Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/5003
Tipo: Dissertação
Título: Artrodese tibiotársica com utilização de parafusos de aço inoxidável 304L auto-atarraxantes: Estudo experimental em cães
Título(s) alternativo(s): Tibiotarsal arthrodesis with utilization of 304L stainless steel self-tapping screws: Experimental study in dogs
Autor(es): Camacho, Breno Gonçalves Leon
Primeiro Orientador: Borges, Andrea Pacheco Batista
Primeiro avaliador: Costa Neto, João Moreira da
Segundo avaliador: Pompermayer, Luiz Gonzaga
Terceiro avaliador: Souza, Maria Verônica de
Quarto avaliador: Carlo, Ricardo Junqueira Del
Abstract: O objetivo deste trabalho foi avaliar de forma experimental a técnica cirúrgica proposta na artrodese da articulação tibiotársica, com o uso de parafusos de aço inoxidável 304L auto-atarraxantes. Foram utilizadas 10 cadelas adultas, hígidas, sem raça definida, com peso compreendido entre 15 e 20 kg. Após a exposição e condrectomia articular, a articulação tibiotársica foi mantida manualmente num ângulo de aproximadamente 135°, e um orifício foi realizado no sentido plantarodorsal através do tubérculo do calcâneo até a região cortical dorsal da tíbia, onde foi introduzido um parafuso. Ato contínuo, um segundo orifício foi produzido na direção da superfície laterodistal do calcâneo passando através do talus até a cortical do maléolo medial, permitindo a inserção do segundo parafuso. Os tecidos incisados foram suturados de maneira rotineira. Os animais passaram por avaliação clínica diária nos primeiros 15 dias e aos 30, 45, 60, 90, e 120 dias. Foram conduzidos exames radiográficos, no membro operado, imediatamente após o procedimento cirúrgico, e aos 15, 30, 45, 60, 90, e 120 dias. Quatro cães foram submetidos a um novo procedimento cirúrgico, 120 dias após a intervenção inicial para remoção dos implantes, e avaliados por mais 30 dias. Os animais apresentaram evolução clínica satisfatória, com graus variados de claudicação, apresentando deambulação normal entre 50 e 60 dias de pós-operatório. Radiograficamente, a fusão articular ocorreu em média aos 45 dias. Ao redor dos parafusos, foram observadas áreas de osteólise, que não comprometeram a imobilização e nem provocaram a migração dos mesmos. Os resultados obtidos permitem concluir que houve adequada estabilidade da articulação tibiotársica favorecendo uma rígida fusão óssea das extremidades articulares, confirmada após a retirada dos implantes.
The aim of this study was to evaluate, in a experimental form, the surgical technique to get the arthrodesis on the tibiotarsal joint using 304L self-tapping stainless steel screws. Ten healthy adult female canines, with of a non-defined breed , whose weight ranged from 15 to 20 Kg were used. After exposition and condrectomy, the tibiotarsal joint was manually kept at an angle of around 135°, and a hole was drilled following the postero/anterior direction through the calcaneus tuber up to the dorsal cortex of the tibia area, where the screw was introduced. After that a second hole was drilled, this time following the latero-distal direction of the calcaneus crossing the talus up to the cortex of the medial malleolus, allowing the insertion of a second screw. The incised tissues were sewed the usual way. The animals went through a daily clinical evaluation within the first 15 days and then on 30th, 45 th, 60th, 90th and 120th days. X-ray exams were done over the operated member, immediately after the surgery and then on the 15th, 30th, 45 th, 60th, 90th and 120th days. Among the ten evaluated dogs, four went through another surgical intervention 120 days after the inicial intervention in order to have the implants removed and then they went on to be evaluated for another 30 days. The animals presented a satisfactory clinical healing with variable lameness degrees and normal deambulation around 50 and 60 days after the surgery. An X-ray exam showed the joint fusion about 45 days later. Osteolisis was seen around the screws that neither damaged the immobilization nor caused their migration. The results obtained with such a technique a conclusion that there was an adequate stability of the tibiotarsal joint, favoring a rigid bone fusion of the joint extremities, which was confirmed after the implant was removed.
Palavras-chave: Cão
Cirurgia
Artrodese
Dog
Surgery
Arthrodesis
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::MEDICINA VETERINARIA::CLINICA E CIRURGIA ANIMAL
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Biotecnologia, diagnóstico e controle de doenças; Epidemiologia e controle de qualidade de prod. de
Programa: Mestrado em Medicina Veterinária
Citação: CAMACHO, Breno Gonçalves Leon. Tibiotarsal arthrodesis with utilization of 304L stainless steel self-tapping screws: Experimental study in dogs. 2005. 58 f. Dissertação (Mestrado em Biotecnologia, diagnóstico e controle de doenças; Epidemiologia e controle de qualidade de prod. de) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2005.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/5003
Data do documento: 18-Fev-2005
Aparece nas coleções:Medicina Veterinária

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf1,56 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.