Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/4966
Tipo: Dissertação
Título: Comportamento social e reprodutivo de capivaras Hydrochoerus hydrochaeris Linnaeus, 1766 (Rodentia) em áreas com diferentes níveis de influência humana
Título(s) alternativo(s): Study of the social and reproductive behavior of capybaras Hydrochoerus hydrochaeris Linnaeus, 1766 (Rodentia) in different livel area of human influence
Autor(es): Rodrigues, Marcos Vinícius
Primeiro Orientador: Paula, Tarcízio Antônio Rego de
Primeiro coorientador: Matta, Sérgio Luis Pinto da
Segundo coorientador: Fonseca, Cláudio César
Primeiro avaliador: Barbosa, Larissa Pires
Segundo avaliador: Rossi Júnior, João Luiz
Terceiro avaliador: Santos, Jorge Abdala Dergam dos
Quarto avaliador: Freitas, Mariella Bomtempo Duca de
Abstract: A capivara (Hydrochoerus hydrochaeris) é o maior roedor vivente. É um herbívoro generalista de hábito semi-aquático e cuja distribuição ocupa grande parte da região Neotrópica, desde a Venezuela e Colômbia até o norte da Argentina e Uruguai. O presente trabalho propôs caracterizar a intensidade de manifestações comportamentais de capivaras em duas áreas distintas: em cativeiro e em área antropizada, na tentativa de se obter dados relevantes que possam favorecer o manejo sustentável desta espécie. O estudo do comportamento reprodutivo e social de capivaras em cativeiro foi realizado no Centro de Biodiversidade da USIPA (CEBUS), localizado no Vale do Aço na cidade de Ipatinga-MG. Foram observados 40 indivíduos em cativeiro, diariamente de segunda a sábado em um período de 12 meses, entre setembro de 2005 e agosto de 2006, totalizando 549 horas de observação, através de amostragem de Ad libitum e Varredura Instantânea. Os comportamentos reprodutivos foram realizados com mais freqüência pelo macho α, mas os machos β também tiveram acesso às fêmeas para realização dos comportamentos reprodutivos. As cortes e cópulas tiveram uma maior freqüência durante o período da tarde nos meses de outubro e novembro de 2005 e março, maio e agosto de 2006. Os comportamentos sociais ocorreram tantos nos horários da manhã como no horário da tarde, principalmente os comportamentos de paradas depois de uma perturbação, formação de subgrupo e brincadeiras, porém os comportamentos de deslocamento depois de uma perturbação (77%), marcação de território (81%), conflitos (67%) e banhos de lamas (82%) tiveram uma predominância no período da tarde. Somente as atividades de cecotrofia (97%) e de amamentação (71%) tiveram uma maior ocorrência durante o período da manhã. Durante o estudo do comportamento em cativeiro, foi possível observar um aumento no número de indivíduos no grupo com a formação de um sub-grupo, aumentando também o número de conflitos entre os indivíduos. Tendo que o produtor, em criações comerciais, ficar atento ao tamanho do grupo para que não tenha perdas reprodutivas no grupo. O grupo de capivaras estabelecido às lagoas do Campus da Universidade Federal de Viçosa em Viçosa-MG era composto por 22 indivíduos. Estes animais foram observados em campanhas contínuas através de amostragem de Varredura Instantânea, durante o período julho de 2007 a junho de 2008, totalizando 431 horas. Os comportamentos mais constantemente observados independente do período foram forrageando, repouso em terra, paradas depois de uma perturbação, deslocando depois de uma perturbação e conflitos. Em relação à freqüência da manifestação comportamental nos períodos diurno e noturno, o comportamento de repouso em terra foi o mais abundante no período diurno e os comportamentos de forrageamento e deslocamentos foram mais abundantes no período noturno. Os comportamentos individuais de marcação territorial e conflitos foram mais observados durante o período noturno. Tudo indica que a presença humana induziu as capivaras a manifestarem seus comportamentos de deslocamento, pastejo e marcação territorial no período noturno, permanecendo o grupo em repouso dentro da mata durante o dia.
The capybara (Hydrochoerus hydrochaeris) is the largest living rodent. This general herbivorous animal is well adapted to its semi-aquatic life. The species occurs in most of the Neotropical zone, extending from Venezuela to northern Argentina. This paper aims to compare the intensity of behavioural events between two groups of capybaras (Hydrochoerus hydrochaeris): one in captivity and another in an anthropic area. The main objective is to provide data and contribute to the commercial raising of this animals, in a sustainable way. The study of the capybara s reproductive and social behavior in captivity was developed in the USIPA s Biodiversity Center, located in Ipatinga-MG, Brazil. The animals were observed daily, from Monday to Saturday, during 12 months, between September 2005 and August 2006, for a total of 549 hours. The reproductive behaviors were mostly done by the alpha male, but it was alsa observed on subordinate males. The courtship and copulation were most frequently observed during the afternoon in October and November 2005 and March, May and August 2006. The social behaviors stops after disturbances, forming subgroups and playing occurred both during the morning and afternoon. However, the shiftings after disturbances, conflicts, mud baths and territorial marking behaviors were mostly observed in the afternoon. Only activities like caecotrophy and breastfeeding occurred mostly in the morning. The group of capybaras observed at the Federal University of Viçosa were composed of 22 animals. It was observed in continuous campaigns at least 10 meters away, between July 2007 and June 2008, for 431 hours. The most frequently behaviors observed were grassing, resting in land, stops after disturbances, shiftings after disturbances and conflicts. Resting in the sand was the most frequent behavior during the day. Grassing and shifting behaviors were more abundant at night. The individual behaviors like territorial marking and conflicts were mostly observed during the night. Everything indicates that the human presence induced the capivaras they manifest it its displacement behaviors, pastejo and territorial demarcation in the night period, staying the group inside in rest of the forest during the day.
Palavras-chave: Capivara
Comportamento
Ambiente
Capybara
Behavior
Environment
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::MEDICINA VETERINARIA::REPRODUCAO ANIMAL
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Biotecnologia, diagnóstico e controle de doenças; Epidemiologia e controle de qualidade de prod. de
Programa: Mestrado em Medicina Veterinária
Citação: RODRIGUES, Marcos Vinícius. Study of the social and reproductive behavior of capybaras Hydrochoerus hydrochaeris Linnaeus, 1766 (Rodentia) in different livel area of human influence. 2008. 58 f. Dissertação (Mestrado em Biotecnologia, diagnóstico e controle de doenças; Epidemiologia e controle de qualidade de prod. de) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2008.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/4966
Data do documento: 26-Set-2008
Aparece nas coleções:Medicina Veterinária

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf396,33 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.