Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/4532
Tipo: Dissertação
Título: Qualidade fisiológica de sementes de pinhão manso (Jatropha curcas L.) em função do estádio de maturação dos frutos
Título(s) alternativo(s): Physiological quality of physic nut seeds (Jatropha curcas L.) according to the stage of fruit maturation
Autor(es): Silva, Laércio Junio da
Primeiro Orientador: Dias, Denise Cunha Fernandes dos Santos
Primeiro coorientador: Dias, Luiz Antonio dos Santos
Segundo coorientador: Borges, Eduardo Euclydes de Lima e
Primeiro avaliador: Alvarenga, Antônio de Pádua
Segundo avaliador: Araújo, Roberto Fontes
Abstract: O pinhão manso (J. curcas L.) tem se figurado como espécie promissora para ser utilizada na produção de biodiesel, devido principalmente ao seu alto conteúdo e qualidade de óleo para biodiesel. Para essa espécie, existem poucas informações na literatura a respeito do processo de maturação das sementes, o que é fundamental para a obtenção de sementes de elevada qualidade fisiológica. Assim, a pesquisa teve como objetivos avaliar as principais alterações que ocorrem durante a maturação das sementes de pinhão manso buscando caracterizar a maturidade fisiológica e definir a época ideal para a colheita das sementes com base na coloração externa dos frutos. Para tanto, foram conduzidos dois experimentos de campo em área de produção comercial no município de Viçosa, MG. Na época do florescimento das plantas, foram marcadas flores femininas no dia da antese. No primeiro experimento, a partir dos 35 dias após a antese (DAA), a cada cinco dias, até 80 DAA foram realizadas coletas de frutos. Esses foram levados para o laboratório e após extração e secagem das sementes em condições de laboratório foram determinados os seguintes parâmetros: grau de umidade, massa seca, diâmetros longitudinal e transversal das sementes, germinação, primeira contagem de germinação, índice de velocidade de germinação (IVG), crescimento de plântula; peso, grau de umidade e os diâmetros transversal e longitudinal dos frutos. Adotou-se o delineamento inteiramente casualizado, com 20 repetições para as determinações de diâmetros de frutos e sementes e massa de frutos, e quatro repetições para os demais testes de qualidade da semente. Os dados foram submetidos à análise de variância e regressão. No segundo experimento, foram coletados frutos em diferentes estádios de maturação com base na coloração externa: verde; verde-amarelo; amarelo; amarelo-marrom e marrom. As sementes após secagem natural foram submetidas aos seguintes testes e determinações: grau de umidade e massa seca; germinação; primeira contagem de germinação; emergência de plântulas; crescimento de plântulas; envelhecimento acelerado; condutividade elétrica; peso de mil sementes e teor de óleo. Adotou-se o delineamento inteiramente casualizado, com quatro repetições, comparando-se as médias obtidas com os tratamentos pelo teste de Tukey, em nível de 5% de significância. Concluiu-se que a maturidade fisiológica das sementes de pinhão manso, representada pela máxima germinação e vigor, ocorre aos 65 DAA. Esse momento coincide com o máximo acúmulo de massa seca das sementes, que apresentam grau de umidade elevado, cerca de 52%, estando os frutos com coloração externa amarelo-marrom. As sementes obtidas de frutos amarelos e amarelo-marrons são de alta qualidade fisiológica. Já as sementes obtidas de frutos verdes têm menor conteúdo de massa seca, de óleo e qualidade fisiológica inferior às dos demais estádios de maturação. As sementes obtidas de frutos marrons apresentam elevado potencial de germinação, porém apresentam baixo vigor em relação às dos estádios amarelo e amarelo-marrom.
Physic nut (J.curcas L.) has been listed as promising species for use in biodiesel production, due mainly to its high content and quality of oil for biodiesel. For these species, there is little information about seed maturation process, which is crucial to obtaining seeds with high physiological quality. Thus, the research aimed to evaluate the main changes during maturation of physic nut seeds in order to characterize the physiological maturity and to define the adequate harvest time of the seeds based on the external color of the fruits. Two experiments were carried out in an area of commercial production in Viçosa, MG. At the flowering, female flowers were tagged at anthesis. In the first experiment, from 35 days after anthesis (DAA), every five days, until 80 DAA fruits were collected. These were taken to the laboratory and, after seed extraction and drying, the following parameters were determined: moisture content, dry matter, longitudinal and transversal diameters of the seeds, germination, first count, speed germination index (IVG), seedling growth and weight, dry matter and the transversal and longitudinal diameters of the fruits. The completely randomized design was adopted with 20 replications for the determination of diameters of fruits and seeds and fruit mass, and four replications for seed quality tests. Data were subjected to variance and regression analysis. In the second experiment, fruits were collected at different stages of maturity based on external color: green, yellow-green, yellow, yellow-brown and brown. The seeds, after natural drying, were subjected to the following tests and determinations: moisture content and dry matter, germination, first count, seedling emergence, seedling growth, accelerated aging, electrical conductivity, thousand seed weight and oil content. The completely randomized design was adopted with four replications. The means were compared by Tukey test at the 5% level of significance. It was concluded that physiological maturity of physic nut seeds, represented by the maximum germination and vigor, occurs at 65 DAA. This time coincides with the maximum accumulation of dry mass of the seeds, which have high moisture content, about 52%, and the external color of the fruits is yellow-brown. The seeds obtained of yellow and yellow-brown fruits have high physiological quality. The seeds obtained from green fruits have a lower content of dry matter, oil and physiological quality lower than the others stages of maturation. The seeds obtained from brown fruits have a high germination potential, but they have low vigor in relation to stages yellow and yellow-brown.
Palavras-chave: Jatropha curcas L.
Germinação
Vigor
Maturidade fisiológica
Jatropha curcas L.
Germination
Vigor
Physiological maturity
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA::FITOTECNIA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Plantas daninhas, Alelopatia, Herbicidas e Resíduos; Fisiologia de culturas; Manejo pós-colheita de
Programa: Mestrado em Fitotecnia
Citação: SILVA, Laércio Junio da. Physiological quality of physic nut seeds (Jatropha curcas L.) according to the stage of fruit maturation. 2010. 66 f. Dissertação (Mestrado em Plantas daninhas, Alelopatia, Herbicidas e Resíduos; Fisiologia de culturas; Manejo pós-colheita de) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2010.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/4532
Data do documento: 22-Jul-2010
Aparece nas coleções:Fitotecnia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf840,61 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.