Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/489
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.authorSilva, Rita de Cássia dos Santos Navarro da
dc.date.accessioned2015-03-26T12:25:14Z-
dc.date.available2014-09-24
dc.date.available2015-03-26T12:25:14Z-
dc.date.issued2013-10-25
dc.identifier.citationSILVA, Rita de Cássia dos Santos Navarro da. Optmized descriptive profile: number of judges, designs and validation. 2013. 135 f. Tese (Doutorado em Ciência de Alimentos; Tecnologia de Alimentos; Engenharia de Alimentos) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2013.por
dc.identifier.urihttp://locus.ufv.br/handle/123456789/489-
dc.description.abstractO Perfil Descritivo Otimizado (PDO) é uma nova metodologia de descrição sensorial que foi proposta recentemente com o objetivo de reduzir o tempo do teste sensorial. No PDO a avaliação dos atributos sensoriais é realizada de forma quantitativa por meio da avaliação de um painel semi-treinado. A avaliação da intensidade dos atributos em uma escala intervalar possibilita a identificação da magnitude de diferença entre os produtos, aumentando a aplicabilidade do método e o destacando entre as técnicas sensoriais rápidas. A proposta do presente estudo foi validar a técnica PDO como metodologia descritiva, além de determinar as condições experimentais ideais para a aplicação do método, sendo abordados estudos de determinação do número de julgadores e de comparação entre delineamentos experimentais. Na determinação do número ideal de julgadores, foi realizado um estudo de simulação computacional, utilizando a técnica de re-amostragem de dados de um painel original, considerando 10.000 sub-grupos com reposição. Os critérios considerados foram: (i) obtenção de um erro experimental menor ou igual ao erro verificado na metodologia referência (Perfil Convencional), (ii) discriminação das amostras semelhantemente à discriminação obtida pela equipe completa, e (iii) mínima perda de informação no mapa sensorial. Para a avaliação do critério (i) foi realizada uma coleta na literatura de valores de erro experimental obtidos em estudos prévios com o Perfil Convencional, sendo estabelecido um ponto de corte para a determinação do número ideal de julgadores no PDO. Na análise dos resultados, foi verificado que, no mínimo, dezesseis julgadores devem compor a equipe sensorial para atendimento do PDO ao critério da magnitude do erro experimental, sendo os demais critérios atendidos plenamente quando este número de julgadores foi utilizado. No estudo de delineamentos experimentais, foi avaliada a viabilidade da utilização do Delineamento em Blocos Incompletos Balanceados (DBIB) para coleta de dados segundo o protocolo do PDO. Para tanto, um mesmo conjunto de amostras foi avaliado por três painéis independentes, sendo que cada painel avaliou as amostras segundo uma metodologia e delineamento específico. Dois painéis avaliaram as amostras segundo a técnica do PDO, sendo uma equipe conduzida sob o Delineamento em Blocos Completos Balanceados (DBCB) e outra equipe sob o DBIB. A terceira equipe avaliou as amostras por meio da técnica Perfil Convencional (PC), utilizando uma equipe treinada. Os escores médios obtidos nas diferentes técnicas/delineamentos não apresentaram diferença significativa pelo teste F (p > 0,05), considerando os diferentes atributos sensoriais. Foi verificado elevado grau de similaridade entre os mapas sensoriais originados pelas diferentes técnicas/delineamentos, apresentando coeficiente RV superior a 0,95. O DBIB se apresentou como uma alternativa para coleta de dados no PDO sem perda na qualidade dos resultados. No estudo de validação da metodologia PDO foram mensuradas a exatidão, a precisão (repetibilidade e reprodutibilidade) e a robustez. A exatidão dos dados gerados pelo PDO foi mensurada por meio da comparação com o método referência (PC), considerando diferentes matrizes alimentares. A precisão foi mensurada em nível de painel (repetibilidade) e inter- laboratorial (reprodutibilidade). Na robustez foi avaliada a sensibilidade do método quanto à redução do número de julgadores no painel. Na mensuração dos critérios de validação, a metodologia PDO apresentou atendimento aos critérios estabelecidos, apresentando grau de proximidade com a metodologia referência superior a 95%. Na avaliação da repetibilidade de medições, considerando três repetições das avaliações por um mesmo painel, o PDO apresentou igualdade estatística entre as repetições (p > 0,05) e com grau de proximidade superior a 99%. O método apresentou reprodutibilidade dos dados quando os laboratórios foram alterados, apresentando combinação perfeita entre os perfis sensoriais. O PDO se mostrou robusto mesmo reduzindo o número de julgadores, sendo que painéis menores apresentaram variação aleatória ainda menor que o painel completo. O PDO foi validado com sucesso e apresentou as medidas de validação com elevado grau de certeza, considerando diferentes matrizes alimentares.pt_BR
dc.description.abstractThe Optimized Descriptive Profile (ODP) is a new methodology for sensory description that was recently proposed in order to reduce the time of sensory testing. In the ODP, the evaluation of sensory attributes is performed by means of quantitative evaluation by a semi-trained panel. Evaluation of attributed intensity on an interval scale permits identification of the magnitude of difference between products, increasing applicability of the method as well as its relevance among fast sensory techniques. The purpose of this study was to validate the ODP technique as a descriptive methodology, as well as determine the optimal experimental conditions for application of the method, including studies on determining the number of judges and comparison of experimental designs. In determining the ideal number of judges, a computer simulation study was conducted, using the re-sampling technique for data from an original evaluating panel, considering 10,000 sub-groups with replacement. The criteria considered were: (i) obtaining an experimental error less than or equal to the error found in the reference method (Conventional Profile), (ii) discrimination of samples as discriminated obtained by the complete panel, and (iii) minimal loss of information in the sensory map. For evaluation of criterion (i) a literature review was performed to collect experimental error values obtained in previous studies with the Conventional Profile, establishing a cut-off for determining the optimal number of judges in the ODP. In analyzing the results, it was found that at least sixteen judges should make up the sensory panel so that the ODP meets the criteria for magnitude of the experimental error, where the remaining criteria were fully met when this number of judges was used. In the study of experimental designs, was evaluated the feasibility of using a Balanced Incomplete Block Design (BIBD) to collect data according to the protocol of the ODP. Thus, an identical set of samples was evaluated by three independent teams, where each team evaluated the samples using a specific methodology and design. Two panels evaluated the samples using the ODP technique, where one panel used the Balanced Complete Block Design (BCBD) and the other the BIBD. A third panel evaluated the samples according to the Conventional Profile technique (CP) using a trained judges panel. The mean scores obtained in the different techniques/designs showed no significant difference by the F- test (p > 0.05), considering the different sensory attributes. A high degree of similarity was found between the sensory maps obtained by different techniques/designs, presenting RV coefficients greater than 0.95. The DBIB is presented as an alternative to collecting data in the ODP without loss in quality of the results. In the validation study of the ODP methodology, accuracy, precision (repeatability and reproducibility) and robustness were measured. Accuracy of the data generated by the ODP was measured by comparison with the reference method (CP), considering different food matrices. Precision was measured at the panel (repeatability) and inter-laboratory levels (reproducibility). Robustness considered evaluation of the sensitivity of the method with regards to reducing the number of judges making up the panel. In measuring of the validation criteria, the ODP methodology met the established criteria, presenting a degree of proximity with the reference methodology greater than 95%. In evaluation of measurement repeatability, considering three repetitions of the evaluations by a single panel, the ODP showed statistical equality among the repetitions (p > 0.05) with degree of proximity exceeding 99%. This method also showed reproducibility of the data when laboratory were altered, presenting a perfect combination among sensory profiles. The ODP showed to be robust in reducing the number of judges, where smaller teams presented less random variation than the complete panel. It was also successfully validated and presented validation measures with a high degree of certainty, considering different food matrices.eng
dc.description.sponsorshipConselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de Viçosapor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectAnálise descritivapor
dc.subjectPerfil descritivo otimizadopor
dc.subjectJulgadores semi-treinadospor
dc.subjectMétodos rápidospor
dc.subjectValidaçãopor
dc.subjectDescriptive analysiseng
dc.subjectOptimized descriptive profileeng
dc.subjectSemi-trained judgeseng
dc.subjectFast methodseng
dc.subjectValidationeng
dc.titlePerfil descritivo otimizado: número de julgadores, delineamentos e validaçãopor
dc.title.alternativeOptmized descriptive profile: number of judges, designs and validationeng
dc.typeTesepor
dc.contributor.authorLatteshttp://lattes.cnpq.br/6077797546174275por
dc.contributor.advisor-co1Minim, Luis Antonio
dc.contributor.advisor-co1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4789633Y8por
dc.contributor.advisor-co2Lucia, Suzana Maria Della
dc.contributor.advisor-co2Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4702810D6por
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.departmentCiência de Alimentos; Tecnologia de Alimentos; Engenharia de Alimentospor
dc.publisher.programDoutorado em Ciência e Tecnologia de Alimentospor
dc.publisher.initialsUFVpor
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::CIENCIA E TECNOLOGIA DE ALIMENTOS::CIENCIA DE ALIMENTOSpor
dc.contributor.advisor1Minim, Valéria Paula Rodrigues
dc.contributor.advisor1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4761407T6por
dc.contributor.referee1Gonçalves, Aline Cristina Arruda
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/3874043203280068por
dc.contributor.referee2Carneiro, Joel Camilo Souza
dc.contributor.referee2Latteshttp://lattes.cnpq.br/1544158841325922por
dc.contributor.referee3Nascimento, Moysés
dc.contributor.referee3Latteshttp://lattes.cnpq.br/6544887498494945por
Aparece nas coleções:Ciência e Tecnologia de Alimentos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf4,28 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.