Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/5037
Tipo: Dissertação
Título: Efeito da restrição alimentar em a marrãs de reposição sobre parâmetros reprodutivos e produtivos
Título(s) alternativo(s): Effects of feeding rearing gilts with gestation feed on reproductive and economical parameters
Autor(es): Sá, Nilo Chaves de
Primeiro Orientador: Costa, Eduardo Paulino da
Primeiro avaliador: Donzele, Juarez Lopes
Segundo avaliador: Torres, Ciro Alexandre Alves
Terceiro avaliador: Guimarães, José Domingos
Quarto avaliador: Antunes, Robson Carlos
Abstract: Este trabalho foi desenvolvido com o objetivo de determinar os efeitos da restrição alimentar em marrãs de reposição sobre sua eficiência reprodutiva ao primeiro parto. Foram utilizadas 80 marrãs C40 (Dalland, Pietran x Large White), com idade média de 149,8 ± 3,2 dias e peso vivo médio de 93,1 ± 6,0 quilos, divididas em oito lotes de 10 animais, sendo cada lote alojado em baias coletivas de 15m2. Os animais foram submetidos a dois tratamentos distintos dos 150 dias de idade até 7 dias antes da cobertura. No tratamento 1, as marrãs receberam 2,6 kg de ração (2945 Kcal EM, 14% PB, 0,60 lisina digestível) por dia, enquanto no tratamento 2 as marrãs receberam 2,2 kg (restrição alimentar de 15%) da mesma ração por dia. A partir de sete dias antes da cobertura as marrãs de ambos os tratamentos receberam 3,0 kg de ração lactação por dia (flushing). As marrãs tiveram a espessura de toucinho (ET) mensurada aos 170, 190 e 210 dias e foram pesadas aos 210 dias de idade. Aos 215,6 ± 6,7 dias as marrãs foram artificialmente inseminadas. Não foram encontradas diferenças (P>0,05) na ET aos 170 (12,3 ± 1,6 vs 11,6 ± 1,3 mm), 190 (12,8 ± 1,3 vs 12,2 ± 1,1 mm) e 210 (13,4 ± 1,3 vs 12,9 ± 1,1 mm) dias, bem como no peso aos 210 dias de idade (131,4 ± 7,1 vs 128,6 ± 9,8 kg) entre animais dos tratamentos 1 e 2, sendo que os dois tratamentos foram eficazes em preparar a fêmea de reposição dentro dos padrões de peso e ET à primeira cobertura. O tratamento não influenciou a taxa de repetição de estro, porém as marrãs do tratamento 1 tiveram um melhor (P<0,05) desempenho ao primeiro parto em relação as marrãs do grupo 2 (11,6 ± 1,6 vs 10,6 ± 2,3 total de leitões nascidos). A restrição alimentar de 15%, resultando em um consumo diário de 6479 Kcal de energia metabolizável e 13,2 g de lisina digestível, mostrou ter efeitos negativos no desempenho reprodutivo das marrãs ao primeiro parto, embora não fosse acompanhada de alterações no peso e na ET aos 210 dias. Os parâmetros peso e ET não foram seguros em determinar a eficiência reprodutiva das marrãs ao primeiro parto, uma vez que foram observados diferentes resultados ao primeiro parto sob mesmos padrões de peso e ET à cobertura. O status metabólico da marrã ao momento da inseminação parece ser tão importante quanto o peso e a ET à primeira cobertura.
This work was developed to determine the effects of feed restriction on rearing gilts on their reproductive efficiency as primiparous sows. Were used 80 gilts C40 (Dalland, Pietran x Large White), with 149.8 ± 3.2 days and 93.1 ± 6.0 kg of live weight, divided in eight lots of 10 animals, being each lot housed in collective pens of 15m2. The animals were submitted to two different treatments during 150 days of age until seven days after first mating. In treatment 1, gilts received 2,6 kg of feed (2945 Kcal ME, 14% CP, 0.6 lysine) a day, while in the treatment 2 the gilts received 2,2 kg (feed restriction 15%) of the same feed a day. Seven days before the first mating gilts of both treatments received 3,0 kg of lactation feed a day (flushing). The gilts had the backfat thickness (BF) measured at 170, 190 and 210 days and were weighted at 210 days of age. At 215,6 ± 6,7 days gilts were artificially inseminated. There were no differences (P>0,05) on BF at 170 (12,3 ± 1,6 vs 11,6 ± 1,3 mm), 190 (12,8 ± 1,3 vs 12,2 ± 1,1 mm) and 210 (13,4 ± 1,3 vs 12,9 ± 1,1 mm) days, as well as in the weight at 210 days of age (131,4 ± 7,1 vs 128,6 ± 9,8 kg) among the animals of the treatments 1 and 2, and both treatments were effective in preparing the replacement gilts inside the patterns of weight and BF at the first breeding. The treatment did not influence the rate of estrus return, but gilts of treatment 1 had a better (P <0,05) performance as primiparous sows than gilts of treatment 2 (11,6 ± 1,6 vs 10,6 ± 2,3 total piglets born). Feed restriction 15%, resulting in a daily intake of 6479 kcal ME and 13.2 g lysine, showed negative effects on reproductive performance, although it was not accompanied of alterations in the weight and in BT at 210 days. The parameters weight and BF were not safe to determine the reproductive efficiency of gilts as primiparous sows, once different results were observed at first farrow under same weight and BF patterns at first mating. Gilts s metabolic status at the insemination seems to be as important as the weight and BF at first mating.
Palavras-chave: Suíno
Reprodução
Nutrição animal
Hormônios
Gonadotropina
Swine
Reproduction
Animal nutrition
Hormones
Gonadothropin
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::MEDICINA VETERINARIA::REPRODUCAO ANIMAL
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Biotecnologia, diagnóstico e controle de doenças; Epidemiologia e controle de qualidade de prod. de
Programa: Mestrado em Medicina Veterinária
Citação: SÁ, Nilo Chaves de. Effects of feeding rearing gilts with gestation feed on reproductive and economical parameters. 2004. 44 f. Dissertação (Mestrado em Biotecnologia, diagnóstico e controle de doenças; Epidemiologia e controle de qualidade de prod. de) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2004.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/5037
Data do documento: 9-Set-2004
Aparece nas coleções:Medicina Veterinária

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf160,65 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.