Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/4635
Tipo: Dissertação
Título: Alterações pós-colheita e resposta ao etileno em frutos de abobrinha Menina Brasileira
Título(s) alternativo(s): Postharvest changes and ethylene response in fruit summer squash 'Menina Brasileira'
Autor(es): Araújo, Fernanda Ferreira de
Primeiro Orientador: Puiatti, Mário
Primeiro coorientador: Finger, Fernando Luiz
Segundo coorientador: Gomes, Carlos Nick
Primeiro avaliador: Silva, Tania Pires da
Segundo avaliador: Cecon, Paulo Roberto
Abstract: Na família Cucurbitaceae estão inseridas as abóboras e morangas pertencentes ao gênero Cucurbita. As abóboras podem ser consumidas na forma madura ou imatura. Na forma imatura, o fruto é denominado abobrinha sendo consumidos dessa forma, no Brasil, frutos das espécies Cucurbita pepo e Cucurbita moschata. Este trabalho teve por objetivos analisar o comportamento pós-colheita de frutos da abobrinha Menina Brasileira e determinar o nível de sensibilidade em resposta à aplicação de doses de etileno. Para analisar o comportamento pós-colheita, os frutos foram colhidos, selecionados e colocados, individualmente, em frascos de 3 litros, hermeticamente fechados para acúmulo de ar. As amostras do ar contido dentro dos frascos foram retiradas e injetadas em cromatógrafo gasoso, para análise de etileno e CO2. Em seguida, os frutos foram retirados dos frascos para as seguintes avaliações: a perda de massa fresca, acidez, sólidos solúveis totais, conteúdo de clorofila, teores de açúcares solúveis totais, açúcar redutor, açúcar não redutor e amido. A sensibilidade dos frutos ao etileno exógeno foi avaliada nas concentrações 0,1; 1; 10; 100 e 1000 μL L-1 de etileno. Foram realizadas avaliações de perda de massa fresca, açúcares solúveis totais, açúcar redutor, açúcar não redutor, teor de amido, teor de clorofila, conteúdo de malonaldeído (MDA) e extravasamento de eletrólitos. Em relação ao comportamento pós-colheita, as maiores taxas de produção de CO2 e etileno foram detectadas imediatamente após a colheita, possivelmente devido ao estresse causado pela colheita e transporte dos frutos. No quarto dia de avaliação foi notado murchamento e o enrugamento dos tecidos, causado pela elevada perda de água. Ocorreu declínio dos açúcares solúveis totais, açúcares redutores e teor de amido, e aumento dos açúcares não redutores ao longo do tempo de armazenamento. Os frutos da abobrinha Menina Brasileira apresentam sensibilidade mediana ao etileno exógeno. A aplicação de etileno não estimulou a perda de massa de matéria fresca pelos frutos. Os frutos sofreram pequenas alterações nos atributos de qualidade interna, porém ocorreram mudanças no aspecto externo, com diminuição do teor de clorofila e injúria por danos à membrana celular caracterizada pelo aumento de MDA e extravasamento de eletrólitos. Essas alterações foram maiores com o aumento da dose etileno.
In the Cucurbitaceae family are inserted pumpkins and squash of the genus Cucurbita. The squash can be eaten in the mature or immature. In immature form, the fruit is called zucchini or summer squash being consumed that way in Brazil, the fruits of the species Cucurbita pepo and Cucurbita moschata. The respiration is the primary physiological process that continues to occur after harvest. This study aimed to analyze the behavior post-harvest of summer squash 'Menina Brasileira' and determine the level of sensitivity in response to application of doses of ethylene. To analyze the post-harvest behavior, the fruits were picked, selected and placed individually in 3 liter bottles, hermetically sealed for air accumulation. Samples of the air contained within the vials were removed and injected into a gas chromatograph for analysis of ethylene and CO 2 . Then the fruits were removed from the bottles to the following assessments: fresh weight loss, acidity, soluble solids, content of chlorophyll, sugar and starch contents. The sensitivity of the fruit to ethylene was evaluated at concentrations of 0.1, 1, 10, 100 and 1000 μL L -1 of ethylene. Reviews of loss of weight, sugar and starch contents, content of chlorophyll, content of malondialdehyde (MDA) and electrolyte leakage were performed. The highest rates of production of CO 2 and ethylene were detected immediately after harvest, possibly due to stress caused by the harvesting and transportation of fruits. On the fourth day evaluation noted shriveling and wrinkling of the tissues caused by high water loss. Occurred decline of total soluble sugars, reducing sugars and starch, and increased non- reducing sugars during the storage time. The fruits of summer squash 'Menina Brasileira' present median sensitivity to ethylene. Ethylene did not stimulate the fresh weight loss by fruits. Fruits were small changes in the attributes of internal quality, but changes occurred in the external appearance, with decreased chlorophyll content and epicarp viiidamage due to loss of cell membrane integrity characterized by increased MDA content and electrolyte leakage.
Palavras-chave: Abobrinha
Pós-Colheita
Etileno
Respiração
Zucchini
Postharvest
Ethylene
Breathing
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA::FITOTECNIA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Plantas daninhas, Alelopatia, Herbicidas e Resíduos; Fisiologia de culturas; Manejo pós-colheita de
Programa: Mestrado em Fitotecnia
Citação: ARAÚJO, Fernanda Ferreira de. Postharvest changes and ethylene response in fruit summer squash 'Menina Brasileira'. 2014. 68 f. Dissertação (Mestrado em Plantas daninhas, Alelopatia, Herbicidas e Resíduos; Fisiologia de culturas; Manejo pós-colheita de) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2014.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/4635
Data do documento: 26-Fev-2014
Aparece nas coleções:Fitotecnia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf1,11 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.