Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/4636
Tipo: Dissertação
Título: Indicadores do estado de nitrogênio da planta, produtividade e biofortificação de tubérculos de batata influenciados por doses de sulfato de magnésio
Título(s) alternativo(s): Potato nitrogen status indicators, tuber yield and biofortification as affected by magnesium sulfate
Autor(es): Lopes, Iza Paula de Carvalho
Primeiro Orientador: Fontes, Paulo Cezar Rezende
Primeiro coorientador: Cecon, Paulo Roberto
Segundo coorientador: Moreira, Marialva Alvarenga
Primeiro avaliador: Vidigal, Sanzio Mollica
Segundo avaliador: Gomes, Carlos Nick
Abstract: O objetivo desse trabalho foi avaliar o efeito de doses de sulfato de magnésio (MgSO4.7H2O) sobre indicadores do estado de nitrogênio na planta, produtividade, biofortificação, esverdeamento e brotação de tubérculos de batata, cultivar Ágata. O experimento de campo foi realizado na Horta Nova do Departamento de Fitotecnia da Universidade Federal de Viçosa (DFT/UFV), no período de 7 de junho a 23 de setembro de 2013. Os tratamentos foram constituídos de cinco doses de sulfato de magnésio (0, 100, 200, 400 e 800 kg ha -1) aplicadas em pré - plantio, com quatro repetições. Foram avaliadas, aos 21 e 60 dias após emergência (DAE), características indicadoras do estado de nitrogênio na planta. Tais características foram os índices SPAD, Dualex, intensidade do verde e os bioindicadores determinados na quarta folha (comprimento, largura, diâmetro do pecíolo, número de folíolos, área foliar, massas das matérias fresca e seca) e nos órgãos da planta (número de hastes, folhas e tubérculos, comprimento e diâmetro da haste principal, massas das matérias fresca e seca de folhas, hastes, raízes e tubérculos e área foliar), além do teor e conteúdo de N na massa da matéria seca da quarta folha. Também foram avaliados teor e conteúdo de magnésio (Mg) na massa da matéria seca da quarta folha, folhas, hastes, tubérculos e raízes, aos 21 e 60 DAE e nos tubérculos na colheita final, aos 88 DAE. Adicionalmente foram avaliados o índice de velocidade de emergência (IVE), número, massas das matérias seca e fresca de tubérculos comerciais (classes 2 e 3), esverdeamento e brotamento de tubérculos lavados e não lavados. Diferentes características indicadoras do estado de nitrogênio da batata são diferentemente influenciadas por doses de Mg e por época de avaliação. A maior produtividade comercial foi 40,09 t ha -1 de tubérculos com a aplicação da dose de 800kg ha-1 de sulfato de magnésio que propiciou, aos 21 DAE, a concentração de 0,904 dag kg-1 de Mg na massa da matéria seca da quarta folha. Tubérculos oriundos das plantas do tratamento que recebeu 800kg ha-1 de sulfato de magnésio, lavados ou não, apresentaram maior intensidade de esverdeamento do que aqueles produzidos nas plantas não adubadas com Mg. Após 90 dias de armazenamento, dose crescente de sulfato de magnésio aumentou linearmente o número de brotos de tubérculos lavados e não lavados. Não foi possível biofortificar os tubérculos de batata usando dose de até 800kg ha-1 de sulfato de magnésio, porém, houve indução da concentração de luxo de Mg em folhas, hastes e raízes de batata, no início do ciclo da planta.
The aim of this study was to evaluate the effect of magnesium sulphate (MgSO4.7H2O) rates on potato nitrogen status indicators and tuber yield, biofortification, greening and sprouting, Agata cultivar. The experiment was carried out on the field of Universidade Federal de Viçosa from June 7 to September 23th, 2013. The treatments consisted of five magnesium sulfate rates (0, 100, 200, 400 and 800 kg ha-1) pre planting applied with four replications. Plant nitrogen status indicators were evaluated at 21 and 60 days after plant emergence (DAE). Such indicators were SPAD, Dualex, and greenness indices and biomarkers determined in the fourth leaf (length, width, petiole diameter, leaf number, area, fresh and dry matter mass). Also they were determined the biomarkers in the plant organs (stem, leaf and tuber numbers, length and diameter of the main stem, fresh and dry matter mass of leaves, stems, roots and tubers and total plant leaf area). Besides, it was also determined the N content and concentration in the fourth leaf. The fourth leaf, leaves, stems, tubers and roots magnesium (Mg) contents in the dry matter were evaluated at 21 and 60 DAE and the Mg in the tubers was evaluated at end of the harvest, at 88 DAE. Additionally, it was performed analysis of the emergence speed índex (EVI), tuber number, commercial tubers (classes 2 and 3) fresh and dry yield, greening and sprouting of washed and unwashed tubers. Different potato nitrogen status indicators are differently influenced by Mg rates and evaluation time. The highest commercial tuber yield was 40,09 t ha-1 with 800 kg ha-1 of magnesium sulfate which led to 0,904 dag kg-1 of Mg in the fourth leaf dry matter, at 21 DAE. Greenness of tubers yielded from plants fertilized with 800 kg ha -1 of magnesium sulfate, washed or not, were more intense than those from plants without Mg fertilization. After 90 days of storage, increasing magnesium sulphate rates increased linearly the number of sprouted tubers washed and unwashed. It was not possible to biofortify potato tubers using magnesium sulphate rate up to 800 kg ha-1 however, there were Mg "luxury concentration" inductions in leaves, stems and roots of potato plant at early plant development stages.
Palavras-chave: Batata
Plantas - Nutrição mineral
Plantas - Produção
Plantas - Efeito de nitrogênio
Plantas - Sulfato de magnésio
Potato
Plants - Mineral Nutrition
Plants - Production
Plants - Effect of nitrogen
Plants - Magnesium Sulfate
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA::FITOTECNIA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Plantas daninhas, Alelopatia, Herbicidas e Resíduos; Fisiologia de culturas; Manejo pós-colheita de
Programa: Mestrado em Fitotecnia
Citação: LOPES, Iza Paula de Carvalho. Potato nitrogen status indicators, tuber yield and biofortification as affected by magnesium sulfate. 2014. 84 f. Dissertação (Mestrado em Plantas daninhas, Alelopatia, Herbicidas e Resíduos; Fisiologia de culturas; Manejo pós-colheita de) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2014.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/4636
Data do documento: 18-Jul-2014
Aparece nas coleções:Fitotecnia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf845,92 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.