Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/4553
Tipo: Dissertação
Título: Escala diagramática e controle alternativo da mancha de ramularia do algodoeiro
Título(s) alternativo(s): Diagrammatic scale and alternative control of areolate mildew on cotton
Autor(es): Aquino, Leonardo Angelo de
Primeiro Orientador: Berger, Paulo Geraldo
Primeiro coorientador: Zambolim, Laércio
Segundo coorientador: Rodrigues, Fabrício de ávila
Primeiro avaliador: Cecon, Paulo Roberto
Segundo avaliador: Chiavegato, Ederaldo José
Abstract: Objetivou-se com este trabalho elaborar e validar uma escala diagramática para quantificação severidade da mancha de Ramularia do algodoeiro, causada pelo fungo Ramularia gossypii (Speg.) Cif.; e, avaliar a eficiência de produtos alternativos no controle da doença. A escala diagramática proposta contém nove níveis de severidade: 0; 0,05; 0,50; 1,0; 2,0; 4,0; 8,0; 16,0; 32,0 e 67,20. Avaliaram-se a precisão e a acurácia por meio da regressão entre a severidade real e estimada por avaliadores experientes e inexperientes, bem como a reprodutibilidade pela regressão das severidades estimadas pelos avaliadores aos pares. A escala obtida mostrou-se adequada para avaliar a mancha de Ramularia por garantir aumento na acurácia e na precisão da avaliação oferecendo estimativas reproduzíveis da severidade da doença. Com relação aos produtos alternativos avaliados para o controle da mancha de Ramularia, o silicato de potássio aplicado via foliar foi ineficaz com valores de severidade, enfolhamento relativo aos 166 dias após a emergência, produtividade e área abaixo da curva de progresso da mancha de Ramularia (AACPMR) semelhante a testemunha sem fungicida. A calda Viçosa proporcionou controle eficiente da doença, não diferindo em termos de produtividade dos tratamentos a base de estrobirulina e ou de triazol, sendo o incremento de produtividade em relação a testemunha de 88%. Os fungicidas mancozeb e clorotalonil em mistura com a calda Viçosa ou com triazol foram eficientes no controle da mancha de Ramularia, destacando-se o fungicida mancozeb em mistura com tebuconazole.
This study aimed to elaborate and validate a diagrammatic scale to assess the severity of areolate mildew (Ramularia gossypii (Speg.) Cif.) on cotton leaves as well as to test the efficiency of alternative products to control this disease. The proposed scale showed disease levels of 0, 0.05, 0.50, 1.0, 2.0, 4.0, 8.0, 16.0, 32.0 and 67.20%. Both precision and accuracy were evaluated by using regression between the real and estimated severity by raters with and without experience. The reproductibility of the scale by regression analysis of the estimated severities by raters was also evaluated. The scale showed to be adequate to evaluate areolate mildew due to an increase in accuracy and precision during disease evaluation, which gives reproductible estimatives of disease severity. Regarding the alternative products used to control areolate mildew, the potassium silicate was not efficient to control this disease with values of severity, canopy quality at 166 days after plant emergence, yield and area under areolate mildew progress curve (AAAMPC) similar to the check treatment (no fungicide applied). The treatment with Calda Viçosa gave the best disease control and did not differ from the treatments with Pyraclostrobin or Tebuconazole in terms of yield, but showed an increase of 88% in yield compared to the check treatment. The fungicides Mancozeb and Clorothalonyl mixed with Calda Viçosa or with Tebuconazole were efficient to control the disease, especially the mixture of fungicide Mancozeb with Tebuconazole.
Palavras-chave: Manejo integrado de doenças
Ramularia gossypii
Severidade
Calda Viçosa
Silicato de potássio
Integrated pest management
Ramularia gossypii
Severity
Calda Viçosa
Potassium silicate
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA::FITOTECNIA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Plantas daninhas, Alelopatia, Herbicidas e Resíduos; Fisiologia de culturas; Manejo pós-colheita de
Programa: Mestrado em Fitotecnia
Citação: AQUINO, Leonardo Angelo de. Diagrammatic scale and alternative control of areolate mildew on cotton. 2006. 56 f. Dissertação (Mestrado em Plantas daninhas, Alelopatia, Herbicidas e Resíduos; Fisiologia de culturas; Manejo pós-colheita de) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2006.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/4553
Data do documento: 25-Set-2006
Aparece nas coleções:Fitotecnia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf1,17 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.