Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/4967
Tipo: Dissertação
Título: Enteroparasitas em humanos e cisticercose em suínos da área rural de Viçosa-MG
Título(s) alternativo(s): Intestinal parasites in human and swine cysticercosis in the rural area of Viçosa-MG
Autor(es): Iasbik, Adriana Felix
Primeiro Orientador: Pinto, Paulo Sérgio de Arruda
Primeiro coorientador: Bevilacqua, Paula Dias
Segundo coorientador: Nero, Luís Augusto
Primeiro avaliador: Santos, Wagner Luiz Moreira dos
Segundo avaliador: Araújo, Jackson Victor de
Abstract: O complexo teníase-cisticercose constitui-se de duas doenças distintas. A teníase é provocada pela presença da forma adulta da Taenia solium ou da T. saginata no intestino delgado do ser humano quando ingere a forma larvária, e a cisticercose é causada pela presença do estágio larvar da T. saginata que acomete bovino, ou da T. solium, que acomete suíno e seres humanos, quando ingerem os ovos das respectivas tênias. Este trabalho teve como objetivo avaliar o perfil epidemiológico de enteroparasitas em humanos e cisticercose em suínos da área rural de Viçosa-MG, através da determinação da prevalência da cisticercose suína, e da teníase humana, avaliar a correlação de enteroparasitas em fezes humanas com fatores de socioeconômicos e de saneamento local e da coleta de informações das condições sanitárias relacionadas ao padrão de alimentação e higiene pessoal e da criação de suínos. Foi realizado um estudo transversal envolvendo 176 propriedades localizadas na zona rural de Viçosa-MG, onde foram coletadas amostras de sangue de todos os 226 suínos criados, fezes das 266 pessoas residentes nas mesmas e inquérito epidemiológico através de um questionário sobre condições sanitárias, padrão de alimentação e higiene pessoal e da criação de suínos. O diagnóstico parasitológico foi feito pela pesquisa de ovos de enteroparasitas nas fezes pelo método Hoffman, Pons e Janer (HPJ) e o diagnóstico sorológico da cisticercose suína realizado pelo teste ELISA e os casos suspeitos submetidos ao immunoblot para confirmação. 0,6% das 176 propriedades se confirmaram como positivas para a cisticercose suína, correspondendo a 0,4% dos suínos. O exame coproparasitológico revelou 43,6% de prevalência de enteroparasitas (entre protozoários e geo-helmintos), sendo 8,27% com poliparasitismo. Observou-se 13,9% de Entamoeba coli, 11,6% de Endolimax nana, 7,1% de Entamoeba histolytica, 6,0% de Ascaris lumbricoides, 4,5% de Ancylostoma, 3,0% de Strongyloides stercorales, 2,2% de Giárdia, 1,8% de Trichuris trichiura, 1,5% de Schistosoma mansoni e 0,4% de Enterobius vermiculares. Dentre os geo- helmintos, o Ascaris lumbricoides foi o mais prevalente e dentre os protozoários, a Entamoeba coli. Não foram encontradas associações estatisticamente significativas para as variáveis sexo , faixa etária e renda familiar em relação aos resultados positivos de enteroparasitoses (p>0,05). Entre os responsáveis pelas propriedades 99,4% eram moradores permanentes, a renda familiar média foi de R$622,00 e em 94,4% o número de pessoas da família variou de 1 a 5. Em 83,5% as propriedades possuiam apenas 1 suíno e em 88,1% os suínos ficavam sempre presos. Em 97,7% as pessoas se alimentavam de carne suína, bem aquecida e em apenas 1,0% a destinação do esgoto sanitário era a céu aberto; 80,7% possuiam horta e apenas 7,4% possuiam água tratada. De acordo com os resultados obtidos considerou-se que a área rural de Viçosa-MG não é uma área endêmica para o complexo teníase-cisticercose; porém, é importante manter ações de vigilância sanitária e epidemiológica, pois os fatores de risco de sua transmissão permanecem presentes.
The taeniasis-cysticercosis complex is constituted of two distinct diseases. Taeniasis is caused by the presence of the Taenia solium or Taenia saginata adult forms in the human small intestine when the larval forms are ingested. The cysticercosis is caused by the presence of the larval form of the T. saginata that attacks cattle, or the T. solium, that attacks swine and human beings, when they ingest the eggs of the respective parasites. This research had the objective of evaluating the epidemiological profile of intestinal parasites in human and swine cysticercosis in the rural area of Viçosa-MG, through the determination of the prevalence of the swine cysticercosis and the human taeniasis, assess the correlation of intestinal parasites in human feces with socioeconomic factors and local sanitation, and the epidemiological survey of the sanitary conditions related to the feeding pattern and personal hygiene and swine rearing profile. A transversal study was accomplished involving 176 located properties in the rural area of Viçosa-MG, where blood samples of all the 226 swine were collected, the resident 266 people's feces and epidemic inquiry through a questionnaire on local sanitation, feeding pattern and personal hygiene and swine rearing profile. The parasitological diagnosis was made by the research of taenia eggs in the feces collected of 266 people by the Hoffman method, Pons and Janer (HPJ) and the serologic diagnosis of the swine cysticercosis accomplished by the ELISA test in 226 swine and the suspicious cases were submitted to the immunoblot for confirmation. 0,6% of the 176 properties were confirmed as positive for the swine cysticercosis, corresponding to 0,4% of the swine sampling. The coproparasitological exam revealed teníase absence and 43,6% of other parasitoses prevalence, being 8,27% with poliparasitism. 13,9% of Entamoeba coli, 11,6% of Endolimax nana, 7,1% of Entamoeba histolytica, 6,0% of Ascaris lumbricoides, 4,5% of Ancylostoma, 3,0% of Strongyloides stercorales, 2,2% of Giardia lamblia, 1,8% of Trichuris trichiura, 1,5% of Schistosoma mansoni and 0,4% of Enterobius vermiculares were observed. Among the geohelmintos, the Ascaris lumbricoides was the more prevalente and among the protozoa, the Entamoeba coli. Statistically associations were not found for the variables 'sex', 'age group' and ' family income' in relation to the positive results of enteroparasitosis (p>0,05). Among the responsible for the properties 99,4% are permanent residents, the family income rate was of R$622,00 and in 94,4% the number of people in the family varies from 1 to 5. In 83,5% the properties possess only 1 swine and in 88,1% the swine are always in the swine barn. In 97,7% the people feed of swine meat, very warm and in only 1,0% the destination of the sanitary sewer is to open sky; 80,7% possess vegetable garden and only 7,4% possess treated water. According to the results obtained it is considered that the rural area of Viçosa-MG is not an endemic area for the taeniasis-cysticercosis complex; however, it is important to maintain actions of sanitary and epidemic surveillance, because the risk factors of its transmission are present.
Palavras-chave: Cisticercose suína
Teníase
Prevalência
Swine cysticercosis
Taeniasis
Prevalence
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::MEDICINA VETERINARIA::INSPECAO DE PRODUTOS DE ORIGEM ANIMAL
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Biotecnologia, diagnóstico e controle de doenças; Epidemiologia e controle de qualidade de prod. de
Programa: Mestrado em Medicina Veterinária
Citação: IASBIK, Adriana Felix. Intestinal parasites in human and swine cysticercosis in the rural area of Viçosa-MG. 2008. 74 f. Dissertação (Mestrado em Biotecnologia, diagnóstico e controle de doenças; Epidemiologia e controle de qualidade de prod. de) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2008.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/4967
Data do documento: 24-Set-2008
Aparece nas coleções:Medicina Veterinária

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf402,65 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.