Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/4567
Tipo: Dissertação
Título: Utilização de permanganato de potássio na conservação pós-colheita de maxixe
Título(s) alternativo(s): Utilization of potassium permanganate on the postharvest of maxixe
Autor(es): Silva, Fernanda Cristina
Primeiro Orientador: Finger, Fernando Luiz
Primeiro avaliador: Cecon, Paulo Roberto
Segundo avaliador: Ramos, Paula Acácia Silva
Abstract: O maxixe (Cucumis anguria) é uma hortaliça pertencente à família das cucurbitáceas. Os frutos são colhidos ainda imaturos, com sementes tenras, coloração verde-clara e tem baixa vida de prateleira. É um fruto tropical de difícil cultivo no estado de Massachusetts, EUA. O presente trabalho avaliou a influência de diferentes dosagens de permanganato de potássio, na forma de saches, durante o armazenamento, em condição refrigerada a 10°C, na qualidade pós-colheita de frutos de maxixe, simulando o período de transporte e comercialização desta hortícola do Brasil ao estado de Massachusetts, EUA. Os frutos foram selecionados, sanitizados e embalados em bandeja de isopor, contendo saches de permanganato de potássio nas concentrações de 0 (controle), 1, 2, 3 e 4 g, em 6,5 g de vermiculita. As bandejas foram armazenadas em BOD a 10°C. Análises foram realizadas nos dias 0, 3, 7 e 10 para a determinação de perda de massa fresca acumulada (PMF), teor de clorofila total, açúcares solúveis totais (AST), açúcares redutores (AR), açúcares não redutores (ANR), ácido ascórbico (VIT C), amido e análise visual de cor e injúria por frio. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado, composto de quatro repetições. Os dados foram analisados por meio de análise de variância e regressão, utilizando-se o Sistema de Análises Estatísticas e Genética da UFV (SAEG-UFV). Para comparar as médias dos tratamentos com o controle utilizou-se o teste de Dunnett adotando-se o nível de 5% de probabilidade. Para a escolha do modelo de regressão baseou-se na significância dos coeficientes de regressão utilizando-se o teste t ao nível de 5% de probabilidade, no coeficiente de determinação (R2 = SQReg / SQtrat) e no comportamento biológico. Inicialmente ocorreu aumento nos teores de clorofila com posterior decréscimo. O aumento é decorrente da perda de água que no início superou a taxa de degradação do pigmento. O tratamento com 4 g de KMnO4 conservou maior conteúdo de pigmentos clorofílicos e resultou em menor queda de vitamina C. O tratamento com 4 g de KMnO4 proporcionou melhor aparência, com frutos verdes e menor escurecimento da casca após 3 dias de armazenamento.
The maxixe (Cucumis anguria) is a vegetable belonging to the Cucurbitaceae family. The fruits are harvested when still immature, with tender seeds, colored bright green and has a low shelf life. It is a tropical fruit of difficult cultivation in the state of Massachusetts, EUA. This study evaluated the influence of different doses of potassium permanganate, in the form of sachets, during storage in refrigerated conditions at 10 °C on the postharvest quality of fruits of cucumber, simulating the period of transport and marketing from Brazil to the state of Massachusetts, USA. The fruits were sorted, sanitized and packaged in polystyrene trays, containing potassium permanganate sachets at concentrations of 0 (control), 1, 2, 3 and 4 g in 6.5 g the vermiculite. The trays were stored in a chamber at 10 °C. Analyses were performed on days 0, 3, 7 and 10 for the determination of cumulative weight loss (CWL), total chlorophyll content, total soluble sugars (TSS), reducing sugars (RS), non-reducing sugars (ANR) ascorbic acid (vitamin C), starch and visual examination of color and chilling injury. The experimental design was completely randomized, with four replications. Data were analyzed using analysis of variance and regression using the Statistical Analysis System and Genetics of UFV (SAEG-UFV). To compare the treatment means with the control, we used the Dunnett test adopting the 5% level of probability. For the selection of the regression model was based on the significance of the regression coefficients using t-test at 5% probability of the coefficient of determination (R2 = SQReg / SQtrat) and by the biological behavior. Initially there was an increase in chlorophyll content with a subsequent decrease. The increase is due to the exceeded water loss that was higher compared to the degradation rate of the pigment. Treatment with 4 g of KMnO4 retained higher content of chlorophyll pigments and resulted in less drop of vitamin C. Treatment with 4 g KMnO4 provided better appearance, with greener fruits and less darkening of the skin after 3 days of storage.
Palavras-chave: Permanganato de potássio
Maxixe
Pós-colheita
Potassium permanganate
Maxixe
Postharvest
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA::FITOTECNIA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Plantas daninhas, Alelopatia, Herbicidas e Resíduos; Fisiologia de culturas; Manejo pós-colheita de
Programa: Mestrado em Fitotecnia
Citação: SILVA, Fernanda Cristina. Utilization of potassium permanganate on the postharvest of maxixe. 2012. 53 f. Dissertação (Mestrado em Plantas daninhas, Alelopatia, Herbicidas e Resíduos; Fisiologia de culturas; Manejo pós-colheita de) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2012.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/4567
Data do documento: 8-Mar-2012
Aparece nas coleções:Fitotecnia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf1,31 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.