Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/4747
Tipo: Dissertação
Título: Resistência genética à ferrugem em Eucalyptus pellita e E. urophylla x E. grandis
Título(s) alternativo(s): Genetic resistance to rust in Eucalyptus pellita and E. urophylla x E. grandis
Autor(es): Santos, Marisângela Rodrigues dos
Primeiro Orientador: Alfenas, Acelino Couto
Primeiro coorientador: Guimarães, Lúcio Mauro da Silva
Segundo coorientador: Resende, Marcos Deon Vilela de
Primeiro avaliador: Furtado, Gleiber Quintão
Abstract: A ferrugem do eucalipto causada pelo fungo Puccinia psidii é, atualmente, uma das principais enfermidades da cultura do eucalipto no Brasil. O controle da doença tem sido realizado por meio do plantio de espécies, progênies ou clones resistentes. Nos últimos anos, o caráter resistência tem sido incorporado nos programas de melhoramento genético da cultura a fim de se obterem genótipos resistentes e superiores para plantio comercial. No entanto, a fim de traçar a estratégia de melhoramento, é fundamental determinar o modelo de herança da resistência. O presente trabalho objetivou determinar a base genética da resistência em famílias de irmãos completos de E. pellita e de E. urophylla x E. grandis por meio de inoculações, sob condições controladas, do isolado monopostular UFV-2 (raça 1) de P. psidii. Os resultados de inoculação de 441 indivíduos oriundos de quatro progênies de E. pellita indicaram que a resistência é de caráter quantitativo onde vários genes atuam na resposta de defesa da planta. No segundo estudo empregaram-se 58 genitores de E. grandis, 92 de E. urophylla e 607 indivíduos de 31 progênies oriundas do cruzamento de E. grandis x E. urophylla. Entre os genitores avaliados 32% foram resistentes à ferrugem, sendo que 88% são de E. urophylla. Na avaliação das progênies encontrou-se um maior número de indivíduos suscetíveis (1R:3S), indicando um padrão de segregação distinto do modelo monogênico, proposto para E. grandis. As segregações encontradas neste trabalho demonstram que o controle da resistência é mais complexo e está mais próximo de um modelo oligogênico, onde mais de um gene atua na resposta de defesa da planta.
Eucalyptus rust caused by Puccinia psidii is currently one of the main eucalypt in Brazil. Disease control has been accomplished by planting rust resistance genotypes. In the last years, this character has been incorporated into eucalypt resistance breeding programs to obtain resistant and superior genotypes for commercial planting. However, to set the breeding strategy, it is crucial to identify the pattern of rust resistance inheritance. This study aimed to determine the genetic basis of rust resistance in full-sib families of E. pellita and E. urophylla x E. grandis. The eucalypt seedlings were inoculated with the P. psidii single pustule isolate UFV2. The segregation pattern of inoculation of 441 individuals from four progeny of E. pellita indicate that resistance is a quantitative trait where several genes act in the plant defense response. In the second study 58 E. grandis parents, 92 E. urophylla and 607 individuals of 31 progenies originated from crosses between E. grandis x E. urophylla were evaluated. Between the evaluated parents rated 32% were resistant to the rust and among those 88% were E. urophylla. A large number of susceptible individuals (1R: 3S) were observed in the progeny indicating a distinct pattern of segregation from the expected single gene model proposed for E. grandis. The segregation found in this study show that the resistance control is more complex and it is closer to an oligogenic model, where more than one gene works in the plant defense response.
Palavras-chave: Resistência
Ferrugem
Eucalyptus pellita
E. urophylla
E. grandis
Resistance
Rust
Eucalyptus pellita
E. urophylla
E. grandis
CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::GENETICA::GENETICA VEGETAL
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Genética animal; Genética molecular e de microrganismos; Genética quantitativa; Genética vegetal; Me
Programa: Mestrado em Genética e Melhoramento
Citação: SANTOS, Marisângela Rodrigues dos. Genetic resistance to rust in Eucalyptus pellita and E. urophylla x E. grandis. 2011. 47 f. Dissertação (Mestrado em Genética animal; Genética molecular e de microrganismos; Genética quantitativa; Genética vegetal; Me) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2011.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/4747
Data do documento: 30-Mar-2011
Aparece nas coleções:Genética e Melhoramento

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf714,95 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.