Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/4999
Tipo: Dissertação
Título: Atividade in vitro dos fungos Arthrobotrys robusta, Duddingtonia flagrans e Monacrosporium thaumasium sobre larvas infectantes de Ancylostoma spp. de cães e sua esporulação em meios de cultura
Título(s) alternativo(s): Activity in vitro of the nematode trapping fungus Arthrobotrys robust, Duddingtonia flagrans and Monacrosporium thaumasium on infective larvae of Ancylostoma spp. of dogs and your sporulation in cultures meals
Autor(es): Maciel, Alessandro Spalenza
Primeiro Orientador: Araújo, Jackson Victor de
Primeiro avaliador: Freitas, Leandro Grassi de
Segundo avaliador: Conceição, Lissandro Gonçalves
Terceiro avaliador: Moreira, Maria Aparecida Scatamburlo
Quarto avaliador: Oliveira, Rosângela D arc de Lima
Abstract: A capacidade predatória dos isolados fúngicos de Arthrobotrys robusta (I31), Duddingtonia flagrans (CG768) e Monacrosporium thaumasium (NF34A) sobre larvas infectantes (L3) de Ancylostoma spp. foi avaliada em condições laboratoriais durante 10 dias em meio ágar-água 2% (AA 2%) e em culturas fecais de fezes de cães. Analisou-se a produção de conídios pelos isolados fúngicos nos meios ágar-água (AA 2%), batata-dextrose-ágar 2% (BDA 2%), corn-meal-agar 2% (CMA 2%) e yeast-phosphate-sulphate-sacarose-agar (YPSSA). Em relação ao controle sem fungos, houve redução significativa (P < 0,05) de 89,89%, 97,75% e 88,76% na média de L3 de Ancylostoma spp. recuperadas do meio AA 2% das placas de Petri nos tratamentos com os isolados fúngicos CG768, I31 e NF34A, respectivamente. O isolado fúngico I31 foi o mais eficiente na captura das L3. Nas culturas fecais, a redução nas médias de L3 de Ancylostoma spp. nos tratamentos não foi significativa (P > 0,05). O isolado fúngico I31 também foi o mais eficaz, reduzindo a média das L3 recuperadas das coproculturas em 32,04%, enquanto que os isolados fúngicos NF34A e CG768 reduziram a média de L3 em 15,36% e 7,30%, respectivamente, em relação ao controle sem fungos. Houve maior produção de conídios do isolado fúngico CG768 no meio BDA 2% enquanto que os isolados fúngicos I31 e NF34A produziram maior número de conídios no meio YPSSA. Os resultados evidenciam que estes fungos predadores podem ser utilizados no controle de L3 de Ancylostoma spp. de cães, no entanto, a dosagem e o tempo de interação fungo-nematóide nas coproculturas devem ser melhor estudadas.
The predatory capacity of isolates of the fungi Arthrobotrys robusta (I31), Duddingtonia flagrans (CG768) and Monacrosporium thaumasium (NF34A) on infective larvae (L3) of Ancylostoma spp. was evaluated in laboratorial conditions by 10 days in medium water-agar 2% (WA 2%) and in fecal cultures of feces of dogs. The conidia production for the isolates was analyzed in the means of WA 2%, potato-dextrose-agar 2% (PDA 2%), corn-meal-agar 2% (CMA 2%) and yeast-phosphate-sulphate-sucrose-agar (YPSSA). In relation to the control without fungi there was significant reduction (P <0,05) of 89,89%, 97,75% and 88,76% in the average of L3 of Ancylostoma spp. recovered from medium WA 2% of the plates of Petri in the treatments with isolates CG768, I31 and NF34A, respectively. The isolate I31 was the most effective in the capture of the L3. In the fecal cultures, the reduction in average of L3 of Ancylostoma spp. in the treatments was not significant (P> 0,05). The isolated I31 was also the most effective, reducing the average of recovered L3 in 32,04% while isolated NF34A and CG768 reduced in 15,36% and 7,30% the average of infective larvae, respectively in relation to the control without fungi. There was larger conidia production of the isolate CG768 in the medium PDA 2% while in isolates I31 and NF34A this production was larger in the medium YPSSA. The results evidence that these trapping fungi can be used in the control of the L3 of Ancylostoma spp. of dogs, however, the doses and the time of interaction fungus-nematode should be studied better.
Palavras-chave: Cão
Doenças
Ancylostoma
Dogs
Diseases
Ancylostoma
CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::PARASITOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Biotecnologia, diagnóstico e controle de doenças; Epidemiologia e controle de qualidade de prod. de
Programa: Mestrado em Medicina Veterinária
Citação: MACIEL, Alessandro Spalenza. Activity in vitro of the nematode trapping fungus Arthrobotrys robust, Duddingtonia flagrans and Monacrosporium thaumasium on infective larvae of Ancylostoma spp. of dogs and your sporulation in cultures meals. 2005. 93 f. Dissertação (Mestrado em Biotecnologia, diagnóstico e controle de doenças; Epidemiologia e controle de qualidade de prod. de) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2005.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/4999
Data do documento: 15-Abr-2005
Aparece nas coleções:Medicina Veterinária

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf1,06 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.