Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/4613
Tipo: Dissertação
Título: Pré-melhoramento visando resistência à requeima em tomateiro
Título(s) alternativo(s): Pre-breeding for resistance to late blight in tomato
Autor(es): Laurindo, Bruno Soares
Primeiro Orientador: Silva, Derly José Henriques da
Primeiro coorientador: Carneiro, Pedro Crescêncio Souza
Segundo coorientador: Mizubuti, Eduardo Seiti Gomide
Primeiro avaliador: Gomes, Carlos Nick
Abstract: A tomaticultura é considerada uma atividade de elevado risco econômico e grande complexidade agronômica, principalmente pelo elevado número de patógenos que causam doenças na cultura. Entre os patógenos de maior importância, destaca-se o oomiceto Phytophthora infestans (Mont.) de Bary, causador da requeima ou mela, considerada a doença mais destrutiva do tomateiro. Não existem cultivares comerciais de tomate resistentes, e o controle da doença é altamente dependente do uso de fungicidas de caráter preventivo e/ou curativo. Considerando que o tomateiro é uma das plantas cultivadas mais bem estudadas em termos genéticos, a inexistência de cultivares resistentes no mercado reflete a dificuldade em se trabalhar essa característica nos programas de melhoramento. Os objetivos com o presente estudo foram selecionar fontes de resistência à requeima entre acessos de Solanum lycopersicum, e estimar as capacidades geral e específica de combinação dos acessos de S. lycopersicum selecionados quanto a resistência à requeima, visando selecionar potenciais genitores para o pré-melhoramento da resistência a esta doença. Foram realizados dois experimentos. No primeiro avaliou-se doze acessos de S. lycopersicum, do Banco de Germoplasma de Hortaliças da Universidade Federal de Viçosa BGH UFV (BGH- 973, BGH-1025, BGH-2017, BGH-2093, BGH-2095, BGH-2102, BGH-2117, BGH- 2127, BGH-2130, BGH-2332, BGH-2333 e BGH-2343) no delineamento em blocos casualizados, com três repetições. Para a avaliação da resistência, as plantas foram inoculadas com uma mistura de esporângios de P. infestans, na concentração de 5x103 esporângios mL-1, coletados em diferentes regiões da Zona da Mata Mineira. Avaliou-se a porcentagem do tecido vegetal afetado pela doença, ou seja, a porcentagem de severidade, avaliada sob a forma de área abaixo da curva de progresso da doença (AACPD). Os acessos BGH-2102, BGH-2117, BGH-2127, BGH-2130, BGH-2332 e BGH-2343 obtiveram valores médios de AACPD inferiores aos das testemunhas resistentes, sendo selecionados como fonte de resistência à requeima. Os acessos selecionados como resistentes à requeima foram utilizados em um segundo experimento, onde foi realizado um dialelo balanceado de meia tabela, e obtidos quinze híbridos F1 s. Os seis acessos de S. lycopersicum, BGH-2102, BGH-2117, BGH-2127, BGH-2130, BGH-2332 e BGH-2343 juntamente com os quinze híbridos F1 s foram avaliados em delineamento em blocos casualizados, com três repetições. Para a avaliação da resistência, as plantas foram inoculadas com uma mistura de esporângios de P. infestans, na concentração de 5x103 esporângios mL-1, coletados em diferentes regiões da Zona da Mata Mineira. Avaliou-se a porcentagem do tecido vegetal afetado pela doença, ou seja, a porcentagem de severidade, avaliada sob a forma de área abaixo da curva de progresso da doença (AACPD). Procedeu-se a análise dialélica de acordo com o modelo de GRIFFING (1956). Observou-se existência de variabilidade genética aditiva entre os genitores e predominância de efeitos gênicos aditivos envolvidos na determinação da AACPD, além da existência de desvios de dominância bidirecional no controle do caráter em questão. A análise dialélica foi eficiente na seleção de genitores visando o pré-melhoramento da resistência à requeima, destacando os acessos BGH- 2117, BGH-2127 e BGH-2343 como os de maior frequência de alelos favoráveis e divergentes, por isso devem ser incluídos em cruzamentos visando o pré-melhoramento da resistência à requeima.
The tomato production is considered a high risk economic activity, and of great agronomic complexity mainly because of the high number of pathogens that causes diseases in the culture. Among the pathogens of greatest importance, there is the oomycete Phytophthora infestans (Mont.) de Bary, causing late blight, which is considered the most destructive disease of tomato. There are no commercial tomato cultivars resistant and the control of this disease is highly dependent on the use of fungicides. Considering that the tomato is one of the most studied crop in genetic terms, the lack of resistant cultivars in the market reflects the difficulty in working this trait in breeding programs. The objectives with this present study was to select sources of resistance to late blight among accessions of Solanum lycopersicum, and estimate the overall and specific ability of combining six tomato accessions of Solanum lycopersicum selected for resistance to late blight, aiming at the selection of potential genitors for pre-breeding for resistance to this disease. Two experiments were carried out. In the first, twelve accessions of S. lycopersicum, from the Vegetable Germplasm Bank of the Federal University of Viçosa - BGH - UFV (BGH-973, BGH-1025, BGH- 2017, BGH-2093, BGH-2095, BGH-2102, BGH-2117, BGH-2127, BGH-2130, BGH- 2332, BGH-2333 and BGH-2343) were evaluated in a randomized block design with three replications. For the evaluation of the resistance, the plants were inoculated with a mixture of sporangia of P. infestans, in the concentration of 5x103 sporangia mL-1 , collected in different regions of the Zona da Mata Mineira. It was evaluated the percentage of plant tissue affected by the disease, or the percentage of severity, evaluated in the form of area under the disease progress curve (AUDPC). The accessions BGH-2102, BGH-2117, BGH-2127, BGH-2130, BGH-2332 and BGH-2343 obtained average values of AUDPC lower than the resistant controls, and were selected as a source of resistance to late blight. The selected accessions as resistant to late blight were used in a second experiment, where a balanced diallel of half table were realized, and fifteen F1 s hybrids were obtained. The six accessions of S. lycopersicum, BGH- 2102, BGH-2117, BGH-2127, BGH-2130, BGH-2332 and BGH-2343 together with the fifteen F1 s hybrid were evaluated in a randomized block design with three replications. For the evaluation of the resistance, the plants were inoculated with a mixture of sporangia of P. infestans, in the concentration of 5x103 sporangia mL-1 collected in different regions of the Zona da Mata Mineira. The percentage of plant tissue affected by the disease, or the percentage of severity, presented in the form of area under the disease progress curve (AUDPC) were evaluated. The diallelic analysis was carried out according to the model of GRIFFING (1956). Observed existence of additive genetic variability between the genitors and the predominance of additive gene effects involved in determining the AUDPC, besides the existence of bidirectional dominance deviations in the control of the character. The diallel analysis was efficient in selecting genitors aimed at a pre-breeding of resistance to late blight, highlighting the accessions BGH- 2117, BGH-2127 and BGH-2343 with the greatest frequency of favorable alleles and divergent, thus they can be included in crossings aiming the pre-breeding for resistance to late blight.
Palavras-chave: Solanum lycopersicum L.
Banco de germoplasma
Pré-melhoramento
Fonte de resistência
Análise dialélica
Phytophthora infestans
Solanum lycopersicum L.
Germplasm bank
Pre-breeding
Source resistance
Diallel analysis
Phytophthora infestans
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA::FITOTECNIA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Plantas daninhas, Alelopatia, Herbicidas e Resíduos; Fisiologia de culturas; Manejo pós-colheita de
Programa: Mestrado em Fitotecnia
Citação: LAURINDO, Bruno Soares. Pre-breeding for resistance to late blight in tomato. 2013. 75 f. Dissertação (Mestrado em Plantas daninhas, Alelopatia, Herbicidas e Resíduos; Fisiologia de culturas; Manejo pós-colheita de) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2013.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/4613
Data do documento: 17-Jul-2013
Aparece nas coleções:Fitotecnia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf415,69 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.