Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/4720
Tipo: Dissertação
Título: Seleção de pessegueiro com base na necessidade de frio da semente e qualidade do fruto
Título(s) alternativo(s): Peach selection based on the seed chilling requirement and fruit quality
Autor(es): Matias, Rosana Gonçalves Pires
Primeiro Orientador: Bruckner, Claudio Horst
Primeiro coorientador: Santos, Carlos Eduardo Magalhães dos
Segundo coorientador: Dias, Denise Cunha Fernandes dos Santos
Primeiro avaliador: Oliveira, Aluízio Borém de
Segundo avaliador: Araújo, Eduardo Fontes
Abstract: O pessegueiro [Prunus persica (L.) Batsch] é uma espécie de clima temperado que pode ser cultivada em áreas com climas apresentando inverno ameno através da utilização de genótipos adaptados. Esta espécie apresenta dormência em gemas e sementes, sendo que a exposição a um período sob baixas temperaturas é a principal forma para a superação da dormência nesses dois órgãos. Geralmente, plantas que apresentam baixa necessidade de frio para a superação da dormência de gemas produzem sementes com mesmo comportamento relacionado à necessidade de frio para germinarem. Por meio de provável ligação existente entre ambas, têm sido realizadas tentativas de praticar a seleção de indivíduos com baixa necessidade de frio para gemas baseados nos requerimentos da semente. No entanto, é necessário melhor entendimento do controle do processo de dormência da semente para que essa seleção seja possível com confiabilidade. Este trabalho constituiu-se de dois estudos: i) a necessidade de frio para germinação de sementes de pessegueiro foi estudada. As sementes foram estratificadas sob baixa temperatura e comparou-se o tempo gasto por cada família para atingir 50% das sementes germinadas; e ii) avaliou-se a qualidade de fruto de famílias selecionadas anteriormente para capacidade de brotação. Os experimentos foram realizados no Departamento de Fitotecnia, da Universidade Federal de Viçosa (UFV), no período de novembro de 2008 a março de 2009. Para avaliação da germinação, os frutos foram despolpados e as sementes extraídas do endocarpo, desinfestadas com solução fungicida, colocadas em sacos plásticos contendo papel Germitest umedecido com água destilada e levados à câmara fria para estratificação a 5ºC e 10ºC, alternando a temperatura a cada 2 dias, quando as sementes foram observadas com a finalidade de verificar o início da emissão da radícula. Foi computado o tempo (dias) necessário para as famílias atingirem 50% de germinação. Foi utilizado o delineamento experimental inteiramente casualizado, com quatro repetições, sendo cada unidade experimental composta por 10 sementes. Para a análise de frutos foram separadas amostras de 10 frutos, sendo posteriormente, avaliadas as características coloração da epiderme (% de vermelho da casca); textura (fundente e não-fundente); firmeza de polpa (libras, ponteira de 8 mm); diâmetros sutural, equatorial e polar (mm); massas do fruto, do caroço e da polpa; teor de sólidos solúveis totais dos frutos (°Brix); acidez total titulável (expressa em equivalente grama de ácido málico por 100 mL de suco) e relação teor de sólidos solúveis totais/acidez total titulável (SST/ATT). Os dados foram submetidos à análise de variância, utilizando-se o delineamento experimental inteiramente casualizado, sendo cada planta considerada como uma repetição e cada família como um tratamento. As médias foram comparadas pelo teste de Duncan (p<0,05). As famílias superiores selecionadas quanto ao menor tempo para germinação de 50% das sementes foram a 2303, 4203, 4503 e 5303, considerando a seleção entre. A seleção dentro de família indicou dois indivíduos dentro das famílias 2303, 4203 e 5303 e um dentro da 4503 como promissoras para utilização em programas de melhoramento para baixa necessidade de frio. Considerando a seleção combinada, foram selecionados dois indivíduos dentro das famílias 2303, 4203 e 5303 e um dentro das famílias 3503 e 4503, indicando adaptação às condições ambientais do local de cultivo, principalmente em relação ao clima que é mais determinante para o sucesso da cultura. Quanto à qualidade de fruto, analisando todas as características em conjunto, a família que apresentou frutos mais atrativos para o consumo "in natura" foi a 1303. A família 4503, que apresentou os melhores valores para as características de fruto estudadas, exceto para coloração da epiderme, foi selecionada quanto ao tempo de estratificação necessário para superar a dormência das sementes. Consequentemente, esta família poderia ser utilizada em hibridações para melhorar a coloração dos frutos, se tornando uma boa opção para a região Sudeste do Brasil.
The peach [Prunus persica (L.) Batsch] is a temperate species that can be grown in areas with mild winter climates by the use of adapted genotypes. This species have dormant buds and seeds, and the exposure to low temperatures is the main way to overcome dormancy in these two organs. Generally, plants that have low chilling requirement to overcome dormancy of buds produce seeds also with low chilling requirement to germinate. The association between these two traits had been studied as a way to select individuals with low chilling requirement based on the requirements of the seed. However, it is necessary to understand better the process of seed dormancy for realize this indirect selection. This work consisted of two studies: i) the chilling requirement for germination of peach was studied. Seeds were stratified at low temperature and the families were compared for the time spent to reach 50% seed germination, and ii) the quality of the fruit of families previously selected for the ability to sprout and bloom were evaluated. The experiments were performed in the Department of Plant Science, Federal University of Viçosa (UFV) from November 2008 to March 2009. To assess germination, the fruits were harvested and the seeds extracted from the endocarp and disinfected with a fungicide solution, placed in plastic bags containing paper rolls moistened with distilled water and brought to cold stratification at 5°C and 10°C, alternating temperature every 2 days, when the seed germination was checked. The time (days) needed for reaching 50% germination by each family was computed. A completely randomized design with four replications was used, being each experimental unit consisting of 10 seeds. For the fruit analysis, samples of 10 fruits were evaluated for skin color (% red shell), texture (melting and non-melting), firmness (lbs); diameters sutural, equatorial and polar (mm), fruit weight, stone and pulp content, total soluble solids contents (Brix), total titatrable acidity (expressed as grams of malic acid per 100 ml of juice) and soluble solids / total acidity ratio (TSS / TA). The data were subjected to analysis of variance, as a completely randomized design, where each plant was considered as a repetition and each family as a treatment. The means were compared by Duncan test (p <0.05). The families selected wich earlier reached 50% germination were the 2303, 4203, 4503 and 5303, considering the selection among. Within the families there were selected two individuals in the families 2303, 4203 and 5303 and one in the 4503 as promising for use in low chilling requirement breeding programs. Considering the combined selection, we selected two individuals in families 2303, 4203 and 5303 and one in the 3503 and 4503 families, indicating adaptation to low chilling winter conditions of cultivation, especially. The best fruit quality for fresh marked, considering all evaluated traits was observed in the family 1303. The 4503 family, which showed the best values for the traits studied, except skin color, was selected for low seed dormancy. So, this family could be used in crosses to improve fruit color, becoming a good option for the Southeast of Brazil.
Palavras-chave: Prunus persica
Seleção
Adaptação
Necessidade de frio
Semente
Fruto
Prunus persica
Selection
Adaptation
Chilling requirement
Seed
Fruit
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA::FITOTECNIA::MELHORAMENTO VEGETAL
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Genética animal; Genética molecular e de microrganismos; Genética quantitativa; Genética vegetal; Me
Programa: Mestrado em Genética e Melhoramento
Citação: MATIAS, Rosana Gonçalves Pires. Peach selection based on the seed chilling requirement and fruit quality. 2010. 56 f. Dissertação (Mestrado em Genética animal; Genética molecular e de microrganismos; Genética quantitativa; Genética vegetal; Me) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2010.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/4720
Data do documento: 24-Fev-2010
Aparece nas coleções:Genética e Melhoramento

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf346,05 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.