Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/4871
Tipo: Dissertação
Título: À outra margem do eu: linguagem, subjetividade e gênero em Estranhos estrangeiros (1996), de Caio Fernando Abreu
Título(s) alternativo(s): To the other side of subject: language, subjectivity and gender in Estranhos estrangeiros (1996), by Caio Fernando Abreu
Autor(es): Silva, Rodrigo Frausino da
Primeiro Orientador: Gonçalves, Gracia Regina
Primeiro avaliador: Siqueira, Joelma Santana
Segundo avaliador: Mendes, Fernando Oliveira
Abstract: O presente trabalho visa perseguir a trajetória do sujeito na coletânea de Caio Fernando Abreu intitulada Estranhos estrangeiros (1996). Nesta, a qual focaliza seres errantes em um contexto de desterritorialização, a transitoriedade passa a ser a tônica, na oposição no que antes se pautava em fixidez para os mesmos, isto é, o referencial espacial, o código tanto de comportamento quanto o da linguagem. Desta feita, acreditamos que o texto desenhe um movimento de involução e evolução ao longo da caracterização das personagens que ao se auto-reconhecerem como tais, veem se instaurar um processo de adiamento incessante da sua subjetividade. O autor antecipa questões como o avassalamento dos bens de consumo na mídia e a imputação de valores vis-à-vis a destituição da autonomia do indivíduo. Estudos relacionados à sexualidade, como os de Michel Foucault, e do descentramento da subjetividade como os de Chris Weedom e Judith Butler, e da estética queer como Eve Kosofsky Sedgwick, Nick Sullivan e Guacira Lopes Louro, além de outras que repensam a pós-modernidade como Guy Debord constituem o arcabouço teórico desta pesquisa e a relação dos dêiticos de Émile Benveniste.
This work aims to pursue the path of the subject in the literary production of Caio Fernando Abreu titled Strange foreign (1996). This, which focuses beings wandering in a context of dispossession, the transience becomes the tonic, in opposition before were based on fixity to the same, in this case, the spatial reference, the code of behavior both as language . This time, we believe that the text draw a movement of involution and evolution over the characterization of the characters who recognize themselves as such, see if you initiate a process of incessant postponement of its subjectivity. The author anticipates questions as the subjugation of consumer goods in the media and the imputation of values vis-à-vis the dismissal of individual autonomy. Studies related to sexuality, such as Michel Foucault, and the decentering of subjectivity as Chris Weedom and Judith Butler and queer aesthetics as Eve Kosofsky Sedgwick, Nick Sullivan and Guacira Lopes Louro, besides others to rethink postmodernity as Guy Debord constitute the theoretical framework of this research and the relationship of deictic Emile Benveniste.
Palavras-chave: Linguagem
Subjetividade
Gênero
Homoerotismo
Language
Subjectivity
Gender
Homoeroticism
CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Estudos Linguisticos e Estudos Literários
Programa: Mestrado em Letras
Citação: SILVA, Rodrigo Frausino da. To the other side of subject: language, subjectivity and gender in Estranhos estrangeiros (1996), by Caio Fernando Abreu. 2013. 99 f. Dissertação (Mestrado em Estudos Linguisticos e Estudos Literários) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2013.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/4871
Data do documento: 12-Abr-2013
Aparece nas coleções:Letras

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf2,14 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.