Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/4530
Tipo: Dissertação
Título: Resposta do feijoeiro ao molibdênio em mistura com glyphosate no plantio direto
Título(s) alternativo(s): Response of the bean plant to molybdenum in mixture with glyphosate under no-till
Autor(es): Damato Neto, José
Primeiro Orientador: Araújo, Geraldo Antônio de Andrade
Primeiro coorientador: Carneiro, José Eustáquio de Souza
Segundo coorientador: Cecon, Paulo Roberto
Primeiro avaliador: Fontes, Renildes Lúcio Ferreira
Segundo avaliador: Vieira, Rogério Faria
Abstract: Com o objetivo de estudar o efeito do Mo em mistura com o dessecante, aplicado sobre palhadas de milho e braquiária para o plantio direto do feijoeiro, foram conduzidos experimentos na estação experimental de Coimbra, Minas Gerais, pertencente ao Departamento de Fitotecnia da Universidade Federal de Viçosa. Realizaram-se dois ensaios em campo, sendo o primeiro sobre palhada de braquiária e o segundo sobre palhada de milho. O experimento foi implantado utilizando-se parcelas subdivididas, sendo as parcelas constituídas por cinco doses de molibdênio (0, 100, 200, 400 e 800 g ha-1), aplicadas juntamente com o herbicida dessecante (glyphosate) e as subparcelas constituídas por duas doses de molibdênio (0 e 100 g ha-1), aplicadas via foliar no feijoeiro, no DBC, com quatro repetições. Cada subparcela foi composta por cinco linhas de feijão, cultivar Ouro Vermelho, com 5 m de comprimento, espaçadas de 0,5 m. A adubação foliar molíbdica foi realizada no estádio V4, sendo o molibdato de sódio (39% de Mo) a fonte de Mo. Avaliaram-se o conteúdo de clorofila na terceira folha completamente expandida a partir do ápice (folha índice), através do índice SPAD (Soil Plant Analyses Development), sendo realizadas três leituras por folíolo em dez folhas tomadas aleatoriamente nas plantas da subparcela. Em laboratório foram avaliados os teores de N, P, K, Ca, Mg, S, Mn, Zn, Cu e Mo, nas folhas e nos grãos. Posteriormente, foi determinado o número de plantas por hectare (NP), o número de vagens por planta (NVP), o número de grãos por vagem (NGP), a massa de 100 grãos (MG) e a produtividade (P). O feijoeiro cultivado sobre palhada de braquiária absorveu o Mo aplicado na braquiária, junto com o dessecante, aumentando sua produtividade. O teor de Mo nas folhas aumentou em resposta à aplicação do micronutriente, em mistura com o dessecante. Nos grãos, a sua concentração foi ainda maior, quando o Mo foi, também, aplicado via foliar. O teor foliar de nitrogênio aumentou com a aplicação de Mo misturado com o dessecante, quando não houve aplicação deste micronutriente nas folhas do feijoeiro, apresentando comportamento semelhante ao índice SPAD. Quando além da mistura do Mo com o dessecante houve aplicação do mesmo via foliar no feijoeiro, estes dois fatores diminuíram ligeiramente. O teor de P nos grãos reduziu quando o Mo foi aplicado via foliar. O teor K nos grãos aumentou com o aumento da dose de molibdênio aplicada junto com o dessecante na palhada da braquiária. Por outro lado, quando o feijoeiro foi cultivado sobre palhada de milho, o número de vagens por planta (NVP) aumentou em resposta à aplicação das misturas do Mo com o dessecante, quando não houve aplicação foliar de Mo sobre o feijoeiro. O teor foliar de Mo foi superior no tratamento que houve aplicação do mesmo nas folhas do feijoeiro, independentemente da dose deste micronutriente misturado com o dessecante. O teor de Mo nos grãos aumentou de forma linear com o aumento da dose do micronutriente aplicado junto com o dessecante. O índice SPAD não foi alterado, independentemente da dose de Mo aplicada juntamente com o dessecante e ou aplicado via foliar no feijoeiro.
Experiments were carried out at the Experimental Station of Coimbra, Minas Gerais, of the Department of Plant Science of the Universidade Federal de Viçosa to study the effect of Mo in mixture with glyphosate, applied on corn and brachiaria straw on bean plant crop under no-till system. Two field assays were carried out, the first on brachiaria straw and the second on corn straw. The experiment was set up in split-plots, with the plots consisting of five doses of molybdenum (0, 100, 200, 400 and 800 g ha-1), applied in combination with the a desiccating herbicide (glyphosate) and the split-plots consisting of two doses of molybdenum (0 and 100 g ha-1), applied via the leaves on the bean plant, in the DBC, with four repetitions. Each split-plot was composed by five 5 m long, 0.5 m spaced lines of bean plant, cultivar Ouro Vermelho. Molybdenum foliar fertilization was carried out at stage V4, with sodium molybdate (39% of Mo) being the source of Mo. The content of chlorophyll was evaluated in the third completely expanded leaf from the apex (index leaf), through the SPAD index (Soil Plant Analyses Development), with three readings per leaflet being carried out in ten leaves randomly selected from the split-plot plants. The contents of N, P, K, Ca, Mg, S, Mn, Zn, Cu and Mo were evaluated in the leaves and grains under laboratory conditions. The number of plants per hectare (NP), number of pods per plant (NPP), number of grains per pod (NGP), mass of 100 grains (MG) and yield (Y) were later determined. The bean plant cultivated on the brachiaria straw absorbed MO applied on the latter, combined with glyphosate, increasing its yield. The content of Mo in the leaves increased in response to the application of the micronutrient, in mixture with glyphosate. Its concentration was even greater in the grains, when Mo was also applied via the leaves. The foliar content of nitrogen increased with the application of Mo mixed with glyphosate, when the micronutrient was not applied on the bean plant leaves, presenting a behavior similar to the SPAD index. When, besides the mixture of Mo with glyphosate, the former was applied via the leaves on the bean plants, these two factors decreased slightly. P content in the grains reduced when Mo was applied via the leaves. The content of K in the grains increased with the increase of the molybdenum dose, applied together with glyphosate on the brachiaria straw. On the other hand, when the bean plant was cultivated on the corn straw, the number of pods per plant (NPP) increased in response to the application of the Mo mixtures with glyphosate, when there was no foliar application of Mo on the bean plant. The foliar content of Mo was higher in the treatment Mo was applied on the bean plant leaves, regardless of the dose of this micronutrient, mixed with glyphosate. The content of Mo in the grains increased linearly with the increase of the micronutrient dose, applied together with glyphosate. The SPAD index was not altered, regardless of the Mo dose applied together with glyphosate, and/or applied via the leaves on the bean plant.
Palavras-chave: Feijão
Molibdênio
Glyphosate
Plantio direto
Bean
Molybdenum
Glyphosate
No-till
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA::FITOTECNIA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Plantas daninhas, Alelopatia, Herbicidas e Resíduos; Fisiologia de culturas; Manejo pós-colheita de
Programa: Mestrado em Fitotecnia
Citação: DAMATO NETO, José. Response of the bean plant to molybdenum in mixture with glyphosate under no-till. 2010. 58 f. Dissertação (Mestrado em Plantas daninhas, Alelopatia, Herbicidas e Resíduos; Fisiologia de culturas; Manejo pós-colheita de) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2010.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/4530
Data do documento: 5-Jul-2010
Aparece nas coleções:Fitotecnia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf416,07 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.