei foram coletadas semanalmente e agrupadas por época e talhão, totalizando 33 tabelas de vida. Estas tabelas foram somadas e tirada a média dos dados para a confecção da tabela de vida média, onde a mortalidade global foi de 70,81%. Entre as etapas do ciclo de vida de H. hampei, a maior mortalidade ocorreu em ovos (29,43%), seguido pela mortalidade de larvas de terceiro ínstar (22,22%), larva de segundo ínstar (18,60%), pupa (18,11%), larva primeiro ínstar (13,22%) e adultos (8,06%), respectivamente. Os fatores de mortalidade observadas e quantificadas neste estudo foram parasitismo pela vespa-da-uganda Prorops nasuta (Hymenoptera, Bethylidae), a predação por insetos predadores da família Anthocoridae e formigas, distúrbios fisiológicos de ovos (não viáveis) larvas e pupas (ecdise incompleta) e infecção por fungos Beauveria bassiana e Metarhizium anisopliae. Entre esses fatores, o que causou a maior mortalidade foram a predação e distúrbios fisiológicos. O nível crítico de mortalidade de H. hampei ocorreu em larva e o ínstar crítico foi o terceiro ínstar. O fator chave de mortalidade foi de distúrbios fisiológicos em larvas (especialmente no terceiro ínstar), seguido de mortalidade devido à predação neste estádio.
The coffee berry borer Hypothenemus hampei (Ferrari) (Coleoptera: Scolytidae) is a pest of coffee and is present in almost all countries producing the crop causing losses of US$ 500 million a year. Despite its importance, nothing is known about her key factor and critical stage of mortality. Therefor, the objective of this study was to determine the critical stage and the key factors of mortality of H. hampei. Data for the making of the life table were collected during five seasons between the months of December 2007 to March 2009 in six coffee plantations between Paula Cândido and Viçosa, MG. The mortalit data of H. hampei were collected weekly and grouped by season and stand, a total of 33 life tables. These 33 life tables were added and taken to mean data which led to an average life table, where the overall mortality was 70.81%. Among the stages of the life cycle of H. hampei, the highest mortality occurred in eggs (29.43%), followed by mortality of third instar larvae (22.22%), second instar larva (18.60%), pupa (18.11%), larva First instar (13.22%) and adults (8.06%) respectively. Mortality factors observed and quantified in this study were parasitism by the wasp-of-uganda Prorops nasuta (Hymenoptera, Bethylidae), predation by predatory bugs of the family Anthocoridae and ants, physiological disorders of eggs (not feasible) larvae and pupae (incomplete ecdysis) and fungal infection by Beauveria bassiana and Metharizium anisopliae. Among these factors, which caused the highest mortality were predation and physiological disorders. The critical mortality level of H. hampei was in larval and the instar critical is the third instar. The key factor of mortality was physiological disorders in larvae (especially in the third instar), followed by mortality due to predation in this stadium.
Palavras-chave: Tabela de vida
Broca-do-café
Cafeeiro
Manejo cultutal
Life table
Coffee berry borer
Coffee
Management cultutal
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA::FITOTECNIA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Plantas daninhas, Alelopatia, Herbicidas e Resíduos; Fisiologia de culturas; Manejo pós-colheita de
Programa: Mestrado em Fitotecnia
Citação: CHEDIAK, Mateus. Dynamics and key factors of mortality of the coffee berry borer (Hypothenemus hampei). 2009. 46 f. Dissertação (Mestrado em Plantas daninhas, Alelopatia, Herbicidas e Resíduos; Fisiologia de culturas; Manejo pós-colheita de) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2009.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/4512
Data do documento: 29-Jul-2009
Aparece nas coleções:Fitotecnia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf232,07 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.