Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/4519
Tipo: Dissertação
Título: Qualidade fisiológica e sanitária, teor de óleo e proteína de sementes de cultivares de soja, em três épocas de colheita
Título(s) alternativo(s): Physiologic and sanitary quality and the oil and protein content of seeds from soy cultivars from three harvest periods
Autor(es): Diniz, Fábio Oliveira
Primeiro Orientador: Reis, Múcio Silva
Primeiro coorientador: Dias, Luiz Antonio dos Santos
Segundo coorientador: Araújo, Eduardo Fontes
Primeiro avaliador: Giudice, Marcos Paiva Del
Segundo avaliador: Sediyama, Tocio
Abstract: A utilização de sementes com boa qualidade fisiológica e sanitária é imprescindível para o estabelecimento de um estande adequado e consequentemente, para expressiva produtividade de uma lavoura de soja. A qualidade fisiológica e sanitária são influenciadas pelo componente genético e pelas condições climáticas durante o período de maturação das sementes. Também os teores de óleo e proteína nas sementes de soja podem ser afetados por esses mesmos fatores. Objetivou-se avaliar a qualidade fisiológica e sanitária, teor de óleo e proteína de sementes de cultivares de soja, em três épocas de colheita. Para tanto, foram multiplicadas no Campo Experimental Professor Diogo Alves de Mello, do Departamento de Fitotecnia da Universidade Federal de Viçosa, sementes de oito cultivares de soja de diferentes ciclos de maturação: semi-precoce (Confiança), médio (UFV-16, Splendor e Vencedora), semi-tardio (UFV-TN 105 e Garantia) e tardio (UFV-18 e Celeste). A colheita foi realizada em três épocas: estádio R8 e aos 15 e 30 dias após este estádio. Utilizou-se o delineamento experimental de blocos ao acaso, com quatro repetições, em esquema de parcelas subdivididas. As parcelas foram constituídas pelas cultivares e as subparcelas pelas três épocas de colheita. Em laboratório, as sementes de cada tratamento e repetição de campo foram submetidas aos testes de umidade, germinação, condutividade elétrica, envelhecimento acelerado, sanidade e às análises de óleo e proteína; em casa de vegetação, ao teste de emergência de plântulas e índice de velocidade em leito de areia; e em campo, ao teste de emergência de plântulas. Nas sementes colhidas aos 15 e 30 dias após o estádio R8 ocorreu aumento da porcentagem de sementes infectadas por fungos, tendo sido os mais frequentes Fusarium spp., Phomopsis spp. e Epicoccum spp. A germinação e o vigor foram reduzidos nas sementes colhidas aos 30 dias após o estádio R8, em todas as avaliações, à exceção do teste de envelhecimento acelerado, que revelou queda do vigor nas sementes colhidas com 15 dias de retardamento. Quanto às cultivares, as sementes da UFV-16, Confiança e Garantia foram as que apresentaram, na maioria dos testes, qualidade fisiológica inferior e as sementes da cultivar Celeste, qualidade fisiológica superior às demais. Houve correlações lineares significativas (p<0,01) para todos os pares de testes utilizados, evidenciando similaridade entre os dados dos testes de avaliação da qualidade fisiológica de sementes com a emergência das plântulas em campo. Quanto aos teores de óleo e proteína, houve também variação entre as cultivares, destacando-se com maior conteúdo de óleo as sementes das cultivares Garantia, Confiança, Celeste, UFV-16 e UFV-18 (acima de 24%) e de proteína, a UFV-TN 105 (42,78%). O retardamento de colheita não provocou redução nos teores de óleo e proteína nas sementes das oito cultivares de soja.
The use of seeds with good physiologic and sanitary qualities are essential for the establishment of an adequate stand and consequently, for the expressive productivity of a soy crop. The physiologic and sanitary qualities are influenced by the genetic components and by climatic conditions during the maturing period of the seeds. The oil and protein content in the soy seeds can also be affected by the same factors. The aim was to evaluate the physiologic and sanitary qualities, oil and protein content of seeds from a soy cultivar, in three harvests. For this, they were multiplied in the Experimental Field Professor Diogo Alves de Mello, of the Department of Plant Pathology of the Universidade de Viçosa, seeds from eight soy cultivars from different maturing cycles: semi-early (Confiança), medium (UFV-16, Splendor and Vencedora), semi-late (UFVTN 105 and Garantia) and late (UFV-18 and Celeste). The harvest was carried out at three times: stage R8 and on days 15 and 30 after this stage. The experimental random block delineation was used, with four repetitions, in a subdivided plot scheme. The plots were constituted by the cultivars and the subplots by the three harvest times. In the laboratory, the seeds of each treatment and field repetition were subjected to the moisture, germination, electric conductivity, quick aging, and health tests and to the oil and protein analyses; in the greenhouse, the plantule emergence and rate of speed in a sand bed test; and in field, the plantule emergence test. In the seeds gathered on days 15 and 30 after the R8 stage, an increase in the percentage of seeds infected by funguses took place, with Fusarium spp., Phomopsis spp. and Epicoccum spp being the most frequent. The germination and vigor were reduced in the seeds gathered 30 days after stage R8, in all the evaluations, with the exception of the quick aging test, which revealed a fall in the vigor in the seeds harvested with a 15 day delay. As for the cultivars, the UFV-16, Confiança and Garantia seeds were what presented, in most of the tests, a physiologic inferior quality and the seeds from the Celeste cultivar had a physiologic quality superior to the rest. There were significant linear correlations (p <0.01) for all the pairs of tests used, showing similarity between the data of the evaluation tests of the physiologic quality of seeds with plantule emergence in the field. In terms of the oil and protein content, there was also a variation between the cultivars, having seeds with greater oil content stand out from the Garantia, Confiança, Celeste, UFV-16 and UFV-18 (above 24 %) cultivars and the protein, UFV-TN 105 (42.78 %). The harvest delay did not provoke a reduction in the oil and protein content in the seeds from the eight soy cultivars.
Palavras-chave: Glycine max (L.) Merrill
Retardamento de colheita
Glycine max (L.) Merrill
Delaying harvest
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA::FITOTECNIA::PRODUCAO E BENEFICIAMENTO DE SEMENTES
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Plantas daninhas, Alelopatia, Herbicidas e Resíduos; Fisiologia de culturas; Manejo pós-colheita de
Programa: Mestrado em Fitotecnia
Citação: DINIZ, Fábio Oliveira. Physiologic and sanitary quality and the oil and protein content of seeds from soy cultivars from three harvest periods. 2009. 78 f. Dissertação (Mestrado em Plantas daninhas, Alelopatia, Herbicidas e Resíduos; Fisiologia de culturas; Manejo pós-colheita de) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2009.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/4519
Data do documento: 8-Jul-2009
Aparece nas coleções:Fitotecnia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf248,7 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.