Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/4550
Tipo: Dissertação
Título: Antagonismo de preparações homeopáticas na fotossíntese de plantas de Ruta graveolens (L.)
Título(s) alternativo(s): Antagonism of homeopathic preparations in the photosynthesis of Ruta graveolens (L.)
Autor(es): Lisboa, Suzana Patrícia
Primeiro Orientador: Casali, Vicente Wagner Dias
Primeiro coorientador: Cecon, Paulo Roberto
Segundo coorientador: Santos, Ricardo Henrique Silva
Primeiro avaliador: Rodrigues, Gilton Jose
Segundo avaliador: Oliveira, José Emilio Zanzirolani de
Abstract: Hahnemann no seu livro O Organon , com base em extensa experimentação, relata que medicamentos semelhantes inseridos no organismo têm comportamento antagônico e perdem efetividade. Essa afirmativa tem base na experimentação em seres humanos, mas não tem base experimental em plantas. O trabalho teve como objetivo gerar dados sobre a atuação conflitante de alguns medicamentos homeopáticos e elaborar a base dos conceitos de antagonismo destinada a futuros procedimentos tecnológicos do uso de homeopatia em plantas. Os experimentos foram conduzidos na casa de vegetação e no Laboratório de Homeopatia do Departamento de Fitotecnia da Universidade Federal de Viçosa-MG, no período de agosto a dezembro de 2005. Utilizou-se o esquema de parcela subdividida, tendo nas parcelas os tratamentos e nas subparcelas os tempos de avaliação (10 minutos) com quatro repetições. Foi avaliada a ação dos preparados homeopáticos sobre a planta Ruta graveolens (L.) quantificada pela assimilação de CO2. Os preparados homeopáticos foram aplicados via água destilada na diluição de 4 mL por litro de água destilada e vertido 1 mL da solução a 1 cm do caule e sobre o solo. Durante o ensaio (7 às 11 horas) após verter as soluções foram coletados os dados de assimilação de CO2 em 10 tempos de minuto a minuto no decorrer de 10 minutos consecutivos por tratamento após cada aplicação. A taxa de assimilação de CO2 foi determinada pelo equipamento IRGA (Analisador de Gás no Infravermelho). Os dados foram interpretados por meio da análise de variância, teste de médias e regressão utilizando o programa SAEG (Sistema para Análises Estatísticas). Os preparados homeopáticos provocaram efeito na assimilação de CO2 da planta Ruta graveolens (L.). O preparado homeopático Apis mellifica 6CH anulou a patogenesia causada por Cantharis 4CH significando antagonismo aos efeitos de Cantharis. As diferenças de energia causadas pelo processo físico de dinamização dos preparados homeopáticos Ruta graveolens 3CH a 12CH foram detectadas pelas plantas Ruta graveolens (L.) e retratadas na taxa de assimilação de CO2.
Hahnemann in his book The Organon , on the basis of a long time experimentation, reported that in human organisms similar medicines are antagonist to each other and so they loose effectivity. This statement is supported by experimentation in human body but there is no experimental data in plants. The objective of this research was to test the opposing actions of some homeopathic medicines and to obtain conceptual bases of the antagonism in order to develop homeopathic technologies for plants. The trials were conducted in the greenhouse and the Homeopathy Laboratory of Plant Science Department at Federal University of Viçosa, from august to December of 2005. The experiments follow the split plot model being the treatment in the plots and in the subplot was the determination time (10 minutes) and with 4 replicates. It was evaluated the effect of homeopathic preparations on CO2 assimilations of Ruta graveolens L. plants. Test solutions were the dilution of 4 mL of each homeopathic preparation per 1 L of distilled water being poured 1 mL over the soil at 1 cm around the plant. Along the trial, from 7 to 11 a.m. and after pouring the test solution CO2, assimilation data were taken each minute for 10 consecutive minutes by an Infrared Gas Analyzer (IRGA). Data were submitted to analysis of variance, mean test and regression through SAEG Statistical Analysis System which detected treatment influence on CO2 assimilation. The homeopathic treatment Apis mellifica 6CH did counteract pathogenesy effects caused previously in the same plant by Cantharis 4CH meaning that antagonism action did happen. The energy differences resulted from dynamization process of Ruta graveolens 3CH to 12CH homeopathic preparations were detected by plants as shown by CO2 assimilation rate.
Palavras-chave: Fotossíntese
Antagonismo
Homeopatia
Ruta graveolens
Photosynthesis
Antagonism
Homeopathy
Ruta graveolens
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA::FITOTECNIA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Plantas daninhas, Alelopatia, Herbicidas e Resíduos; Fisiologia de culturas; Manejo pós-colheita de
Programa: Mestrado em Fitotecnia
Citação: LISBOA, Suzana Patrícia. Antagonism of homeopathic preparations in the photosynthesis of Ruta graveolens (L.). 2006. 70 f. Dissertação (Mestrado em Plantas daninhas, Alelopatia, Herbicidas e Resíduos; Fisiologia de culturas; Manejo pós-colheita de) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2006.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/4550
Data do documento: 19-Set-2006
Aparece nas coleções:Fitotecnia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf455,58 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.