Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/4572
Tipo: Dissertação
Título: Cura artificial da cebola (Allium cepa L.)
Título(s) alternativo(s): Curing artificial onion (Allium cepa L.)
Autor(es): Cardoso, Deise Silva Castro Pimentel
Primeiro Orientador: Finger, Fernando Luiz
Primeiro coorientador: Lacerda Filho, Adílio Flauzino de
Segundo coorientador: Cecon, Paulo Roberto
Primeiro avaliador: Rigueira, Roberta Jimenez de Almeida
Segundo avaliador: Ramos, Paula Acácia Silva
Terceiro avaliador: Moreira, Marialva Alvarenga
Abstract: Com o objetivo de avaliar a conservação dos bulbos de cebola da variedade Bola Precoce , utilizando uma unidade de tratamento de ar (UTA), conhecida como bomba de calor, como método alternativo de secagem, foi conduzido, em dois anos consecutivos (2010 e 2011), um experimento na Universidade Federal de Viçosa. Os bulbos foram curados em silos com capacidade de 500 kg. Os tratamentos consistiram em: T1 (aeração utilizando ar a temperatura ambiente), T2 (aeração utilizando ar quente e desidratado), T3 (aeração utilizando ar aquecido pela queima de propano) e T4 (Testemunha, bulbos curados com ar ambiente). Avaliou-se o teor relativo de água da casca e películas internas, coloração da casca e polpa, índice visual de superação da dormência, açúcares solúveis totais, açúcares redutores, açúcares não redutores, teor de massa seca, sólidos solúveis, acidez total titulável, atividade da alinase, teor de compostos fenólicos solúveis,perda de massa fresca e percentagem de bulbos deteriorados, brotados e enraizados no final de 14 dias de armazenamento. Em 2010, durante a cura, oteor relativo de água da polpa foi menor nos tratamentos com ar quente e desidratado e com ar aquecido pela queima de propano. Os bulbos curados com ar quentee desidratado apresentaram a polpa amarelo mais intenso. Os bulbos curados com ar aquecido pela queima de propano apresentaram maiores concentrações de açúcares solúveis totais, açúcares redutores e sólidos solúveis, devido, provavelmente, a maior temperatura deste tratamento. Para a concentração de ácido pirúvico, os menores valores foram observados nos bulbos dos T2 e T3. A maior temperatura do ar nesses tratamentos, provavelmente, inibiu a atividade da alinase. Durante o armazenamento,aconcentração de ácido pirúvico foi maior no tratamento com ar quente e desidratado. As maiores perdas de massa fresca relativa foram observadas nas primeiras camadas do tratamento com ar quente e desidratadoe no tratamento com ar aquecido pela queima de propano. Os bulbos do T2 apresentaram a casca amarela e clara quando comparado com os bulbos da testemunha. Os tratamentos com ar quente e desidratado e ar aquecido pela queima de propano apresentaram maiores teores de açúcares solúveis totais e açúcares redutores. No final do armazenamento, não foram observados bulbos brotados e enraizados, porém a testemunha apresentou maior porcentagem de bulbos deteriorados e maior índice visual de superação da dormência. No ano de 2011, a cura dos tratamentos foi finalizada em tempos diferentes, 12, 27, 48 e 168 horas para T1, T2, T3 e T4 respectivamente.Os bulbos da testemunha apresentaram os maiores valores médios para o teor relativo de água da casca e os bulbos curados com ar quente e desidratado apresentaram os maiores valores médios para o teor relativo de água da película interna. Os bulbos de cebola do T2 (ar quente e desidratado) apresentaram a polpa amarelo intenso no final do processo de cura. Conclui-se com este trabalho que, independente do método de cura utilizado, as características de qualidade pós-colheita dos bulbos de cebola foram preservadas. No entanto, o T2 (aeração utilizando ar aquecido e desidratado) permitiu que os bulbos de cebola fossem curados num menor período de tempo (12 horas). E, além disso, este tratamento permitiu a obtenção de uma coloração da polpa dos bulbos amarelo intenso.
Aiming to assess the conservation of onion bulbs, "Bola Precoce" variety, using air treatment unit (ATU), known as heat pump, as an alternative method of drying, an experiment was carried out in two consecutive years (2010 and 2011) at the Federal University of Viçosa, Viçosa City, Minas Gerais State, Brazil. The bulbs were cured in silos with capacity of 500 kg. The treatments consisted of T1 (aeration using air at room temperature), T2 (aeration using hot and dehydrated air), T3 (aeration using air heated by burning propane), and T4 (witness, bulbs cured with ambient air). Relative water content of the peel and internal film, the peel and pulp color, visual index of overcoming dormancy, total soluble sugars, reducing sugars, non-reducing sugars, dry matter content, soluble solids, total titratable acidity, alliinase activity, soluble phenolic content, weight loss, and percentage of damaged bulbs, sprouted and rooted were evaluated at the end of 14 days of storage. In 2010, during curing, the relative water content of the pulp was reduced in treatments with hot and dehydrated air and with heated air by burning propane. The bulbs cured with hot and dehydrated air had more intense yellow pulp. The bulbs cured with air heated by burning propane showed high concentrations of total soluble sugars, reducing sugars, and soluble solids, probably due to high temperature of this treatment. For concentration of pyruvic acid, the lowest values were observed in the T2 and T3 bulbs. High air temperature in these treatments probably has inhibited the activity of alliinase. During storage, the concentration of pyruvic acid was higher with hot and dehydrated air. The largest loss of relative weight was observed on the first layers of the treatment with hot and dehydrated air and treatment with heated air by burning propane. Bulbs of T2 showed a yellow and clear peel when compared with the bulbs of the witness. Treatments with hot and dehydrated air and heated air by burning propane showed higher levels of total soluble sugars and reducing sugars. At the end of storage, bulbs sprouted and rooted were not observed, but the witness had a higher percentage of damaged bulbs and high visual index of overcoming dormancy. In 2011, the cure of treatment was completed at different times, 12, 27, 48, and 168 hours for T1, T2, T3, and T4, respectively. Bulbs of the witness showed the highest average values for the relative water content of peel, and bulbs cured with hot and dehydrated air had the highest average values for the relative water content of the film inside. The onion bulbs of T2 (hot and dehydrated air) showed intense yellow pulp at the end of the cure process. The conclusion of this work is that, regardless of the used cure method, the quality characteristics of onion bulbs post-harvest were preserved. However, T2 (aeration using heated and dehydrated air) allowed the onion bulbs were cured in a shorter time (12 hours). And besides, this treatment allowed obtaining an intense yellow color for the onion bulbs pulp.
Palavras-chave: Allium cepa L.
Cura da cebola
Allium cepa L.
Curing onion
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA::FITOTECNIA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Plantas daninhas, Alelopatia, Herbicidas e Resíduos; Fisiologia de culturas; Manejo pós-colheita de
Programa: Mestrado em Fitotecnia
Citação: CARDOSO, Deise Silva Castro Pimentel. Curing artificial onion (Allium cepa L.). 2012. 89 f. Dissertação (Mestrado em Plantas daninhas, Alelopatia, Herbicidas e Resíduos; Fisiologia de culturas; Manejo pós-colheita de) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2012.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/4572
Data do documento: 8-Jun-2012
Aparece nas coleções:Fitotecnia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf1,98 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.